Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
boletim-metaconsciencia-7

boletim-metaconsciencia-7

Ratings: (0)|Views: 5 |Likes:

More info:

Published by: Alessandra F. Torres on Oct 28, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/12/2013

pdf

text

original

 
O
estudo a respeito da EFCs - Experiências Fora do Corpo - é relativamenterecente. Até bem pouco tempo atrás, o assunto era muito pouco divulgado econhecido. Assim, muita coisa ainda está por ser feita, tal como a sistematização dahistória do estudo e das práticas sobre essas experiências. Neste artigo, exploramos oassunto por meio de análise da bibliografia mundial sobre EFCs.Para realizar um levantamento sobre a produção literária sobre EFCs, recorremosà 1ª Edição do livro
Projeciologia – Panorama das Experiências Fora do Corpo
, escritopelo médico e paranormal brasileiro Waldo Vieira e publicado em 1986. Sobre ahistória e constituição dessa obra, os leitores poderão obter mais informações no
Boletim Metaconsciência Número 5
 (setembro de 2011). Não vamos, portanto, abordaresses aspectos do livro; assim, o foco deste artigo é descrever o que encontramos emsua bibliografia.
 
30 DE NOVEMBRO 2011
www.metaconsciencia.com
MetaconsciênciA
VOLUME II N7
Bibliografia das EFCs
Por:Cesar S. Machado 
1
Minerando Dados no Projeciologia
 
BOLETIM METACONSCIÊNCIA VOLUME 2 N
º
7 30 NOVEMBRO 2011
www.metaconsciencia.com
Cerca de 75% das obras (1430 obras)foram publicadas a partir de 1960. Percebe-se,então, que, antes desse período, o assunto EFCstinha uma veiculação muito restrita. Em 1960foram publicadas, em todo mundo, 10 obrasrelevantes sobre o assunto. Naquela ocasião,existiam apenas 477 obras relevantes, muitas dasquais em revistas, periódicos e livros que somenteestavam disponíveis em umas poucas bibliotecasnos Estados Unidos da América e paíseseuropeus. Portanto, uma pesquisa bibliográficasistemática sobre o tema naqueles dias não eranada fácil ou, por outro lado, apresentava poucosresultados. Essa situação se agrava mais ainda serecuarmos a períodos anteriores as 1940: cerca de83% das obras foram publicas após essa data.Observando a distribuição de publicaçõesao longo do tempo, nota-se que, entre 1847, anoda primeira publicação, e 1893, houve anos emque não se teve nenhuma nova publicaçãorelevante sobre EFCs e que, a partir de 1894, nãohouve mais anos sem publicações e que, a partir desse ano, o número de publicações vemaumentando continuamente até 1984. Em 1920,houve um pico de 17 publicações que somente serepetiria em igual número em 1963.
Distribuição das Publicações ao Longo do Tempo
.
 
2
Abrangência e Propriedade
 
O livro
Projeciologia
traz em sua extensa eexaustiva bibliografia cerca de 1907 obrasoriundas de todo mundo. Essa bibliografiadetalhada oferece, portanto, a melhor base dedados disponível hoje para pesquisa acerca dahistória e evolução da produção escrita sobre asEFCs.
Distribuição das Publicações ao Longodo Tempo
Cronologicamente, a bibliografia começacom os textos da Bíblia e da Grécia antiga.Circunstancialmente, cobre o período de 1847 comum livro de autor anônimo publicado em Londres,Inglaterra, com o título
The Unseen World:Communications With It 
, até 1985, com uma textode Vieira,
Técnica da Auto-hipnose Projetiva
,publicado no Jornal Espírita em São Paulo.Observe-se, contudo, que os originais de algumasobras como, por exemplo, as de Swedenborg,foram publicados no final do século XVIII. As obrasque constam na bibliografia são traduções ereedições posteriores. Considerando-se essepormenor, a bibliografia cobriria os últimos 245anos.
 
BOLETIM METACONSCIÊNCIA VOLUME 2 N
º
7 30 NOVEMBRO 2011
www.metaconsciencia.com 3
Entre 1940 e 1944, o número depublicações sofreu uma queda pois a vida diáriadas pessoas foi quase totalmente absorvida pelaSegunda Guerra Mundial. A partir de 1959, onúmero de publicações aumenta de formasignificativa e continuamente, provavelmentedevido à expansão dos veículos de informação.Por fim, em 1982, verifica-se o ápice com 132referências às EFCs.
Idiomas
 A maior parte das obras foi publicada eminglês, o idioma mais falado no mundo, comomostra o gráfico apresentado a seguir. Nota-se aocorrência de um grande volume de obras emportuguês, cerca de 30,90%, o que pode ser explicado, em parte, pelo fato de o autor ser brasileiro, o que facilitou uma pesquisa maisdetalhada nesse país. Contudo, especulamos que,a despeito disso, o tema deve ter sido maisabordado no Brasil do que na maioria dos demaispaíses.Cerca de 97,10% das obras forampublicadas em apenas seis idiomas e apenas 2,9%em todos os outros idiomas. Por um lado, issofacilita o trabalho dos pesquisadores, que nãoprecisam dominar muitos idiomas ou recorrer atradutores para ter acesso ao conteúdo dessasobras. Por outro lado, essa concentração empoucos idiomas mostra que, até 1984, o assuntoEFCs ainda tinha uma veiculação bem restrita.Essa situação é diferente hoje. Por exemplo, em2011, ao procurarmos pelo termo correspondentepara EFCs em japonês ou chinês, surgem nosmecanismos de busca da Internet dezenas demilhares de ocorrências, sendo que, no
Projeciologia
, consta apenas uma obra em cadaidioma, respectivamente.
Publicações por Países
 
Como pode-se observar, 98,18% daspublicações concentram-se em apenas 10 países.É notório, também, o fato de que o Brasil apareceem primeiro lugar na lista. Mais uma vez, issopode ser atribuído ao fato de que o autor do livro ébrasileiro, e, portanto, certamente dedicou muitomais tempo para pesquisar o assunto empublicações locais. Enfim, os idiomas inglês eportuguês são, de longe, os que concentram amaior parte das publicações com,respectivamente, 910 (47,71%) e 589 (30,88%)obras.
 
Com relação ao total de países,encontramos uma divergência com relação aominicapítulo 473 onde Vieira aponta quatro outrospaíses como origem das publicações (Grécia,Rússia, Japão e Suécia). A própria blibliografiaindica que as obras não foram publicadas nessespaíses.
Situação Atual
 
Uma pesquisa nos principais meios debusca na Internet revela que hoje (2011) o volumede publicações de todos os tipos (digitais eimpressas) nos países minoritários aumentou deforma significativa. Considere-se ainda que,atualmente, informações em outros tipos de mídia(áudio e vídeo) sobre o assunto também podemser facilmente encontradas na Internet nos maisvariados idiomas.
 
Publicações por Idiomas
 

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->