Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Professor - EducaÇÃo Fisica

Professor - EducaÇÃo Fisica

Ratings: (0)|Views: 5 |Likes:

More info:

Published by: Aline Marcio Fernandes on Oct 17, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/18/2014

pdf

text

original

 
1
PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO BENTO DO SUL – SC
MATUTINO
PROCESSO SELETIVOPROVA OBJETIVA – PROFESSOR – EDUCAÇÃO FÍSICALeia atentamente as INSTRUÇÕES:1.
Confira seus dados no cartão-resposta: nome, número de inscrição, cargo para o qual seinscreveu.
 2.
Assine seu cartão-resposta.
 3.
Aguarde a autorização do Fiscal para abrir o caderno de provas. Ao receber a ordem dofiscal, confira o caderno de provas com muita atenção. Nenhuma reclamação sobre o total dequestões ou falha de impressão será aceita depois de iniciada a prova.
 4.
Sua prova tem
45
questões, com
4
alternativas.
 5.
Preencha toda a área do cartão-resposta correspondente à alternativa de sua escolha, comcaneta esferográfica (tinta azul ou preta), sem ultrapassar as bordas. As marcações duplas ourasuradas ou marcadas diferentemente do modelo estabelecido no cartão-resposta poderãoser anuladas.
 6
. O cartão-resposta não será substituído, salvo se contiver erro de impressão.
 7.
Cabe apenas ao candidato a interpretação das questões,
o fiscal
não poderá fazer nenhuma interferência.
 8.
A prova será realizada com duração máxima de
3 (três) horas
, incluído o tempo para arealização da prova objetiva e o preenchimento do cartão-resposta.
 9.
O candidato poderá retirar-se do local de realização das provas somente
1 hora
após o seuinício.
 10.
O candidato poderá retirar-se da sala levando consigo o caderno de provas somente
1hora e trinta minutos
após o seu início.
 11.
Ao terminar a prova, o candidato deverá entregar ao fiscal de sala o cartão-respostapreenchido e assinado.
 12
. Os
3 (três
) últimos candidatos que realizarem a prova devem permanecer na sala paraacompanhar o fechamento do envelope contendo os cartões-resposta dos candidatospresentes e ausentes, e assinar a ata de sala atestando que o envelope foi devidamentelacrado.
 BOA PROVA!
 
2
PROVA OBJETIVA – PROFESSOR – EDUCAÇÃO FÍSICALÍNGUA PORTUGUESA“Motivo”Eu canto porque o instante existee a minha vida está completao sou alegre nem sou triste:sou poeta.Irmão das coisas fugidias;não sinto gozo nem tormento.Atravesso noites e diasno vento.Se desmorono ou edifico,se permaneço ou me desfaço,- não sei, não sei. Não sei se ficoou se passo.Sei que canto. E a canção é tudo.Tem sangue eterno a asa ritmadaE um dia sei que estarei mudo:- Mais nada.
Cecília Meireles
 In: http://www.fabiorocha.com.br/cecilia.htm. Acesso em 20.01.2011.
 
Sobre este poema, responda às três questões seguintes:01. Julgue as proposições abaixo de acordo com o que se pode inferir do texto acima e marque aalternativa CORRETA:I – Logo que iniciamos a leitura do poema, notamos que é todo elaborado em primeira pessoa, trata-sedo “eu” lírico, que se refere à subjetividade, ao íntimo, à descrição dos sentimentos.II – Para expressar a subjetividade do “eu” lírico, o poema é estruturado com vários predicativos dosujeito, como nos versos “o sou alegre nem sou triste: / sou poeta.”III – Os versos “E um dia sei que estarei mudo: / - Mais nada.podem caracterizar, dentro do contextopoemático, um eufemismo para a morte.
 a) Somente a proposição I está correta.b) Somente as proposições I e II estão corretas.c) As proposições I, II e III estão corretas.d) Nenhuma das proposições acima está correta.
 02. É INCORRETO afirmar sobre o poema que:
 a) O “eu” lírico reafirma a importância dada ao presente, ao tempo do “agora”, iniciado na primeira estrofe, pois opoeta continua a cantar e diz que a canção é tudo, assim como o poema, porque são eternizados com o passar do tempo, assim como o voo ritmado das asas dos pássaros, enquanto que ele e nós somos finitos - um dia,ficaremos mudos e não seremos mais nada. A música, que muitos consideram desnecessária, será e é eterna,como o espírito.b) Esse poema é todo elaborado em antífrase, o que se pode observar em: “alegre” # “triste”; “noite” # “dia”;“desmorono” # “edifico”; “permaneço” # “desfaço”; “fico” # “passo”.c) Nos versos “Se desmorono ou edifico,/ se permaneço ou me desfaço,/ - não sei, não sei. Não sei se fico/ ouse passo.” podemos dizer que ocorre a gradação, ou seja, o encadeamento gradual dos termos relativos a umaideia, que intensifica a dúvida do “eu” lírico sobre uma decisão a ser tomada.d) O título “Motivo” pode significar uma esperança que o “eu” lírico sente para poder continuar vivendo, apesar de conscientemente saber que ela, a vida, é uma passagem para um outro plano desconhecido.
 03. É CORRETO afirmar que:
 a) Na primeira estrofe, o “eu” lírico dá importância ao tempo presente, à criação do seu poema. Afirma que opoeta declara os sentimentos para as pessoas, mas o poeta é imparcial.b) No terceiro verso da primeira estrofe há uma antítese entre “alegre” X “triste”. Entretanto, ao colocar aspalavras “não” e “nem”, o “eu” lírico dá um tom de indiferença, mas a alegria e jovialidade persistem com o usodas consoantes semi-abertas /o/, /e/ e as vogais fechadas /u/ e /i/.c) No último terceto do soneto, primeiro verso, há assonância da oclusiva /k/, o que sugere o ritmo da batida docoração, quando eterniza a música, a canção, enquanto a aliteração da vogal /a/ sugere um sentimento dealegria do “eu” lírico.
 
3
d) Na segunda estrofe, chama a atenção ao valor que se dá às coisas passageiras, para que nos prendamos aelas, pois passam como o vento. Deve-se agir como o poeta, que não é livre como o vento. Logo, não sente“gozo” nem “tormento”.
 TELEVISÃOA televisão me deixou burromuito burro demaisagora todas as coisas que eu pensome parecem iguaiso sorvete me deixou gripadopelo resto da vidae agora toda noite quando eu deitoé "boa noite, querida"ô Cride, fala pra mãeque eu nunca li num livroque o espirro fosse um vírus sem curae vê se me entende pelo menos uma vez, criaturaô Cride, fala pra mãea mãe diz pra eu fazer alguma coisamas eu não faço nadaa luz do sol me incomodaentão deixa a cortina fechadaé que a televisão me deixou burromuito burro demaise agora eu vivo dentro dessa jaulajunto dos animaisô Cride, fala pra mãeque tudo que a antena captarmeu coração capturae vê se me entende pelo menosuma vez, criaturaô Cride, fala pra mãe.
Arnaldo Antunes, Marcelo Frommer e Toni Belotto (Titãs) – álbum Televisão (1985).
 In: http://televisao.titas.letrasdemusicas.com.br/. Acesso em 21.01.2011.
 
04. De acordo com o que se pode inferir da letra da música “Televisão”, é CORRETO afirmar que:I – Pode-se afirmar que o “eu” lírico dessa canção está nos dizendo que sua mente se assemelhou a umatela de televisão, em que todas as imagens desfilam como que chapadas, por mais distintas que possamparecer.II – O termo "televisão", ver à distância, passa a significar, portanto, não ver. O espetáculo pode não sera realidade. A telinha pode funcionar como um meio de ofuscamento.III – O telespectador ficou inerte, completamente passivo, e qualquer clarão o incomoda. Num sentidodenotativo, a escuridão tornaria a imagem mais nítida. Porém, no sentido conotativo da letra da músicaanalisada, não só o ambiente em que a televisão se encontra está escuro, mas a mente também estáescura e tão acostumada às sombras, que contrai imediatamente os olhos ao mais ameno raio de luz.
 a) Somente a proposição I está correta.b) Somente as proposições I e II estão corretas.c) As proposições I, II e III estão corretas.d) Nenhuma das proposições acima está correta.
 05. Observe as orações a seguir:I – Sobrevém agora, pois é chegado o momento final.II –Sobrevinde agora, pois é chegado o momento final.III – Não sobrevenhais agora, pois ainda não é chegado o momento final.É CORRETO afirmar:
 a) A oração I tem o verbo sobrever conjugado na 3ª pessoa do singular do modo imperativo afirmativo, e a suaforma verbal pode ser classificada como arrizotônica.b) A oração II tem o verbo sobrevir conjugado na 2ª pessoa do plural do modo imperativo afirmativo e a suaforma verbal pode ser classificada como rizotônica.c) A oração III tem o verbo sobrever conjugado na 2ª pessoa do plural do tempo presente do modo subjuntivonegativo e sua forma verbal pode ser classificada como rizotônica.d) A oração III tem o verbo sobrevir conjugado na 2ª pessoa do singular do tempo presente do modo imperativonegativo e sua forma verbal pode ser classificada como arrizotônica.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->