Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
TUCANOLâNDIA

TUCANOLâNDIA

Ratings: (0)|Views: 0 |Likes:

More info:

Published by: Marcos Valério Mannarino Loures on Nov 08, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/03/2014

pdf

text

original

 
 
QUARTA-FEIRA, 6 DE SETEMBRO DE 2006
Santo de Casa Faz Milagre
Em Tucanolândia, as coisas estavam ficando muito esquisitas paraGerardim.
 
O seu grupo de apoio político tinha feito duas pesquisas eleitorais, poramostragem, a uma semana das eleições. A primeira foi feita compesquisa telefônica e, a propalada diferença de votos entre o ReiLulinha e o Gerardim, apresentava-se bem menor do que asapresentadas pelos institutos de pesquisa.
 
O pessoal do contra, como alguns jornalistas dos “governistas” OEstado de Saint Paul e a Folha de Saint Paul, argumentou que essapesquisa estaria viciada, pois a penetração de Gerardim era maiorentre as elites econômicas do reinado, portanto, donas da maioria daslinhas telefônicas.
 
A outra pesquisa, essa inédita, mostrava o crescimento assustador dacandidatura Gerardim, dando um empate técnico entre os doiscandidatos, coisa de mais ou menos quarenta por cento para cada um.
 
Essa pesquisa é a mola propulsora para que os marqueteiros dacandidatura tucana tenha maior garra e, como se sabe, garra é coisaque não falta aos tucanos.
 
Gerardim, depois que soube desses resultados, ainda não divulgados,ficou extasiado, sendo visto comendo numa churrascaria, entre brindese sorrisos.
 
Na noite passada, dormiu e sonhou. Sonhou com o país todoprivatizado, livre dessas estatais deficitárias e atrasadas. Parou numposto de gasolina, Shell, é claro, já que a Petrobrás tinha sidoprivatizada; passou no Banco de Boston, ex-Banco do Brasil, BB domesmo jeito, sacou um dinheiro extra, foi com Dona Lu, comprarumas roupinhas da Dasulu.
 
Fez uma fezinha na loteria, numa dessas agências da Caixa EconômicaMultinacional, pegou o Metrô, reparou como tinha ficado bonita anova decoração do mesmo, homenageando a francesa Metraux, quetinha adquirido o metropolitano paulista.
 
Deu um real para um mendigo que pedia esmola em frente ao Palácioda Alvorada.
 
Receberia , naquela tarde, os presidentes dos EUA e do México, paratentar incluir reiniciar as negociações da ALCA depois teria umencontro com os representantes do FMI, para solicitar umemprestimozinho bobo, coisa de quarenta bilhões de reais.
 
Só neste empréstimo, daria um salto de quatro por cento no PIB,depois outro é que pagasse a dívida...
 
 
Iria se encontrar com o grupo de golfistas baianos capitaneado porTonim Bondadeza.
 
À noite iria discutir a melhor forma de se evitar uma queda daprodução energética com o seu vice, e iria cair nos braços de Lu.
 
Esta prometera usar um vestido diferente dessa vez, um dos quasequatrocentos malocados no closet do quartinho de empregada dopequeno apartamento funcional que tinham conseguido enquanto sefazia a reforma do palácio.
 
Claro que dona Lu não iria conviver com aquelas coisas bregas daantiga ocupante. A churrasqueira já tinha sido desativada; agorasomente comidas leves.
 
A sala de acupuntura estava preparada para uma sessão no diaseguinte com o seu amado mestre japonês Mifu...
 
Aí, nesse instante, era anunciada a nova pesquisa: Lulinha tinhaaumentado a vantagem.
 
Gerardim, irado mandou que se divulgasse a pesquisa bomba que lhedeixava empatado com seu opositor.
 
Assim, a pesquisa feita entre os filiados do partido de Gerardim foimostrada para toda a imprensa...
 
publicado por marcos loures às 02:37
 
link do post|comentar|adicionar aos favoritos
 
Adicionar ao SAPO Tags|Blogar isto 
SEGUNDA-FEIRA, 4 DE SETEMBRO DE 2006
Alquimistas tucanos - Ouro vira titica, titica vira ouro...
Nas eleições que se aproximam em Tucanolândia, houve um fato quechamou a atenção dos mais atentos.
 
Um grupo de ex-aliados de Fernando Caudaloso passou a apoiar o ReiLulinha, o que causou uma série de reclamações e uma posição umtanto quanto incoerente dos aliados de Gerardim, ex-Dom GeraldAidimin.
 
Entre eles, temos alguns que, realmente já à época do antigo rei, nãoeram flor que se cheirasse mas tinham todo o carinho e rapa péscontumazes pela forma de governar do ex-rei.
 
Acontece que, pelo simples fato de não estarem mais do lado do antigomonarca, passaram a ser vistos como possíveis maculadores dacandidatura oficial à reeleição.
 
Por outro lado, um antigo desafeto de Dom Fernando Caudaloso, ovelho rei Topete Primeiro, a quem se deve, justiça seja feita, o plano deestabilização econômica logo usurpado pelo Tucano Mor, domFernando, o que justifica a fama de roubar ovos alheios da espécie,pelo simples fato de ter optado pela candidatura de Gerardim, passoua ser cantado em verso e prosa pelos ascetas tucanóides.
 
 
Gerardim, inclusive, passando por cima do Tucanão Fernando, passoua dar a paternidade do plano econômico ao verdadeiro pai. Tardiamedida e até certo ponto hipócrita, mas justa.
 
Agora, muito interessante essa maneira de se conviver com as pessoas.
 
O que era ouro passou a ser titica, e o que era titica vira ouro.
 
Esta é a forma dos alquimistas tucanos tentarem fazer de Gerardimum candidato dourado...
 
publicado por marcos loures às 20:02
 
link do post|comentar|adicionar aos favoritos
 
Adicionar ao SAPO Tags|Blogar isto 
Tucanolândia - Joga pedra...
Obviamente, como mudara de nome e depersonalidade, Gerardim resolveu se esquecer desuas origens tucanas e passou a omitir totalmente ofato de ser ligado visceralmente ao antigo rei, detriste memória, Dom Fernando Caudaloso.
 
Mas, como tudo na vida tem duas faces,principalmente se não tem princípios muitofortemente consolidados, houve um fato inusitado.
 
Numa reunião de bacana, oops desculpe, deempresários para arrecadação de fundos para acampanha de Gerardim ao cargo de dirigente mor doReinado, adivinhem quem estava lá?
 
Ele, o famoso e consagrado pop star da sociologianeoembromatoriológica, o propulsor da filosofialazaroniana e luxemburguesa no reinado tucanolês:Dom Fernando.
 
Como, no mesmo dia, havia uma pesquisa de opiniãodemonstrando a queda visível da popularidade deGerardim, o antes abandonado e esquecidourucubaquiano Dom Fernando teve voz e microfone àdisposição.
 
E baixou a burduna. O mínimo que fez, dono daperdoável insensatez da senilidade, (emborasensatez nunca tenha sido seu forte mesmo), foimandar incendiar o país.
 
É emocionante ver o velho professor, homem expulsopela ditadura militar, ter seus momentos deadolescente, nos remetendo à época dos movimentosestudantis. Senti-me em 1968, com dom Fernandopor pouco não repetindo palavras de ordem, como “

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->