Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword or section
Like this
2Activity
×
P. 1
CONTRATOS CIVIS

CONTRATOS CIVIS

Ratings: (0)|Views: 296|Likes:
Published by António Tam

More info:

Published by: António Tam on Oct 07, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

11/11/2012

pdf

text

original

 
CONTRATOS CIVIS (Pontos essenciais)
Compra e Venda
- da definição dada pelo 874º resulta que a compra e vendaconsiste essencialmente na transmiso de um direitocontra o pagamento de uma quantia pecuniária,constituindo economicamente a troca de uma mercadoriapor dinheiro. // sendo um contrato translativo de direitos, ac/v pressupõe a existência de uma contrapartida pecuniáriapara essa transmissão SE não existir qualquercontrapartida o contrato é qualificável como doação.-
Caracterização
: 1) contrato nominado e típico (leiestabelece o seu regime) 2) contrato consensual quanto àconstituição basta o mero acordo das partes para que hajauma compra e venda – não e necessária a entrega da coisanem é necessário o pagamento do preço (são efeitosobrigacionais do contrato) o o necesrios para ocontrato. 3) contrato primordialmente não formal – é, regrageral, um contrato não formal ainda que a lei o sujeite aforma especial, como sucede na compra e venda de bensimóveis e noutras situações. 4) contrato obrigacional(constitui 2 obrigações) e contrato real quoad effectum(transmissão de direitos reais). 5) contrato oneroso – existeuma contrapartida pecuniária em relação à transmissão dosbens, importando sacrifícios económicos para ambas aspartes. 6) Contrato sinalagmático – surgem obrigações paraambas as partes, existindo entre elas um nexo decorrespectividade já que uma é razão da outra // asobrigações do vendedor e do comprador constituem-setendo cada uma a sua causa na outra (o que determina quepermaneçam ligadas durante a fase da execução docontrato – não podendo ser realizada sem a outra.) aplicam-se algumas regras relativas ao sinalagma contratual como aexcepção de não cumprimento, caducidade do contrato porimpossibilidade de uma das prestações, resolução porincumprimento. 7) Comutativo - ambas as atribuições
1
 
patrimoniais, se apresentam como certas, não severificando incerteza nem quanto à sua exisncia nemquanto ao seu conteúdo. MAS a lei admite que a c/v possafuncionar como contrato aleatório como nas hipóteses devenda de bens futuros, frutos pendentes, partescomponentes e integrantes a que as partes atribuem essecarácter – 880º/2. 8) Contrato e execução específica - querem relação à obrigação de entrega, quer em relação àobrigação de pagamento do pro, o seu conteúdo eextensão o é delimitado em fuão do tempo. Estasituação ocorre MESMO na venda a prestações dado que,apesar do seu fraccionamento em diversos peodos detempo, este apenas determina a forma de realização daprestação, não influenciando o seu conteúdo e extensão.-
Forma
: contrato lido e eficaz: 1) substancialmente:plena capacidade negocial; legitimidade; patologias queafectem a vontade de contratar. 2) formalmente: regrageral: 219º - liberdade de forma // contrato essencialmenteconsensual – não é estabelecida nenhuma forma especial #quando exista disposição legal que expressamente exijaforma como condição de validade = nulidade (220º) // casoda compra e venda de imóveis + venda a domicilio +transmissão do direito de autor (exige escritura publica),etc. NOTA: os moveis sujeitos a registo O PERDEM anatureza de moveis e por isso não estão sujeitos a forma.-
 
tem de se atender também ao principio da legitimação(9º/1 CRP) os facto de que resulte a transmiso dedireitos ou constituão sobre imóveis o podem sertitulados sem que os bens estejam definitivamente inscritosa favor da pessoa de quem se adquire o direito.-
Registo
: formalidades necessárias para efeitos de registodo bem não são condição de validade formal do negocio.-
Efeitos essenciais do contrato c/v
(879º):1)
efeitos reais
transmissão da propriedade: produz-se
2
 
imediatamente por mero efeito do contrato (408º/1) SENÃO houver reserva de propriedade – 409º.- a transferência ou constituição do direito real é imediata einstantânea – a propriedade é transmitida apenas com baseno simples consenso das partes principio daconsensualidade. Entre nos vigora o sistema do titulo já quea sua existência é só por si suficiente para produzir o efeitoreal, o sendo necessário qualquer acto posterior deentrega ou outra formalidade. // inerente a este artigo estao principio da causalidade já que a validade ouregularidade da causa de aquisição é imprescindível paraque essa constituição ou transmissão se opere, pelo quequalquer vicio no negocio causa afectará a transmissão dapropriedade.- Efeito real do contrato: as partes podem convencionarefeito meramente obrigacional? Doutrina dominante – não!MAS há situações em que a própria lei não confere efeitoreal lei atribui a eficia translativa num momentoposterior / eficácia translativa diferida- excepções ao principio da consensualidade: o nossodireito reconhece ao lado da venda real outro tipo devenda, existente nos sistema do titulo e modo e modo: avenda obrigatória – contrato nunca produzir efeitos reais,apenas tendo por função a constituão de obrigações,resultando assim a transferência da propriedade de umsegundo acto, que o vendedor se obriga a praticar, o qualproduz efeitos reais pela c/v a propriedade não étransferida.- situação de bem futuro – 2 situações: ainda não existe OUexiste mas não existe na titularidade do vendedor. Comprae venda com efeitos meramente obrigacionais aaomomento em que o vendedor tenha a coisa. Em caso deincumprimento há uma Mera indemnização –408º/2; 880º/1.- partes integrantes: 20/3 definão coisas que se
3

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->