Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Dilthey Tipos de Concep Ao Do Mundo

Dilthey Tipos de Concep Ao Do Mundo

Ratings: (0)|Views: 1|Likes:
Published by Francisco Razzo

More info:

Published by: Francisco Razzo on Sep 23, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/23/2012

pdf

text

original

 
   i   i   i   i   i   i   i   i
 
www.lusosofia.net
OS TIPOS DECONCEPÇÃO DE MUNDO
Wilhelm DILTHEY
Tradutor:Artur Morão
 
   i   i   i   i   i   i   i   i
 
   i   i   i   i   i   i   i   i
 
Apresentação
Pertence o presente escrito,
Die Typen der Weltanschauung und ihre Ausbildung in den metaphysischen Systemen
, à última fase dopensamento de W. Dilthey (1833-1911). E obedece a um intuitoseu, muito peculiar, quase uma obsessão: a elaboração de uma teo-ria morfológica das imagens do mundo e dos sistemas metafísicos;a explicitação do sentido da luta filosófica dos sistemas e a acen-tuação da relatividade do pensar humano, para obviar ao cepticis-mo segregado pelo espectáculo do antagonismo, da anarquia e damultiplicidade ilimitada dos sistemas filosóficos.A análise de Dilthey finca-se nos pressupostos da sua filosofiadavida. Vejamosunsquantos. Ofundodequepartetodoopensareagir humano é a vida: inconcebível, inexplicável, impérvia ao con-ceito ou pelo conceito, ela é essencialmente pluralidade de aspec-tos, transição para opostos reais, luta de forças; é um processo dediversificação e de diferenciação que se desdobra em experiênciasinéditas. É próprio da vida manifestar-se e objectivar-se em sím-bolos, suscitar mundos, pois todo o dentro busca expressão numfora. Eis porque ela surge como a raiz última da mundividência(
Weltanschauung
).Despontaassimumsegundomomento. Narelaçãocomomeio,a vida desfralda-se, recebendo e agindo; a sua unidade discrimina-se e, neste seu diferençar-se, sobressai o nexo indissolúvel do Simesmo e do mundo, que é o seu outro. Neste liame vivo, o caossensível desenrola-se em mundo e perfila-se como mundo, gerandouma conexão de valores como uma jerarquia característica. Diltheyafirma com força que a vitalidade interna e o mundo exterior seencontram sempre juntos numa referência recíproca; jamais se se-param. Por outro lado, na imaginação, faculdade copulativa ouconexiva por excelência, o mundo é simultaneamente impressãoafectiva, determinação axiológica e objecto-fim. Quer isto dizerque o mundo, como grandeza independente, é simples abstracção,pois o Si mesmo e o mundo são correlatos, mas não apenas ao nívelda representação. Esta juntura implica-nos como seres vivos, sen-

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->