Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O homem brasilerio não gosta de mulher

O homem brasilerio não gosta de mulher

Ratings: (0)|Views: 211|Likes:
Published by Ullisses Salles
Se o homem brasileiro gostasse de mulher, não a trataria como trata.
Se o homem brasileiro gostasse de mulher, não a trataria como trata.

More info:

Published by: Ullisses Salles on Sep 02, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as ODT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/13/2013

pdf

text

original

 
O homem brasileiro não gosta de mulher
Por mais absurdo e irreal que possa parecer, o homem brasileiro não gosta de mulher. Observo o comportamento do mesmo hámais de uma década, e sempre que paro para refletir sobre o tema, chego à mesma conclusão. Farei abaixo alguns exemplos quevocê mesmo já presenciou no decorrer da sua vida, só que se negou a ver o óbvio. Assim como nos negamos a admitir que o povobrasileiro odeia negros, pobres e nordestinos, nos parece duro demais admitir que também as mulheres são odiadas no Brasil, opaís do faz de conta, onde por décadas defendia-se a falsa idéia que lá todas as raças, cores e credos vivem em harmonia. Porém antes de qualquer coisa é preciso estabelecer um parâmetro, e para isso usaremos um exemplo da vida de cada um de nós.O que significa gostar? O amor é relativo e não é possível quantificar, pois cada um ama de um jeito. Então vamos comparar ocomportamento que temos com alguém que gostamos com o que o homem brasileiro demonstra com as mulheres.Você gosta de alguém? Pode ser qualquer pessoa. Gosta? Claro que sim. Pois bem, use o seu sentimento por essa pessoa, (podeser um parente, um amigo ou parceiro de vida), como unidade de medida. Reflita se você faria ou faz qualquer um dos atos abaixo.Aposto de antemão que a resposta é um claro: "Não, eu nunca cometi nenhum dos atos abaixo contra uma todas as pessoas queeu gosto ou amo".Violência:Você sabia que o Brasil é um dos países onde mais se comete o crime da chamada violência doméstica? Segundo dados oficiais, acada duas horas uma mulher é assassinada no país. Apenas esse número já é suficiente para escrever um livro, fazer estudos epalestras sobre o tema. Agora responda as si mesmo. Quem ama mata? Quem gosta agride? Você já matou um amigo? Já bateuem uma amiga? Não? Por que não? Ora, por que você gosta e quem gosta, cuida, não bate nem tampouco mata. Eu sugiro ao leitorque busque uma das tantas páginas na internet com outros números, tabelas e relatos sobre a violência contra a mulher.Infelizmente não o farei aqui pois meu intuito não é apenas falar sobre esse crime. Além disso temos pessoas mais competentes doque eu prestando esse serviço à sociedade há décadas. Música:A música brasileira já foi importante e relevante para o mundo. Posso dizer sem medo de errar que nossa música mais influente foie é a Bossa Nova. Não sou músico, não sou especialista no assunto, mas sou admirador confesso desse estilo musical e pergunto avocê leitor. Qual é um dos temas preferidos da Bossa? A mulher. Na época em que a Bossa Nova encantava o mundo, nossa mulherera cantada em verso e prosa. Nossa música falava de amor, falava dos olhos, do sorriso, das curvas da mulher brasileira. Ela era arainha de uma beleza exuberante, diferente, oriunda da mistura das muitas raças que formaram nossa sociedade. Ah! A Bossa.Agora eu lhe pergunto. Qual é a música de maior apelo popular no Brasil hoje? O pornofunk. Agora puxe pela memória algumas dasletras que você já teve o desprazer de ouvir, como é que ela retrata a mulher? Com respeito? Com admiração? Exalta sua beleza,sua graça sua sensibilidade? Pois é... A música de hoje chama abertamente a mulher brasileira de puta, de piranha, de vagabunda,de cadela... A música brasileira hoje ensina a própria mulher a se desvalorizar, a trepar como animal em bailes funk, a se diminuir ese limitar a um simples receptáculo de esperma e ser jogada fora como uma camisinha humana e nada mais. O pior de tudo é queapós incentivar a mulher a se comportar de tal modo, o homem julga as mulheres que o fazem. Falaremos sobre abaixo.Comportamento sexual:Já reparou como o homem brasileiro trata as mulheres? Já percebeu como se refere à elas em muitas ocasiões, inclusive sem fazermuita questão de disfarçar o seu desprezo e desrespeito? Afinal de contas, quem já não ouviu algum amigo ou conhecido chamarfulana ou beltrana de puta ao saber que ela transou no primeiro encontro? Quem já não ouviu ou leu o ditado popular machista queuma chave que abre todas as fechaduras é uma chave mestra enquanto uma fechadura que se abre para várias chaves não servepara nada? Tem algo mais cretino do que esse ditado? Tem contradição mais imbecil do que essa? É assim que os supostos machões gostam demulher? Dizendo que elas não servem para nada? Sinceramente quem fala isso não pode gostar de mulher. Tem na verdade medode assumir que despreza para não ser chamado de homossexual. Afinal de contas se o homem brasileiro gosta de mulher, como elegrita aos quatro ventos, por que é que ele a repudia quando ela faz justamente o que ele quer? Transar no primeiro encontro.Em tese um homem solteiro quer transar com o maior número de mulheres possível. Jovens, maduras, loiras, mulatas... O que énecessário para que um homem hétero possa transar com várias mulheres? Ora o óbvio. É preciso que existam várias mulherescom a mesma liberdade sexual do homem. É preciso que ela também tenha a liberdade e disposição de transar com vários homensdo contrário se cada mulher transar com apenas um parceiro, nenhum dos supostos machões vai "comer" mais de uma mulher. Nãoé lógico? Então por que essa mania de julgar as mulheres que fazem exatamente o que os supostos machões querem? Burrice? Eudiria que é o ódio enrustido que eles sentem por elas que fala mais alto nesse momento deixando transparecer quem realmente
 
são. Misóginos. Desde sempre que defendo a idéia de que elas têm os mesmos direitos dos homens em todos os aspectos, inclusive de viver umavida sexual sem cinto de castidade da hipocrisia social. Se o homem pode praticar orgias, elas também podem, do contrário seriauma orgia entre homens, certo? É isso que os supostos machões pegadores do Brasil querem? Uma suruba entre homens?Beleza:Talvez esse seja um dos aspectos mais evidentes e ao mesmo tempo velado de que o homem brasileiro não gosta de mulher. Járeparou o rumo que tomou o parâmetro de beleza na última década? Mulheres saradas, com as coxas mais grossas que jogadoresde futebol, ombros definidos como nadadores e muitas delas chegam ao absurdo de ter barriga tanquinho. Tem algo maismasculino do que um corpo musculoso? Sinceramente, não sinto nenhum desejo por mulheres com corpos parecidos com os dehomens, pois eu ainda gosto de mulher, não uma versão feminina de Adônis.Esse foi o modo que os falsos machões encontraram para realizar sua fantasia sexual homossexual sem que ninguém perceba.Transformou as mulheres em seus pares, só que do sexo oposto, assim transam consigo mesmo sem que ninguém perceba suaatração por corpos musculosos com formas totalmente atípicas da mulher de verdade.Que fique bem claro, não tenho nada contra o homossexualismo, (veremos isso abaixo)e contra as mulheres musculosas, afinal decontas cada um faz o que quer. Estou apenas ponderando sobre um aspecto que poucas pessoas fizeram até então. Homossexualismo:A população humana é mais ou menos dividida em 51% de mulheres e 49% de homens, temos em tese uma mulher para cadahomem. Agora se 20, 30, 40% dos homens for homossexual, cada hétero terá mais mulheres à disposição, visto que há menosconcorrência. Se as mulheres tiverem então liberdade para transar com mais de um homem, a probabilidade de cada homemtransar com mais de uma mulher então se multiplica. Simples não é? Parece que não, pois ao invés de respeitar o homossexualismonem que seja para ter mais mulheres à disposição, o homem brasileiro saiu à caça dos homossexuais.Quantas vezes você leu, viu ou ouviu notícias e relatos de agressão a homossexuais na última década? E no último ano, quantasvezes viu nos jornais e TVs notícias de ataques covardes aos homossexuais nas principais cidades do país? Existe declaração deamor aos homens maior do que essa? Afinal de contas, cada vez que um suposto machão pegador agride e mata um homossexual,ele proporcionalmente aumenta a concorrência por mulheres. Além do mais, os homossexuais são mais educados e mais bem-sucedidos, se fossem héteros levariam todas as mulheres que os supostos machões burros trogloditas gostariam de ter.Mas a verdade é outra. A verdade é que os ataques aos homossexuais, não é porque não gostam deles, e sim porque os supostosmachões héteros são apaixonados por homens e por isso vêem nos homossexuais uma concorrência desleal que está se tornandocada vez mais comum, então resolveram partir para o ato desesperado de tentar erradicar o homossexualismo do Brasil na base daporrada. Portanto, toda vez que você ouvir um "machão" dizendo que gay tem que tomar porrada, tenha certeza que esse cara éapaixonado por um homem. Nudez:Já percebeu o quanto a sociedade dos supostos machões do Brasil odeia e combate a nudez? Praia de nudismo é raridade, topless écontravenção podendo acarretar até mesmo em prisão. Por outro lado homens bêbados que atropelam pessoas inocentes nascalçadas não precisam nem fazer um teste de bafômetro.Quem não se assustou diante dos supostos alunos universitários héteros chamando a colega de puta por ela usar um vestido muitocurto? Pera lá; se sou hétero eu quero mais é que ela e outras colegas venham com vestidos cada vez mais curtos, quem tem queimpor as normas no Campus é a diretoria, não eu. Aquela foi a maior demonstração pública de que os homens brasileiros realmentenão gostam de mulher. Um ambiente universitário, onde deveriam estar as mentes mais desenvolvidas e futuro do país mostrouexatamente o oposto. Macacos ensandecidos aos berros chamando a colega de puta. Se fosse um estudante com o peito sarado ebarriga tanquinho a reação teria sido a mesma?Existe um porém. Eu posso ter exagerado, posso estar enganado, e tudo o que foi dito acima não é ódio pelas mulheres. Pode ser oque o famoso pegador brasileiro goste mesmo de mulher. Então tudo o que foi dito é apenas fruto do machismo, da violênciaimpune, atraso persistente, da burrice endêmica... Francamente, não sei qual das hipóteses me deixa mais triste.Eu poderia usar vários outros argumentos do quotidiano do Brasil para mostrar o quanto nossos homens odeiam as mulheres.Poderia usar números oficiais, pesquisas, páginas na da internet para justificar a minha afirmação de que o homem brasileiro nãogosta de mulher, mas eu deixo isso a encargo de cada leitor, que caso após essa leitura tenha interesse em se aprofundar sobre o

Activity (2)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 hundred reads

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->