Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
1Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Fungo Negro Nº2

Fungo Negro Nº2

Ratings: (0)|Views: 159|Likes:
Published by ceps_ait8502

More info:

Categories:Types, Research, History
Published by: ceps_ait8502 on Sep 01, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

09/01/2012

pdf

text

original

 
Fungo Negro
Aperiódico da FOSE/COB/ACAT/AIT-IWA
ANO 3 Nº 2
O Sindicato Livre por Max Nettlau
O Sindicato Livre é a organizaçãodesenvolvida de forma aberta eindependente de influência do Estado, dos patrões, das igrejas e dos partidos políticos.Mas, isso não significa que a estruturasindical seja desprovida de objetivos, ouapática em relação; a política, a economiaou restrita a objetivos superficiais de umgrupo apenas. Ao contrário, de orientaçãoanarquista, mostra combatividade e lutacontra as injustiças sociais de forma direta eobjetiva, sem estar subordinado a nenhumaestrutura de poder e nem ambicioná-lo. Osindicato livre atua com ação direta, com ofederalismo e consequentemente,autonomia das organizações federadas.A união dos explorados e oprimidos tornaos sindicatos livres vinculados à guerra declasse como organismos de resistência eluta, promovendo a transformação socialatravés de seus objetivos principais:
Abolição da propriedade:
A propriedade em todos seus aspectos jurídicos, por mais maquiada que seja nãoconsegue esconder sua essência: a propriedade é um roubo, é um absurdo jurídico mantido pela violência, pelacoerção, pela mentira desenvolvida pelosgrupos poderosos e difundida como umdireito. A realidade desmente esse direitode forma simples e objetiva. A propriedadeuma vez garantida a todos se anula pelo fatoque a maioria não tem acesso de fato, isso basta para anular a propriedade comodireito. A única garantia de todos terem propriedade é sua abolição, mantendoapenas como garantido pela sociedade, ouso desta, desde que não seja para explorar ou oprimir os outros.
Coletivização da produção e de suadistribuição:
Uma vez que as estruturas produtivas e dadistribuição são resultados de esforçoscoletivos da sociedade, principalmente daclasse explorada e oprimida, sua retomada pela sociedade através de sindicatos livresou organizações autogestionárias é uma prioridade e um objetivo imediato.Os sindicatos, seus filiados devem promover a ciência desta luta diariamente anossa classe e desenvolver as condiçõestransformadoras necessárias.O sindicato livre é a forma mais direta deluta dos explorados e oprimidos já que atuana essência do sistema capitalista, isto é, a produção e distribuição de riqueza.
 
Fungo Negro
Aperiódico da FOSE/COB/ACAT/AIT-IWA
ANO 3 Nº 2
II Plenária da FOSE29 / 06 / 12
Em direção à cidade de SãoCristóvão, nós (Allan, Mago Cícero, eMarcelo Prata) estávamos discutindoassuntos relacionados à FOSE / COB /AIT.Demos uma pequena parada nacasa do camarada Márcio Prata paradarmos continuidade ao documentáriosobre a História do Punk em Sergipeque está sendo produzido por Allan.Após as entrevistas feitas por Allan aoMago e a Marcelo que servirão decomplemento para o documentário, nóstrês em companhia do camaradaMárcio, fomos à casa de um pessoal deSão Cristóvão, estando presentes Kelly,Renan, e Verto. Iniciamos a reunião daII Plenária da FOSE / COB / AIT.Os tópicos apresentados pelocamarada Marcelo Prata estavamdirecionados à I Plenária que ocorreu noano de 2009, dos quais foram abordadasquestões em que os associados à FOSE /COB / AIT não podem estar ligados a partidos políticos algum, forçasarmadas, sindicatos amarelos, MST esobre a necessidade de leitura préviados Estatutos da AssociaçãoInternacional dos Trabalhadores, paraassociação aos sindivários, contidoneste link:http://nucleoprocobaitemsergipe.blogspot.com.br/2012/07/estatutos-da-associacao-internacional.htmle sobre a
 
Fungo Negro
Aperiódico da FOSE/COB/ACAT/AIT-IWA
ANO 3 Nº 2
sede da mesma que estará prevista paraestá no município de Gararu. Ocamarada Marcelo abordou tambémsobre a impossibilidade de enviarmosum representante da FOSE para aPlenária da COB que será realizada a partir do dia 17 de agosto em PortoAlegre; porém, como não houvecondições financeiras necessárias para oenvio de um dos nossos, aFOSE/COB/AIT teve de solidarizar uma quantia simbólica aFOM/COB/ACAT/AIT, que nosrepresentará através da sua delegada nadita reunião da COB/AIT, levandonossas Bases de acordo e Ata dasegunda plenária daFOSE/COB/ACAT/AIT.Além dos tópicos citados àcima foi colocada também em pauta acriação de um blog filiado à FOSE quetransmita os afazeres relacionados aoSindivários (Sindicato de artes e ofíciosvários) Grande Aracaju, a ativação doantigo periódico intitulado Fungo Negroque futuramente voltará a circular eservirá também para dar informaçõessobre as nossas atividades perante asociedade sergipana ao mundo e asimpatizantes. Outro tema pertinente foia decisão de criamos nossa serigrafiaque ficará na futura sede do SindiváriosGrande Aracaju, sediada provavelmentena cidade de São Cristóvão.Terminada a II Plenáriafizemos uma ação direta com a colaçãode cartazes contra as eleições 2012 emque o tema defendia o voto nulo.Percebemos que numa tardedas 13:00 às 17:00h fizemos muitascoisas produtivas relacionadas aoanarquismo, anarcossindicalismo e ao punk pelo fato de estarmos levando àsério o crescimento do nosso trabalho.
Por: Allan.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->