Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
6Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
RecursosExpressivos I

RecursosExpressivos I

Ratings: (0)|Views: 270 |Likes:
Published by armindaalmeida915

More info:

Published by: armindaalmeida915 on Nov 05, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/19/2013

pdf

text

original

 
 
RECURSOS EXPRESSIVOS
Nível Fónico
Aliteração
-
Repetição de sons consonânticos.
 
 “
F
ogem
luindo à
ina-
lor dos
enos.” (Eugénio de Castro) “Na messe, que enlourece, estremece a quermesse.” (Eugénio de Castro)
Assonância
-
Repetição de sons vocálicos.
 “Sino de Belém, pelos que inda vêm!
Sino de Belém bate bem-bem-bem.Sino da Paixão, pelos que lá vão!Sino da Paixão bate bão-bão-
bão.” 
(Manuel Bandeira, Poesia Completa e Prosa)
Onomatopeia 
- Conjunto de sons que
reproduzem ruídos do mundo físico
.Este conjunto de sons pode formar palavras com sentido (palavrasonomatopaicas).
 “
Bramindo
o negro mar de longe
brada
.” (Camões)
 
Rima 
-
Repetição de sons (não de letras) no fim dos versos ou no seu interior
.
Ritmo
-
Rápido, lent
o, melancólico, binário, ternário…
 
Métrica 
-
Pode não ser indiferente o número de sílabas métricas(contadas até à
última sílaba tónica).
A métrica mais usada em Camões:
redondilha maior e menor
 
(versos de sete e cinco sílabas, respetivamente) e
decassílabo
 
(no soneto e n’ 
Os
Lusíadas).
Página 1 de 9
 
 
Nível Morfossintático
Anáfora 
-
Repetição de uma ou mais palavras no início de verso ou de período.
 
 “
Toda a manhã
 /fui a flor/impaciente/por abrir. /
Toda a manhã
 /fui ardor/do sol/no teu
telhado. “ (Eugénio de Andrade) “É
brando
o dia,
brando
o vento.É
brando
o Sol e
brando
 
o céu.” (Fernando Pessoa)
Anástrofe-
 
Inversão da ordem direta das palavras.
 
 “Tirar Inês ao mundo determina.” (Camões)
Assíndeto
-
Supressão das partículas de ligação (vírgula, virgula,)
 
 “Quero perder
-
me neste Pisão, nesta Pereira, neste Desterro.” (Vitorino Nemésio)
 
 “Eu hoje estou cruel, frenético, exigente.” (Cesário Verde)
Elipse
-
Omissão de uma palavra (um adjetivo, um verbo, etc.) que subentende.
 
 “Quero
perder-me
 
neste Pisão, nesta Pereira, neste Desterro.” (Vitorino Nemésio)
Equivalente a:
Quero perder-me
neste Pisão, [
quero perder-me
] nesta Pereira, [
queroperder-me
] neste Desterro.
Hipérbato 
-
Inversão violenta da ordem dos elementos na frase.
 “Casos/Duros que Adamastor contou futuros.” (Camões)
 “Estas sentenças tais o velho honrado Vociferando estava.” (Camões)
Paralelismo
ou 
simetria
-
Repetição do esquema ou construção da fraseou do verso.
Página 2 de 9
 
 
 “
Meu
amor!
Meu
amante!
Meu
 
amigo!” (Florbela Espanca) “
E agora
José? A festa acabou/a apagou/o povo sumiu/a noite esfriou/e
agora
José?
Eagora
 
Joaquim? /Está sem mulher/está sem discurso/está sem caminho…” (Carlos Drummond
de Andrade)
Pleonasmo 
-
Repetição de uma ideia já expressa
.
 “
Vi
, claramente
visto
, o lume vivo.” (Camões) “Ó mar salgado, quanto do teu salSão lágrimas de Portugal!” (Fernando Pessoa)
Polissíndeto 
-
Repetição dos elementos de ligação entre palavras.
 “Aqui
e
no pátio
e
na rua
e
no vapor
e
no comboio
e
no jardim
e
onde quer que nos
encontremos.” (Sebastião da Gama) “
E
crescer
e
saber
e
ser
e
haver
E
perder
e
sofrer
e
 
ter terror.” (Vinicius de Morais)
Quiasmo
-
Estrutura cruzada de quatro elementos, agrupados dois a dois.Assim, o segundo grupo apresenta os mesmos elementos do primeiro, masinvertendo a ordem (J.M. Castro Pinto).
 
 “Joana flores
colhia
 /Joana
colhia
 
cuidado.” (Bernardim Ribeiro) “
Mais dura
, mais cruel,
mais rigorosa
,
Mais rigoroso
, mais cruel,
mais duro
.” (Jerónimo Baía)
Página 3 de 9

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->