Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
bercos_infatis

bercos_infatis

Ratings: (0)|Views: 6|Likes:
Published by Valéria Pazetto

More info:

Published by: Valéria Pazetto on Aug 20, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/03/2014

pdf

text

original

 
REQUISITOS DE SEGURANÇAS: BERÇOS INFANTIS
Fábio Rezende Prado dos Santos
 Estudante de Engenharia Mecânica da UnB
Milton Luiz Siqueira
Prof. PhD Departamento de Engenharia Mecânica da UnB
Valéria Maria de Figueiredo Pazetto
 MsC em Ciências Florestais, pesquisadora do Laboratório de Ensaio em Móveis da UnB
Rodrigo Camargo Gomes
 Estudante de Engenharia Mecânica pela UnB
Waldir Corrêa de Oliveira Netto
 Estudante de Engenharia Mecânica pela UnB
Resumo
O berço é um dos móveis infantis que apresenta um alto nível de acidentes com crianças ebebês. Os acidentes envolvendo o berço podem ocasionar ferimentos, seqüelas incapacitantes e atémesmo óbitos nos bebês e nas crianças, porque a maioria dos eventos acontece na faixa etária deoito meses a quatro anos. As ocorrências mais comuns envolvendo o berço são as quedas, pernas ebraços presos e até a cabeça, o que pode causar asfixia. Como é sabido os recém nascidos dormemcerca de 15 a 16 horas por dia, o que torna o berço o item de maior interesse para a saúde física dacriança. Portanto este artigo tem como objetivo avaliar a qualidade de seis berços adquiridos emlojas de rede nacional. As avaliações de segurança foram feitas de acordo com a norma ABNT NBR13918:2000 - Móveis - Berços infantis - Requisitos de segurança e métodos de ensaio. Foramrealizados ensaios de análise dimensional, estabilidade, fadiga, resistência estática e ao impacto. Osresultados desses ensaios forneceram informações úteis aos consumidores para a aquisição dessesmóveis e também para os fabricantes, para a melhoria dos respectivos projetos. Observou-se que amaioria dos produtos está imprópria para uso, uma vez que 90% dos berços ensaiados apresentaramnão-conformidades. Tendo em vista que estes produtos podem colocar em risco a segurança dosbebês e crianças, recomenda-se a compulsoriedade na certificação de berços para todos osfabricantes de berços.
Palavras-chave:
móveis, ensaios, certificação de produtos
SAFETY REQUIREMENTS: CHILDREN'S CRIBS
 Resume
Children's cots has a high level of accidents involving children and babies. Accidentsinvolving cots can hurt, disabling sequel and even death in babies and children, because most events happen at the age of eight months to four years. The most common occurrences involving thecot are falls, legs, arms and head hold, what can cause suffocation. As is known newborns sleepabout 15 to 16 hours per day, which makes the cot the item of greatest interest to the physicalhealth of the child. This article aims to evaluate the quality of six cots purchased at chain storesnationwide. Safety assessments were made according to ABNT NBR 13918:2000 - Furniture – Children’s cots - Safety requirements and test methods. Tests including dimensional analysis,stability, fatigue, static strength and impact. The results of these tests provided useful information toconsumers for the purchase of furniture and also for manufacturers to improve their projects. It was noted that most products are unfit for use, since 90% of the cots tested showed non-conformities. Given that these products can put at risk the safety of babies and children,recommended the compulsory certification of cots for all manufacturers
.
Key-words
:
Furniture, tests, products certification.
 
 
1.
 
Introdução
No Brasil, os berços encontrados nas lojas são basicamente fabricados de chapas de MDF, epossuem revestimentos plásticos ou são laqueados. A madeira maciça é pouco utilizada, e asmesmas, são usadas principalmente nos estrados e em algumas grades torneadas.A maioria dos berços encontrados no mercado possui quatro rodízios, sendo que dois deles possuemtravamentos e regulagens de altura do estrado ou da grade. O estrado na posição mais alta éadequado para o recém nascido que tem pouca mobilidade, facilitando a postura da mãe na hora detirar ou colocar a criança no berço. Existem algumas regulagens intermediárias do estrado paraquando o bebê senta sozinho e a posição mais baixa para quando ele já fica de pé. A regulagem dagrade só deve ser acionada usando-se as duas mãos simultaneamente de forma que a criança nãopossa baixar a grade sozinha. Os berços encontrados no mercado apresentam erros dedimensionamento, o que compromete seriamente o conforto e a segurança dos usuários, sendo quealguns já apresentam danos mesmo antes de serem testados.Portanto, o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de seis berços adquiridos em lojas de redenacional.
2.
 
Metodologia
Foi feita inicialmente uma pesquisa de mercado no comércio local de Brasília. Foi dada preferênciaa lojas especializadas e lojas de grandes redes e que possuam produtos vendidos em todo o país,sendo assim mais representativa da qualidade do produto nacional.Após a pesquisa, foram selecionados seis berços (Figura 1), procurando-se, entre as marcas maisvendidas no comércio de Brasília, modelos semelhantes entre si e a maior variedade possível demarcas, e preços, no entanto com modelos semelhantes.
 
As principais características dos berçosselecionados são apresentadas na Tabela 1.Figura 1 - Berços ensaiados.Tabela 1- Principais características dos berços selecionados para testes
BerçoMaterial/ AcabamentoRegulagensPreço R
$
 
B1 Aglomerado e MDF/ resinado Grade Estrado 350,00B2 MDF laqueado Grade Estrado 520,00B3 Aglomerado pintura UV/ madeiraplastificadaEstrado 219,00B4 Aglomerado pintura UV/ madeiraplastificadaEstrado 145,00B5 Aglomerado
Finish Foil
 / madeiraplastificadaEstrado 238,00B6 Pinus tingido Estrado 523,00Os móveis foram adquiridos em lojas especializadas, repetindo-se o ato de compra de umconsumidor qualquer e sem revelar que os mesmos seriam submetidos a testes. Esse procedimento
1 23 4 5 6
 
foi adotado de conformidade com as recomendações do
 International Organization of ConsumersUnions –IOCU 
, 1985, para testes em produtos de consumo.
2.1 Ensaios Realizados
Foram realizados os seguintes ensaios nos berços:Análise do material, dimensões, requisitos de segurança, verificação de partes protuberantes,espaços e aberturas, e por fim, ensaios de resistência, estabilidade e durabilidade.
2.2.
 
Material e acabamento
A maioria dos berços adquiridos possui cabeceira e peseira em chapas de MDF ou aglomerado, comexceção do berço do fabricante 1 que é todo de pinus. O acabamento varia entre resina, laca, pinturaUV e
Finish Foil
. As grades dos berços dos fabricantes 3, 4 e 5 são de madeira maciça plastificadas.Os estrados são todos de madeira maciça, a maioria fixada de forma aleatória, alguns sãogrampeados.
2.3.
 
Requisitos de Segurança
Foram feitas medidas das principais dimensões físicas dos berços de acordo com a Norma ABNTNBR 13918:2000. Além das recomendações sobre as dimensões a norma trata de requisitos desegurança quanto a partes protuberantes que não devem possuir cantos vivos ou arestas. Ou aindaprofundidade de entalhes, decalques que não devem ser colocados nas partes internas do berço aoalcance da criança. Quando houver rodízios esses devem ser em apenas dois pés ou quatro rodízios,sendo dois com trava.Os berços que possuem grade com rebaixamento, segundo a norma, devem possuir dois dispositivosseparados a 850 mm e que sejam acionados simultaneamente, ou requeira duas ações simultâneaspara evitar que a própria criança acione o mecanismo.
2.4.
 
Resultados e discussão
Nos berços analisados foram encontradas várias não-conformidades (Tabela 2) em relação àsmedidas recomendadas pela norma (item 4.4 da norma NBR 13918, tabela 1). Todas as dimensõesanalisadas têm relação direta com a segurança dos usuários, podendo-se considerar o espaçamentoentre as varetas da grade como uma das mais importantes, requisito em que todos os berços estãoem conformidade com a norma. Já no que se refere ao espaçamento entre as ripas do estrado,apenas três berços apresentam a medida acima de 60 mm, apesar de ter sido observado o mauacabamento e fragilidade de algumas marcas. Dois modelos não atenderam aos requisitos da normaque se refere à medida da altura do estrado até a extremidade superior do berço.
 
Tabela 2 - Principais características dimensionais dos berços
VariáveisValores encontrados (mm)
B1 B2 B3 B4 B5 B6
a
36 51 36 622467
b
48 61 60 53 51 64
c
Não seaplicaNão seaplica-Não seaplicaNão seaplica8.3 8.2
d
5675 8460 5886
h
313 405195 242420 439
H
642 600510 500 558628Onde: a. Espaçamento máximo entre o estrado e as laterais, a cabeceira e a peseira, b. Distânciaentre dois componentes estruturais da grade, c. Distância entre a vareta de guia do sistema deacionamento da grade móvel e o suporte transversal da cama, d. Espaçamento máximo entre as

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->