Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Lei de Ohm

Lei de Ohm

Ratings: (0)|Views: 9 |Likes:
Published by Isabel Lopes

More info:

Published by: Isabel Lopes on Nov 19, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/19/2014

pdf

text

original

 
 Instituto Superior de Engenharia do Porto- Departamento de FísicaRua Dr. António Bernardino de Almeida, 4314200-072 Porto. T 228 340 500. F 228 321 159
LLaabboorraattóórriioossddeeFFí í ssiiccaa
 
 
defi
departamentode física
www.defi.isep.ipp.pt
 
 
 
Laboratórios de Física
Lei de Ohm
 DEFI-NRM-6024Versão: 01Data: 2007 / 10 / 25
Departamento de Física
 
Página 2/8
Objectivos:
- Confirmar experimentalmente a Lei de Ohm;- Determinar a resistência eléctrica através dos valores de tensão e de corrente.
Introdução teórica
Lei de Ohm
 
Definição
Figura 1 – Variação de tensão e corrente (resistência constante)
 – Em qualquer um dos circuitos anteriores verifica-se que:
constante R
===
332211
 I  I  I 
=
constante R
===
332211
 I  I  I 
====
332211
 I  I  I 
=
 
V - diferença de potencial eléctrico (V)I - intensidade da corrente eléctrica (A)R - resistência eléctrica (
)
 
 – A razão constante entre V e I num condutor designa-se por resistência porquequantifica a maior ou a menor facilidade com que a corrente eléctrica flui nele. – No século passado, Georg Simon Ohm enunciou que: “Num bipolo (resistência)linear, a tensão aplicada aos seus terminais é directamente proporcional àintensidade de corrente eléctrica que o atravessa”. Assim sendo, pode-se escrever:
 I  R
=
 Figura 2 Georg Simon Ohm Figura 3 Lei de Ohm
Lei de Ohm
 
   D   E   F   I  -   N   R   M  -   6   0   2   4
 
 
 
Laboratórios de Física
Lei de Ohm
 DEFI-NRM-6024Versão: 01Data: 2007 / 10 / 25
Departamento de Física
 
Página 3/8
 
Bipolo linear
 – Com um bipolo (resistência) linear, traçando (experimentalmente) o gráfico datensão em função da intensidade de corrente, obtém-se uma característica linear(note-se que o bipolo linear tem sempre uma característica linear).
Figura 4 – Gráfico da tensão em função da intensidade de corrente
 – Para cada valor de tensão definido, obtém-se um respectivo de intensidade decorrente, o que possibilita a realização do gráfico.
Figura 5 – Gráfico de V(V) vs. I(mA)
Verifica-se que tan(
α
) =
V / 
I de onde se conclui que a tangente do ângulo (
α
)representa a resistência eléctrica do bipolo linear, ou seja tan(
α
) = R. Assimsendo, do gráfico obtém-se:
 
Relação entre parâmetros
 – Conhecendo-se duas das grandezas envolvidas na Lei de Ohm, é possível calculara terceira:
Cálculo da intensidade de corrente
 R I 
=
 
Cálculo da tensão

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->