Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Discurso sobre o Brasil Carinhoso

Discurso sobre o Brasil Carinhoso

Ratings: (0)|Views: 23|Likes:

More info:

Categories:Types, Legal forms
Published by: Aloysio Nunes Ferreira on Sep 13, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/13/2012

pdf

text

original

 
 
SENADO FEDERAL
 
SF
- 201
SECRETARIA-GERAL DA MESA
 
SECRETARIA DE TAQUIGRAFIA
12/09/2012
C:\Users\LucianaMoherdaui\Downloads\120912 MP 570 Merito Brasil Carinhoso.doc 13/09/12 10:55
 
O SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA
(Bloco/PSDB – SP. Paraencaminhar) – Sr. Presidente, Srªs Senadoras, Srs. Senadores, o programainstituído por essa Medida Provisória, que vamos votar na forma do Projeto de Leide Conversão, tem um nome meigo de Brasil Carinhoso.Eu não tenho como ser contra, Sr. Presidente, ao mérito do programaem si. Afinal de contas, o Programa visa a suprir, ou luta por suprir uma dasprincipais e mais gritantes carências da educação brasileira, que é exatamenteaquela que diz respeito à educação infantil.A Medida Provisória foi baixada em maio deste ano. Seguramentedepois que a Srª Presidente da República constatou o fracasso do Governo emcumprir uma promessa da própria Presidente de entregar 6.427 creches até 2014.Saibam os Srs. Senadores que, até o mês de maio, quando foi editadaessa Medida Provisória, das 6.427 creches prometidas pela Presidente a serentregue até 2014, nós tivemos uma distancia imensa em relação à realidade, poisdos R$2.300 bilhões empenhados em 2011, somente R$383 milhões foram pagosaté esse mês de maio. Para cumprir a promessa da Presidente Dilma, o Ministérioda Educação, sob a gestão do atual candidato do PT à prefeitura de São Paulo,deveria ter inaugurado, durante o período em que S. Exª ocupou o Ministério, 178creches por mês, até sua saída do Ministério. Sabem V. Exªs quantas crechesforam entregues? Zero. Nenhuma.Então, diante do fracasso dessa iniciativa, a Presidente lança essamedida provisória, que contém aspectos meritórios, no meu entender. Ela aumentao repasse de recursos, a transferência de rendas para famílias que matriculem seusfilhos nas escolas de educação infantil; permite o repasse de recursos, a essetítulo, a Estados e Municípios, para que eles possam construir creches; permite,também, no programa Minha Casa, Minha Vida, que parte dos recursos financeirosdestinados a construção de casas sejam dedicados a construção de creches e pré-escolas; uma série, portanto, de medidas positivas, contra as quais eu não terianada a dizer.O problema é que a meiguice do Brasil Carinhoso acaba quando, maisuma vez, por medida provisória, a Presidente da República altera, vulnera,revoluciona para pior a Lei de Licitações, a Lei nº 8.666, pois, novamente nessamedida provisória é criado o sistema especial de contratação, dessa vez paraconstrução de creches e pré-escolas.Srs. Senadores, nós já temos esse regime especial, Senador Agripino,que discorreu sobre isso com perfeição quando discutíamos a adoção dessesistema em relação às obras da Copa. Lembro aos senhores, aos nossostelespectadores sobretudo, que dispensa o projeto da contratação da obra,simplesmente dispensa o projeto. Não se sabe, quando se abre a licitação, quantose vai gastar.Muito bem. Nós já temos esse sistema para as obras da Copa, játemos para as obras das Olimpíadas, já temos para as obras do PAC. E o que é oPAC? É tudo, qualquer coisa pode ser carimbada como sendo obra do PAC. Aindarecentemente adotou-se esse regime, que, na verdade, dispensa licitação, umregime especial de compras, para insumos considerados estratégicos peloMinistério da Saúde.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->