Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Como escolher o nome em Japonês

Como escolher o nome em Japonês

Ratings: (0)|Views: 2 |Likes:
Published by Hideki Anagusko

More info:

Published by: Hideki Anagusko on Oct 06, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/03/2014

pdf

text

original

 
 
Como escolher o nome em Japonês
 
Estação do ano, número de caracteres e situaçãodo nascimento são fatores avaliados na hora da escolha
 
(Reportagem: Yoko Fujino/NB)
 
 Akiko, Michiko, Hiroshi, Kenji... mesmo depois de gerações vivendo noBrasil, os nikkeis ainda gostam de dar nomes japoneses a seus filhos. Amaioria já não domina a língua dos ancestrais, porém se preocupa emperpetuar sua origem. Com tantas gerações e miscigenações entrebrasileiros, muitos nikkeis, que não carregam mais um sobrenome japonês,
optam por colocar uma “marca” japonesa no prenome.
 
O sansei Mario Nakajima não tem prenome japonês, mas o deu aos três
filhos: Hitomi, Kenji e Kenzo. “Escolhemos os nomes p
or meio de pesquisacom parentes e amigos. O nome da minha filha, Hitomi, foi escolhido pelo
significado: menina dos olhos”, explica o sansei. Recentemente, Mario
recebeu uma boa notícia: a chegada da sua neta. Seu filho e a nora
resolveram dar uma “estampa” japonesa para esse futuro bebê também.“Gostei muito quando me contaram que a minha neta vai se chamar 
Manuela Harumi. Penso que de alguma forma temos que manter um elo
com nossas origens”. O filho, Marcelo Kenzo, explica que gosta de seu
nome japonês desde criança, e isso influenciou na decisão. Outro fator foi a
vontade de passar à sua filha o legado japonês: “Tenho o desejo de
transmitir um pouco da cultura japonesa adiante, já que aqui no Brasil,devido à mistura de raças, as características físicas
vão se perdendo de geração em geração”.
 
A escolha
 
 A forma de escolher um nome no Japão é bastante variada. O mais comum é associar um ideograma que seufilho vai carregar pelo resto de sua vida com eventos da natureza ouacontecimentos no momento do nascimento, como nome de flores, estação do
ano. Outros já preferem “imprimir” no nome qualidades que eles desejam para
seu filho. Há também nomes inspirados em religião ou personalidades. Assim,uma criança que nasceu num dia de neve (yuki, em japonês) pode receber onome de Yukiko, se menina, e Yukio, se menino. Para saber o significado, bastaver com que ideograma ele é escrito.
 
Modismo
 
Os pais não podem criar nomes só a partir de sua vontade: a legislação japonesa determina que prenomes só podem usar hiragana, katakana, algunssinais linguísticos e de uma lista de 2.928 ideogramas. Essa lista passou por 
revisão recentemente, e ideogramas como “ichigo” (morango) hoje podem ser 
usados para compor prenomes.
 
Os nomes japoneses também passam por modismos. Anualmente, é divulgadapela seguradora japonesa Meiji Yasuda, a lista dos 100 nomes mais populares
 
 
de meninos e meninas que nasceram naquele ano. O levantamento é feito com base nas novas inscrições deapólices feitas pelos segurados. A lista traz os nomes mais populares desde 1912, possibilitando notar osmodismos ao longo de quase 100 anos: nomes como Isamu (coragem) e Masaru (vencer) eram mais popularesna primeira metade da década de 1940, quando o Japão estava em meio à Segunda Guerra Mundial. Já emépocas de paz, nomes que fazem alusão a características mais sociáveis como Yuu (carinho) e Makoto(verdade, sinceridade) são mais populares, tanto para meninos como para meninas.
 
 Acontecimentos históricos também marcam os nomes: em 1927, ano seguinte à ascensão do imperador 
Showa, três dos dez mais populares nomes entre meninos continham o ideograma “sho”. No ano seguinte, o
mesmo ideograma só aparece em um nome entre os dez mais populares, no mesmo ranking.
 
Outro modismo recente é a ausência do ideograma “ko” (criança, filha) no nome das meninas como Yui,
Nanami, Hina, Yuka, Misaki, Sakura.
 
Número
 
Um fator que muitos japoneses levam em consideração na escolha do nome é a quantidade de traços usadosna sua escrita. A soma dos números de traços dos ideogramas do nome e do sobrenome pode caracterizar umfuturo bom ou ruim para aquela pessoa. É comum pais e avôs consultarem numerólogos e especialistas emnomeação. Existem também softwares e sites que ajudam os pais a compor nomes de acordo com o númerode traços desejados. Quando o nome desejado, combinado com o sobrenome, não dá um número bom, troca-se o ideograma por um outro com sonoridade semelhante, até chegar a um número desejado.
 
Nomes japoneses podem também conter ideogramas de números como 1, 2 e 3, para reforçar a ordem denascimento dos filhos. O primogênito seria Ichiro ou Kazuo, e o segundo filho homem seria Jiro ou terminaçõesem ji (dois), como kenji. O terceiro, Saburo, e o quarto, Shiro. Mas essa forma de nomear caiu em desusoporque os casais já não têm filhos em número suficiente para enumerar. Esses mesmos nomes podem ser grafados com ideogramas de outro significado.
 
Nomes na família imperial
 
 A família imperial japonesa tem a sua regra na escolha do nome dos bebês dosexo masculino: desde a época do imperador Taisho, os filhos recebem o nome
com a terminação “hito”. Mais recentemente, o filho do príncipe Akishino
(Fumihito), irmão mais novo do príncipe herdeiro Naruhito, deu o nome Hisahito
ao seu filho. O ideograma “hito” representa conceito como compaixão e
consideração, sendo uma das cinco qualidades que as pessoas devemobservar, de acordo com o confucionismo. Já entre as mulheres, não há regra.
 
Nomes estranhos
 
Se de um lado a lei veta o uso de determinados ideogramas, por outro não há restrição para sua pronúncia. A
revista Shuukan Bunshun fez matéria na edição de 23 de abril deste ano com o título “Crianças com nomes que

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->