Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
1Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
D20 Guia de Raças de Arton (ok)

D20 Guia de Raças de Arton (ok)

Ratings: (0)|Views: 347|Likes:
Published by Pablo Luan

RPG D20

RPG D20

More info:

Published by: Pablo Luan on Aug 23, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

08/23/2012

pdf

text

original

 
I
NTRODUÇÃO
Arton é um mundo extremamente grande, e em eternaexpansão. Suas terras são habitadas pelas mais variadasespécies e povos conhecidos, e alguns até desconhecidos:é verdade que a Academia Arcana de Valkaria ainda nãoteve êxito em catalogar todas as raças encontradas nestemundo.No entanto nem todas as espécies encontradas aquisão realmente nativas: por efeito de forças maiores, Artontem uma alta incidência de povos que simplesmente nuncaforam vistos aqui. Povos muitas vezes trazidos de outrosmundos através dos famosos portais no Deserto daPerdição, ou nas viagens místicas do Mercado Voador.Muitas destas raças foram apresentadas no famoso
Guia de Monstros de Arton 
, lançado pela
Editora Daemon 
.Agora, no entanto, você tem em mãos o
Guia de Raças de Arton 
, contendo a descrição detalhada de todas estasespécies e também as regras necessárias para queMestres e Jogadores utilizem-nas como personagens ouNPCs.O
Guia de Raças 
é um suplemento para o cenário deTormenta com regras extra-oficiais.Este suplemento também leva em consideração o
Guia do Aventureiro de Arton 
, a ser lançado pela EditoraDaemon. A incidência de certo tipo aventureiro pode sermais ou menos comum entre estes povos. Por isso, oMestre deve sentir-se livre para restringir o uso de umdeterminado kit ou classe, de acordo com a raça dopersonagem.Inicialmente lançado em versão
Daemon 
, o
Guia de Raças de Arton 
não demorou a ganhar uma nova versãorevisada e uma outra versão com regras para
3D&T 
. Assim,os dois principais sistemas de
Tormenta 
passaram a terseus próprios
Guias 
.Com a chegada dos três livros básicos do jogo
Dungeons & Dragons 3ª Edição 
ao Brasil, aos poucos ocenário começa a ser transportado também para o
Sistema d20 
, o sistema de regras básicas utilizado por
D&D 
. Sendoassim, porque não lançar um
Guia 
compatível com o maiore mais famoso sistema de regras do mundo?Este
Guia de Raças de Arton 
apresenta regras paraserem usadas em
D&D 
, o maior sistema de regras existenteno mundo. Apesar de utilizar as regras do
Sistema d20 
,não usamos o logo d20 por questões de licença (não éum suplemento oficial, nem tampouco licenciado, assimcomo ocorre com todos os demais suplementos para
d20 
publicados na Beholder Cego).O material encontrado aqui apresenta as mais famosasraças encontradas em Arton.Raças que já tenham sido mencionadas no
Livro do Jogador 
não voltam a ser apresentadas, pois (a princípio),seguem as mesmas regras.
Autor:Maury “Shi Dark” Abreue-mail:maury.abreu@bol.com.brWebsite:http://www.beholdercego.hpg.com.br
 
O
Sistema d20 
utiliza regras de raça e classe para acriação de personagens. Este suplemento apresentaráalgumas novas raças de personagens para seremusados no mundo de Arton, o cenário de
Tormenta 
.A descrição de cada raça inicia-se por um textodescritivo, dividido em diferentes tópicos, que explicacomo a raça é em Arton, seus costumes, modo devida, onde é encontrada, origem, entre outros detalhesimportantes. Neste ponto, a descrição não segue omesmo molde apresentado no
Livro do Jogador 
, masapresenta basicamente a mesma informação.Em seguida a raça passa ser descrita em regras(Traços Raciais da raça em questão). Neste ponto,segue-se praticamente igual ao que é apresentado no
Livro do Jogador 
: ajustes de habilidade, tamanho,deslocamento, características especiais (como visãono escuro, CA natural e outras propriedades), idiomasbásicos e a classe favorecida. Além disso, há tambémdois tópicos que podem surgir.
N
ÍVEL
E
QUIVALENTE
Algumas raças são mais poderosas que outras. Sendoassim, não seria justo permitir a um jogador escolheruma raça mais poderosa que seus companheiros.O nível equivalente serve para se ter uma relaçãoda superioridade daquela raça em relação às demais.Significa dizer que, caso a raça não tenha nenhumaclasse de personagem, vai ter o mesmo poder queuma outra raça qualquer com um determinado nívelde personagem. Por exemplo: os brokks tem nívelequivalente ao nível de classe +5. Isso significa que,caso ele não tenha nenhuma classe de personagem,será comparável a um personagem de 5º nível. Casotenha uma ou mais classes de personagem, ele teráum nível igual a +5 em relação à soma de suas classes(um brokk guerreiro 2 e ladino 1, por exemplo, seriaum personagem de 8º nível).Raças que tenham um nível equivalente apenaspodem ser permitidas aos jogadores caso o Mestrerealize uma aventura ou campanha mais avançada,onde os demais jogadores também terão níveis maisavançados. Então, caso Mestre inicie uma aventuracom personagens de 6º nível ou mais, poderia permitiro uso de um personagem brokk (mas com menosníveis de classe com relação aos demais jogadores).Mais detalhes sobre como funciona o nível equivalentesão explicados no
Livro do Mestre 
.Sempre que uma raça tiver um nível equivalente,haverá um tópico explicando como a raça é, caso nãotenha nenhum nível em nenhuma classe.
T
IPO
As raças de personagens descritas no
Livro do Jogador 
pertencem ao tipo Humanóide: tem doisbraços, duas pernas, tronco e cabeça. No entanto,nem todas as raças descritas aqui seguem estepadrão.Além do padrão humanóide, há também os padrõeshumanóide monstruoso, aberração, besta, bestamágica, constructo e tantos outros. Este tipo de raçadefine alguns itens importantes, como as magias quepodem afetá-lo, suas características quando não temníveis de classe entre outros detalhes. O tipo decriatura é mais importante ao Mestre do que ao jogador.Neste novo
Guia de Raças de Arton 
, cada capítuloirá tratar de um tipo de criatura. Há também capítulosespecíficos para raças que compartilham certascaracterísticas: o povo-dinossauro, por exemplo,apresentam raças de diferentes tipos, mas ainda assimcompatilham de algumas características e por issoforam mantidos no mesmo capítulo.
I
DIOMAS
Arton é um mundo de muitos povos, e cada povocostuma ter seu próprio idioma. O idioma mais comum,e considerado o padrão dentro do territorio do Reinado,é o Valkar (idioma Comum). Mas este não é o único.Cada raça artoniana costuma ter seu próprioidioma. Algumas podem falar um idioma em comum.Dos idiomas mencionados no
Livro do Jogador 
(anão,élfico, orc e halfling), apenas o idioma anão é totalmenteproibido para qualquer raça, senão os próprios anões:devido à sua xenofobia característica, os anões deArton não encinam seu idioma aos outros povos, nemque sua vida dependa disso.Além disso, existem ainda muitos outros idiomasque são utilizados por várias raças. Raças que falemum mesmo idioma (como as raças submarinas, quegeralmente utilizam o idioma Aquan) podem aindaapresentar diferenças sutis, como sotaque e pequenaspalavras (o inglês da América, por exemplo, não igualao inglês da Inglaterra – variações de um mesmoidioma).
C
OMO
U
SAR
 
AS
R
AÇAS

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->