Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A arte da comunicação - Adriano Pimentel Teixeira

A arte da comunicação - Adriano Pimentel Teixeira

Ratings: (0)|Views: 73 |Likes:
Published by Arqueologia Digital

More info:

Categories:Types, Research, Science
Published by: Arqueologia Digital on Aug 19, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/09/2014

pdf

text

original

 
Todas as fotos utilizadas neste artigo fazem parte do acervo do sitio arqueológico do Boi BrancoIATI-PE
A arte da comunicaçãoAdriano Pimentel Teixeira
No seio dos mais diversos núcleos sociais, a comunicação entre indivíduos éfundamental para o desempenho de suas atividades, nas sociedades ágrafas da pré-história, devido aos mecanismos de comunicação que se reseguinificam em umprocesso simbólico já que o homem representa diversos fenômenos da vida social nastelas de pedra. Criados ou não pela sua capacidade imaginária na forma de arte tal comoas itacoatiaras, aqui conceituada como signos que vão de encontro com a formação deum instrumento de conhecimento: assinalando uma contribuição maciça para aconstrução de uma perspectiva comunicativa com relação às imagens, vista pelosestudiosos como um veiculo de mensagens, tal como acontece com a fala articulada,sendo esta comunicação expressa por símbolos, à função social das signogravurasquanto linguagem, esta associada a signos linguísticos deixados pelos habitantes pré-históricos representam uma forma de comunicação não verbal.Nas mais inóspitas localidades do sertão nordestino encontramos aseniguimaticas Itacoatiaras do leste, (conceituação criada pela Niede Guidon) figuras,grafismos geométricos esculpidos nos blocos rochosos, aqui conceituados comoitacoatiaras (signos) devido a tradição Itacoatiara, comumente encontrado na região.Estes símbolos supõe uma comunicação visual instantânea algo que chega a deslumbrarem primeiro plano por sua despendiosidade e imponência em meio à paisagem Arida dacaatinga.Estes registros datam de cerca 10 000 A.P, estas imagens emblemáticaspermeiam o desenvolvimento intelectual humano elevando a sua capacidade interativa,uma vez que estes registros estão articulados em uma escala de produção hierarquizada,desta forma a natureza da obra implica em uma comunicação proposital mesmo que sópossa ser compreendida no campo das ideias (imaginário social) devido ao seusignificado abstrato que só nos permite gerar hipóteses desta forma seriam elasprecursoras da linguagem mais elaborada e complexa que surgiria com os homensmodernos, estes signos são como páginas de um livro ordenadas de forma cronológicacontando a história da linguagem dos pré-históricos estabelecendo um dialogocomplexo e elaborado que serve como fonte histórica para a posteridade, este estudo vaialem de uma simples curiosidade motivada pelo processo de desenvolvimento histórico,
 
Todas as fotos utilizadas neste artigo fazem parte do acervo do sitio arqueológico do Boi BrancoIATI-PE
mas sim uma história da dependência comunicativa humana. Graças a estas e outramanifestações o seres humanos estendem o sentido e a expectativa de suas vidas paraalém do limite estreito de sua existência individual e, deslumbram o anseio coletivo porrespostas que esclareçam os caminhos e motivos de um desenvolvimento longo cercadode misticismo que contribuiu para a consolidação de uma linguagem, que alterou não sósua forma de si relacionar em sociedade, mas propôs mudanças corporais queconstituíram novos mecanismos de socialização de suas ideias e atitudes, todavia estasmanifestações do imaginário humano trazem consigo um grande grau de complexidadede suas manifestações levando a sua espécie a um novo patamar comunicativo. Opotencial intelectual humano faz de sua mente a arma mais eficiente capaz de superar asadversidades, que surgiram ao longo do extraordinário processo evolutivo que fez denossos ancestrais agentes transformadores. Criaturas singulares únicas entre os animais,utilizando seu corpo e sua mente para construir uma zona de conforto onde pudessemanifestar a suas extraordinárias habilidades modificando a natureza em beneficiopróprio. A diversidade de registro nos monólitos por muitas vezes ganhaminterpretações populares ou místicas de sentido religioso.Figura 1.0 Picoteamento na rocha simbolizando uma espécie de contagem ou mesmo ospingos da chuva.
 
Todas as fotos utilizadas neste artigo fazem parte do acervo do sitio arqueológico do Boi BrancoIATI-PE
A consolidação da fala foi de grande valia para o desenvolvimento sócio-interativo dohomem moderno, entretanto muitas das manifestações artísticas permeiam um ensaiolinguístico com as diversas itacoatiaras (Grafismos Geométricos) foram realizadas semo auxilio deste mecanismo disseminador de informação, mas nem por isso deixam deser um esforço valoroso para alcançar esta façanha. Inscrições como a vista acima estãodispersas ao logo do agreste e sertão
nordestino, normalmente próximo a cursos d’água
compondo uma linguagem de caráter intencional mesmo que não possa ser decifradasou analisadas fora do imaginário social de seus contemporâneos, estas representaçõesencharcadas de simbolismos ocupam uma posição peculiar dentro da tenua linhaevolutiva, que culminou para uma comunicação elaborada, inúmeros foram os fatoresque contribuíram para o resultado final que conhecemos hoje.Fatores como a oferta de alimento disposta pelo ecossistema da época, assimcomo a taxa de ocupação humana no inicio do holoceno, foram fundamentais para arealização das itacoatiaras já que se fazia necessário dispor de um excedente de tempo,oriundo de uma organização bem definida pôs para executar a sua arte por assim dizerprecisavam de energia a qual era adquirida através da alimentação sendo esta a principalmeta para sobrevivência, que pressupõe a sua realização de imagem por espanto oucontemplação ao novo e seu registro posterior, cada uma destas produções refletem a ocontexto social implícito imortalizado nos painéis rochosos parte de um cerimonialcriativo ou mesmo fúnebre. A continuidade deste processo gera uma hierarquização doproduto ideológico caracterizado pelo seu status perante o grupo. Incitando os demais acontinuarem por representação o mesmo processo simbólico e ideológico originadocérebro que abstrai elementos oriundos de suas experiências e representados comosímbolos. O permea das outras espécies certamente possui alguma forma deconsciência, mas até onde sabemos vivem em um mundo da mesma forma que eapresentada a elas se valendo de um continuo não de uma divisão de lugares quetransportam o homem alem de barreiras físicas para o limiar simbólico peculiar a ele,este estudo vai alem de uma simples curiosidade motivada pelo processo dedesenvolvimento histórico, mas sim uma história da dependência comunicativa humana.Graças a estas e outra manifestações o seres humanos estendem o sentido e aexpectativa de suas vidas para além do limite estreito de sua existência individual e,deslumbram o anseio coletivo de sua arte mesmo que não no sentido literal da palavradesta forma o pensamento simbolicamente organizado, a capacidade de armazenar

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->