Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
causas de absenteísmo

causas de absenteísmo

Ratings: (0)|Views: 152 |Likes:

More info:

Published by: Nutricionista Cláudia Gomes on Aug 20, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/15/2013

pdf

text

original

 
 
ÁREA TEMÁTICA: GESTÃO DE PESSOASCAUSAS DO ABSENTEÍSMO NAS ORGANIZAÇÕES: um estudo de caso emUnidades de Alimentação e Nutrição.AUTORES
 
FERNANDO COUTINHO GARCIA
 Faculdade Novos Horizontesfernandocoutinho@unihorizontes.br
MARIA DE FÁTIMA GOMES DA SILVA
 Faculdade Novos Horizontesmariadefatimagm@terra.com.br
RESUMO
Com o objetivo de investigar as causas de absenteísmo em trabalhadores de quatro Unidadesde Alimentação e Nutrição (UAN) situadas na cidade de Belo Horizonte, realizou-se umapesquisa qualitativa de natureza descritiva. A conciliação da expectativa do trabalhador comas necessidades organizacionais torna-se um desafio diante das dificuldades apresentadas peloambiente de trabalho como situações de insalubridade, longas jornadas de trabalho, baixaremuneração, duplo emprego, tensão emocional, que podem ter como uma das conseqüências,a falta ao trabalho ou absenteísmo.Os dados referentes às ausências foram obtidos no setor de Recursos Humanos da empresa,sendo considerados todos os trabalhadores que estiveram afastados das suas atividades pormotivo de doença, a partir de um dia até quinze dias de afastamento, no período de janeiro a junho de 2008. Os resultados indicaram que o percentual médio de tempo perdido (Tp%) foiabaixo daquele indicado pela literatura (1,2%), mas a média do índice de freqüência foielevada (0,54%), quando comparada aos dados da literatura (0,10%). Dados qualitativosrevelaram, através do discurso dos empregados, que o comprometimento do mesmo é do tiponormativo, podendo indicar que no esforço do trabalhador para o cumprimento das normas,pode ocorrer o adoecimento, mesmo que seja por períodos curtos de ausência.Palavras-chave: Absenteísmo,Doença, Trabalho
ABSTRACT
With the objective to investigate the causes of absenteeism disease in workers of fourrestaurants situated in the city of Belo Horizonte, a qualitative research was become fulfilled.One is about a research retrospect and descriptive. The referring data to the absences had beengotten in the sector of Human resources of the company, being considered all the workerswho had been moved away from its labor activities for illness reason, from one day up tofifteen days of removal, in the period of January of 2008 the June of 2008. The results hadindicated that, in the searched period, the average percentage of lost time (Tp%) was below of that one indicated by literature (1.2%), but the average of the frequency index was raised(0.54%), when compared with the data of literature (0.10%). Qualitative data had disclosed,
 
 
through the speech of the employees, who the commitment of the same is of the normativetype, being able to indicate that in the effort of the worker for accomplish of the norms, hebe sick , exactly that are for short periods of absence.Keywords: Absenteeism, Illness, Units of Food and Nutrition (UAN).
 
 
1 INTRODUÇÃO
Quando o empregado ingressa em uma organização, há uma dupla expectativa: ele assume aresponsabilidade de respeitar suas normas, valores e cultura, além de se dispor a desempenharatividades relacionadas ao cargo que ocupa. Em contrapartida, a empresa o retribui pelotrabalho realizado. Desta maneira, uma relação de troca é estabelecida (SIQUEIRA, 2005).Uma maior compreensão dos vínculos que o indivíduo cria com a organização segundoOliveira, (1997), pode ser proporcionada pelo estudo do comprometimento organizacional.“Em termos científicos, comprometimento passou a significar adesão, envolvimento doindivíduo com diferentes aspectos do ambiente de trabalho” (OLIVEIRA, 1977, p. 69).Segundo Mendes e Abrahão (1996), a organização do trabalho pode ainda ser compreendida apartir das percepções dos trabalhadores e a partir da investigação dos aspectos de conflitoentre esses e a hierarquia.Um dos enfoques dados ao comprometimento organizacional é o comportamental, queentende que o comprometimento pode ser avaliado pelas atitudes do indivíduo, podendoalguns indícios serem verificados a partir da observação da assiduidade, tempo na empresa,qualidade do trabalho, entre outros (SIQUEIRA, 2003).Para Alves (2006), a conciliação da expectativa do trabalhador com as necessidadesorganizacionais torna-se um desafio diante das dificuldades apresentadas pelo ambiente detrabalho como situações de insalubridade, longas jornadas de trabalho, baixa remuneração,duplo emprego, tensão emocional, que podem ter como uma das conseqüências, a falta aotrabalho ou absenteísmo.Em relação à organização do trabalho, o absenteísmo tem se traduzido em insatisfação,desmotivação e sobrecarga da equipe de trabalho e pode ser indicativo da existência deproblemas extremamente preocupantes quando ocasionado por doença (SILVA eMARZIALE, 2003).Becker e Oliveira (2008) afirmam que o tipo de atividade profissional e as condições em quea mesma é desenvolvida, podem determinar os riscos para a saúde do trabalhador. Aoambiente de trabalho, relacionam-se fatores como: ruído, iluminação inadequada,temperaturas extremas, vibração, higiene. Relacionados à organização do trabalho estãofatores como: conteúdo da tarefa, horário de trabalho, sobrecarga ou subcarga de trabalhofísico e mental; participação e envolvimento no trabalho; relações interpessoais no trabalho;ritmo de trabalho e pressão do tempo; impossibilidade de ascensão funcional, pelas ausênciasde implementação de planos de cargos e salários.O que se observa é que algumas empresas ainda seguem o modelo Taylorista deracionalização do trabalho, apresentando problemas organizacionais sérios, principalmenteaqueles relacionados à motivação e satisfação para o trabalho (MATOS, 2003).Ao pesquisar a literatura, observa-se que o assunto absenteísmo é predominante na áreahospitalar, envolvendo trabalhadores de enfermagem, mas é escasso nas demais áreas detrabalho, principalmente quando a subjetividade é considerada, indicando a necessidade demaior aprofundamento. No sentido de melhor entender as causas do absenteísmo o presenteestudo foi realizado em quatro Unidades de Alimentação e Nutrição (UAN), também

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->