Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
132Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Desenho Da Família

Desenho Da Família

Ratings:

4.45

(1)
|Views: 39,774|Likes:
Published by termoplana

More info:

Published by: termoplana on Jan 26, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC or read online from Scribd
See more
See less

08/26/2015

 
Desenho da família
O desenho da família avalia: o estado afectivo da criança, estruturação da personalidade,vincia do contexto familiar, dimica familiar sua representação, maturidadepsicomotora, formação do esquema corporal.
Interpretação1. Nível gráfico:1.1. Amplitude do traço:
Extroversão: linhas traçadas num gesto amplo e ocupam uma boa parte da página.Indicam energia. (Expansão vital)Introversão: gesto de pouca amplitude, linhas curtas, indica falta de energia einibição.
1.2. Força do traço:
representa a força dos impulsos, com liberação ou inibiçãodos instintos.Traço forte: indica agressividade, impulsividade e audácia.Traço fraco: é indicador de fragilidade e timidez.É muito significativo o extremo em ambos.
1.3. Ritmo do traçado:
subentende-se como o sujeito desenvolve a tarefa deforma mais espontânea ou, pelo contrário, estereotipadamente, numa repetição simétricade traços, pontos, etc., até atingir um grau de minuciosidade que pode chegar a ser compulsivo. A repetição rítmica (repetição de personagem para personagem, isto é,desenhar as personagens de forma igual: cabeça, tronco, pernas, tamanho) indica perdade espontaneidade e presença de um ambiente repressivo com regras rígidas. Casosmuito pronunciados poderão diagnosticar neurose ou a presença de traços obsessivos.A simetria das personagens poderá indicar repetição, hesitação ou estereótipo. 
1.4. Localização:
Zona inferior: ausência de fantasia, de energia, cansaço, astenia e depressão.Zona superior: expressão da fantasia, imaginação e criatividade.Zona esquerda: relaciona-se com o passado, tendências regressivas, passividade,falta de iniciativa, forte dependência dos pais.
1
 
Zona direita: relaciona-se com o futuro, desenvolvimento progressivo (evolução),capacidade de autonomia e de iniciativa.
 
Os lugares que ficam vazios significam zonas proibidas.
1.5 Sentido do desenho:
 Sentido para a direita: sentido natural, sentido progressivo.Sentido para a esquerda: sentido regressivo. Num destro representa problemasperceptivos, podendo ser observado em esquizofrénicos.
2. Nível das estruturas formais:
A representação da figura humana é pressuposta como o esquema corporal dosujeito, sendo possível avaliar a sua maturidade e a presença de transtornos do esquemacorporal.
2.1. Esquema corporal:
como é desenhada cada parte do corpo, detalhesatribuídos ou omitidos. Proporções, vestimentas e ornamentos. O grau de perfeição dodesenho torna-se um indicador de maturidade. Pode ser influenciado por factoresemocionais.
2.2. Estrutura do corpo:
ausência ou não de interacções entre as personagens,contexto animado ou imóvel no qual evolui.
2.3 Tipo Sensorial:
mais espontâneo e livre. Linhas curvas interesse pelaestimulação emocional, espontaneidade, sensibilidade ao ambiente circundante.
2.4. Racional:
mais rígido. Linhas rectas e ângulos rigidez, racionalidade,repressão de emoções, ambiente muito exigente e rígido.
3. Nível do conteúdo:3.1. Valorização do personagem principal:
o personagem principal é o maisimportante no sentido de que as relações do sujeito com ele o especialmentesignificativas, seja porque o “admira, inveja, teme”, seja porque se identifica com ele.- Personagens desenhadas em lugar, ocupando quase sempre o lugar àesquerda.- Pelo tamanho, geralmente maior.- O desenho é executado com maior cuidado e investimento gráfico.
2
 
- As personagens são ricas em acessórios: com mais adornos.- Localização ao lado de uma figura importante.- A personagem ocupa um lugar de destaque. Ser desenhado em posição maiscentral, de modo a chamar a atenção entre as figuras.- Personagem mais enfatizada, por representar o próprio sujeito, que com ele seidentifica.- Capacidades que se distinguem pelo físico valorizado relativamente às outras.- Eso associados sentimentos mais fortes do sujeito, sejam negativos oupositivos.
3.2. Desvalorização de um personagem:
implica intentos de negação, que éindicada, frequentemente, pela:- Omissão total da personagem ou de detalhes da mesma.- Personagem menor que as outras.- Personagem colocada em último lugar, na margem da página.- Personagem desviada/distanciada ou debaixo das outras, horizontalmente ou emplano inferior.- Personagem desenhada com menor cuidado ou com omiso de detalhesimportantes.- Depreciada de alguma maneira: por um atributo negativo ou alteração da idade,omissão do nome, ao contrário das restantes que integram o desenho.- Figura com que raramente o sujeito se identifica.- Geralmente um dos irmãos.
3.3. Distância entre as figuras:
associa-se com dificuldades no relacionamento etanto pode ser indicada pelo afastamento entre as representações dos personagensquanto por outros indícios, como por um traço de separação.
3.4. Presença de representações simbólicas:
- Inclusão de animais, domésticos ou selvagens, que serviriam para a expressãomais livre de diferentes tendências pessoais, que podem, assim, ser mascaradas.- Desenhar irmãos como figuras de animais seria uma forma de desvalorizá-loscomo pessoas.
Afectividade:
3

Activity (132)

You've already reviewed this. Edit your review.
Sonia Goncalves liked this
Marli Sangalli liked this
Cátia Amaral liked this
Eunice Dos Santos added this note
Muito bom.
FáhSantos liked this
Liliana Vidal liked this
1 thousand reads

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->