Cláudia Sofia, de nome completo Cláudia Sofia Monsanto dos Santos, nasceu a 16 de Julho de 1977 na maternidade do Hospital de S. Paio de Oleiros, em Santa Maria da Feira, distrito de Aveiro, em Portugal. Em criança a sua curiosidade natural e diversidade de interesses constrastavam com o seu comportamento mais introspetivo, observador e virado para o seu mundo. Mesmo assim, era já visível a sua sensibilidade criativa e imaginação fértil nas estórias com que insistia presentear a mãe e os irmãos – punha toda a sua luz e alegria na criação de enredos. Essa era a sua forma de comunicar com os outros. A verdade é que a paixão pela escrita apenas tomou conta de si mais tarde, durante um período de introspecção provocada pela iniciação à Yoga, à meditação e à numerologia. Viveu uma fase de busca de si mesma e a escrita de ficção e criativa ressurgiram como fortes aliados nessa demanda. Este desejo unido ao prazer de trabalhar com as palavras e ideias, investigar, escrever, falar, divulgar, comunicar, exprimir ideias e relacionar coisas, lugares e pessoas motivou a produção da d'autor – a revista que sonha – onde publica textos criativos, de ficção, temáticos e de reflexão desenvolvidos ao longo dos anos. Enfim, pela escrita tornou consciente o desejo de estudar, conceber e promover formas produtivas e alternativas de utilizar as emoções e as relações humanas com o intuito de potenciar o desenvolvimento humano. "A escrita é vital para mim. Uso-a como pele, como guia, como disciplina, como minha. E deixo-me usar por ela. Entrego-me à escrita e deixo que me questione, que me aponte um caminho, que me faça vibrar de emoção ou reflexão. É através das palavras que me descubro e reinvento. As palavras – as minhas palavras – alimentam-se na mensagem que descubro nas pessoas, nas coisas, nas experiências, nas emoções, nas oportunidades e nos sentimentos que a vida me oferece a cada dia."See MoreSee less