Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
11Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
MARX & ENGELS. A Ideologia Alemã

MARX & ENGELS. A Ideologia Alemã

Ratings: (0)|Views: 1,564 |Likes:

More info:

Published by: História Econômica on Jan 26, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

07/20/2013

 
1
 
2
Edição especial para distribuição gratuita pela Internet,através da Virtualbooks, com autorização
Nélson Jahr Garcia
.Os textos da
COLEÇÃO RIDENDO CASTIGAT MORES
foram gentilmente cedido por NélsonJahr Garcia, que nasceu em São Paulo, formado na Faculdade de Direito do LargoSão Francisco. Professor da USP, e de outras Faculdades Particulares. Fezmestrado e doutoramento em Ciências da Comunicação na ECA-USP. Escrevelivros, artigos. É webdesigner e ebook-publisher. Tem um site fácil de acessar:www.ngarcia.org, filiado à www.ebooksbrasil.com, onde edita vários livros,especialmente clássicos. Espera, como retribuição, sentir que, difundindoconhecimento, contribuiu para o desenvolvimento da cultura humana.
Para corresponder com Nélson Jahr Garcia, escreva: ngarcia@dglnet.com.br
O Autor gostaria de receber um e-mail de você com seus comentários e críticas sobre o livro.A Virtualbooks gostaria também de receber suas críticas e sugestões. Sua opinião é muitoimportante para o aprimoramento de nossas edições:
Vbooks02@terra.com.br
Estamos àespera do seu e-mail.
Sobre os Direitos Autorais:
Fazemos o possível para certificarmo-nos de que os materiais presentes no acervo são dedomínio público (70 anos após a morte do autor) ou de autoria do titular. Caso contrário, sópublicamos material após a obtenção de autorização dos proprietários dos direitos autorais. Sealguém suspeitar que algum material do acervo não obedeça a uma destas duas condições,pedimos: por favor, avise-nos pelo e-mail:
 
vbooks03@terra.com.br para que possamosprovidenciar a regularização ou a retirada imediata do material do site.
www.virtualbooks.com.br
 
3
A IDEOLOGIA ALEMÃ
(Introdução)
 
Karl Marx e Friedrich Engels
PREFÁCIO
 Até agora, os homens formaram sempre idéias falsas sobre si mesmos, sobreaquilo que são ou deveriam ser. Organizaram as suas relações mútuas em funçãodas representações de Deus, do homem normal, et., que aeitavam. Estes produtos do seu érebro aabaram por os dominar; apesar de riadores,inlinaram-se perante as suas próprias riações. Libertemo-los portanto dasquimeras, das idéias, dos dogmas, dos seres imaginários ujo jugo os faz degenerar. Revoltemo-nos ontra o império dessas idéias. Ensinamos os homensa substituir essas ilusões por pensamentos que orrespondam à essênia dohomem, afirma um; a ter perante elas uma atitude rítia, afirma outro; a tirá-las daabeça, diz um tereiro e a realidade existente desapareerá.Estes sonhos inoentes e pueris formam o núleo da filosofia atual dos JovensHegelianos; e, na Alemanha, são não só aolhidas pelo públio om um misto derespeito e pavor orno ainda apresentadas pelos próprios heróis filosófios om asolene onvição de que tais idéias, de uma virulênia riminosa, onstituem parao inundo um perigo revoluionário. O primeiro volume desta obra propõe-sedesmasarar estas ovelhas que se julgam lobos e que são tomadas omo lobasmostrando que os seus balidos apenas repetem numa linguagem filosófia asrepresentações dos burgueses alemães e que as suas fanfarronadas se limitam arefletir a pobreza lastimosa da realidade alemã; propõe-se ridiularizar edesareditar esse ombate filosófio ontra assombras da realidade que tantoagrada à sonolênia sonhadora do povo alemão.Em tempos, houve quem pensasse que os homens se afogavam apenas por areditarem na idéia da gravidade. Se tirassem esta idéia da abeça, delarando por exemplo que não era mais do que uma representação religiosa, superstiiosa,fiariam imediatamente livres de qualquer perigo de afogamento. Durante toda asua vida, o homem que assim pensou viu-se obrigado a lutar ontra rodas asestatístias que demonstram repetidamente as onseqüênias perniiosas de umatal ilusão. Este homem onstituía um exemplo vivo dos atuais filósofosrevoluionários alemães
(1)

Activity (11)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
unespg liked this
Ariane Carolina added this note
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
eduarda souza liked this
Gavotachoro liked this
nhamututo7946 liked this
Jader Mendes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->