Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
12Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Yvonne Lindsay - Um Homem Honrado (Desejo 156)

Yvonne Lindsay - Um Homem Honrado (Desejo 156)

Ratings: (0)|Views: 490|Likes:
Published by emaildagloria4308

More info:

Published by: emaildagloria4308 on Sep 15, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

03/01/2013

pdf

text

original

 
Um Homem Honrado
Honor-Bound Groom
Yvonne Lindsay 
Homem de agosto:
Alexander Castillo, CEO e filho mais velho.
Seu dilema:
Acabar com a maldição da família.
Sua única opção:
Casar.Desde a infância, Alexander estava destinado a se casar com uma mulherescolhida para ele e o por ele! Para sua felicidade, a pretendente, LorenDubois, parecia mais do que adequada para ocupar a posição de esposa...perante a sociedade e também na cama dele. Só que Alexander jamais esperaraque Loren o cativasse tanto, a ponto de conquistar seu coração.
 
109494453.doc 
Tradução
Monica Britto
Harlequin
2011
Querida leitora,
 A possibilidade de um casamento arranjado é capaz de provocar arrepios a muitaspessoas, não é mesmo? Alexandrer sentia-se assim. Desde a infância, Loren foraprometida a ele. Mas o que parece nada empolgante pode tomar outros rumos... Acompanhe... e torça pelo poder do amor!
Equipe Editorial Harlequin Books
PUBLICADO SOB ACORDO COM HARLEQUIN ENTERPRISES II B.V./S.à.r.l.Todos os direitos reservados. Proibidos a reprodução, o armazenamento ou atransmissão, no todo ou em parte.Todos os personagens desta obra são fictícios. Qualquer semelhança com pessoas vivasou mortas é mera coincidência.Título original: HONOR-BOUND GROOMCopyright © 2010 by Dolce Vita TrustOriginalmente publicado em 2010 por Silhouette Desire Arte-final de capa: nucleo-i designers associadosEditoração eletrônica: ABREU’S SYSTEMTel.: (55 XX 21) 2220-3654 / 2524-8037Impressão:RR DONNELLEYTel.: (55 XX 11) 2148-3500,www.rrdonnelley.com.br Distribuição exclusiva para bancas de jornais e revistas de todo o Brasil:Fernando Chinaglia Distribuidora S/A.Rua Teodoro da Silva, 907Grajaú, Rio de Janeiro, RJ — 20563-900Para solicitar edições antigas, entre em contato com oDISK BANCAS: (55 XX 11-) 2195-3186/2195-3185/2195-3182Editora HR Ltda.Rua Argentina, 171, 4
o
andar São Cristóvão, Rio de Janeiro, RJ — 20921-380Correspondência para:Caixa Postal 8516Rio de Janeiro, RJ — 20220-971 Aos cuidados de Virgínia Riveravirginia.rivera@harlequihbooks.com.br 
2
 
109494453.doc 
PRÓLOGO
Isla Sagrado, três meses atrás...
— Abuelo está perdendo o juízo. Hoje ele falou novamente sobre a maldição. Alexander Castillo recostou-se na cadeira confortável de couro e olhou penalizadoseu irmão Reynard.Nosso avô não esficando louco, apenas envelhecendo e se preocupaconosco. — O olhar de Alex abrangia o irmão caçula, Benedict, também. — Temos defazer algo a respeito, alguma coisa drástica, e logo. Esta publicidade negativa sobre amaldição não afeta somente a ele, mas também nossos negócios.— É verdade. A receita da adega está baixa este trimestre. Mais do que o previsto— Benedict concordou, pegando seu copo de Castillo Tempranillo e dando um gole. —Certamente não é a qualidade do vinho que está fazendo com que isso aconteça.— Coloque seu ego em seu lugar de direito e mantenha o foco — Alex resmungou.— Isto é sério, Reynard, você é o cabeça da nossa publicidade. O que podemos fazer pela família como um todo a fim de deixar essa maldição idiota para trás?Reynard olhou-o, incrédulo.— Você realmente quer dar crédito à maldição?— Se isso significar que vamos poder fazer as coisas em equilíbrio novamente.Devemos isso a
abuelo.
Se tivéssemos agido de maneira mais tradicional, então o as-sunto não teria vindo à tona.Os Castillo nunca foram reconhecidos pela sua perspectiva tradicional,
mi hermano
— Reynard enfatizou com um sorriso depreciativo.E veja onde isto nos colocou Alex questionou. Trezentos anos e amaldição da governanta ainda recai sobre nós. Acreditando ou não, de acordo com alenda, somos nós, a última geração. Se não fizermos as coisas direito, uma nação inteira,o que inclui nosso avô, acreditará que será o fim da família Castillo. Quer isso em suaconsciência? — Ele olhou para o irmão do meio, antes de fixar o olhar em Benedict. — Evocê?Reynard sacudiu levemente a cabeça, incrédulo. Parecia atordoado por seu irmãomais velho ter se juntado a seu avô naquela crença louca de que uma lenda antigapudesse ser baseada na verdade. E mais: que ela pudesse afetar a prosperidade deles eaté mesmo ameaçar a vida que tinham hoje. Alex entendia o ceticismo de Reynard, mas que escolha tinham? Enquanto oshabitantes locais acreditassem na maldição, a má publicidade afetaria o modo com o quala família Castillo conduzia os negócios. E enquanto
abuelo
acreditasse na maldição, oscaminhos escolhidos por ele e seus irmãos poderiam criar ou destruir a felicidade dohomem que os havia criado.— Não, Alex. — Reynard suspirou. — Não quero ser responsável pela falência denossa família mais do que você já é.Então o que faremos a respeito? Benedict desafiou-os com um riso mal-
3

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->