Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
7Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A confecção de máscaras em arteterapia aplicado à crianças hospitalizadas

A confecção de máscaras em arteterapia aplicado à crianças hospitalizadas

Ratings:

4.0

(2)
|Views: 11,817|Likes:
Material enviado ao Portal Banco Cultural pela Profª Ana Cláudia Afonso Valladares (FEN-UFG) - Coordenadora do Conselho Editorial da Revista Científica de Arteterapia Cores da Vida e presidente da Associação Brasil Central de Arteterapia (ABCA)

Material enviado ao Portal Banco Cultural pela Profª Ana Cláudia Afonso Valladares (FEN-UFG) - Coordenadora do Conselho Editorial da Revista Científica de Arteterapia Cores da Vida e presidente da Associação Brasil Central de Arteterapia (ABCA)

More info:

Published by: Portal Banco Cultural on Jan 26, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
See More
See less

12/15/2012

 
VALLADARES, A. C. A; SOUZA, L. P.; FUSSI, F. E. C.; MUNARI, D. B. A máscara como recursoexpressivo de crianças hospitalizadas. In: Mendes, I. A. C.; Carvalho, E. C, (Org.)
Comunicação comomeio de promover saúde
. Ribeirão Preto: Fundação Instituto de Enfermagem, v.5, p.197-201, 2000.ISBN: 85-314-0036-8.
“A MÁSCARA COMO RECURSO EXPRESSIVO DE CRIANÇASHOSPITALIZADAS”
*
1
 
VALLADARES, Ana Cláudia A**; SOUZA, Leila P.***; FUSSI, F. E.; MUNARI, D. B.
RESUMO
Através das contribuições das máscaras ao processo arteterapêutico, os símbolos inconscientestransitam pela consciência. Deste modo, contribuem para a expansão de toda a estrutura psíquicado ser humano, objetivando resgatar a qualidade de vida do indivíduo. Por isso, poderá ser degrande produtividade terapêutica, especialmente daquelas crianças enfermas e hospitalizadas. Osobjetivos deste trabalho são apresentar subsídios teórico-práticos para os trabalhos de confecçãoda máscaras junto a crianças hospitalizadas; e de ilustrar e discutir casos de confecção demáscaras com grupo de crianças hospitalizadas. Optamos por um estudo com abordagemqualitativa, realizado na Clínica Pediátrica do Hospital das Clínicas de Goiânia, emacompanhamento coletivo. A população constituiu-se de trinta crianças hospitalizadas na faixade cinco a doze anos. A análise dos dados ocorreu com base na mudança comportamental dosenfermos frente à confecção das máscaras e à criação dos personagens. A confecção das máscarasresgata os encantos íntimos destas crianças, trazendo à luz de sua consciência o que estava ocultopela dor e estresse vivenciados pela doença, hospitalização e tratamento. A máscara ajuda-lhes aretomar seu equilíbrio psíquico, fortalecendo seu lado saudável de viver.
ABSTRACT
Through the masks’contributions at Art-therapy process, the unconscious symbols traveltrough conscious. This way, they contribute to the expansion of the hole human being psychicstructure, the objective is rescue the individual life quality. These could be of great therapyproduction, especially of that sick and hospitalize children. The objectives of this work are topresent the teorical and pratical subsidies relative to the application of masks confection withhospitalize children; and illustrate and discuss masks confections’cases with hospitalizechildren’s group. We choose a qualitative boarding study, realized at Hospital dasClínicas’Pediatric Clinic, at Goiânia, with group accompaniment. Thirty hospitalize childrenbetween five to twelve years old is the target population. The dice analysis happened on thesupport of the sick behavior changes front the masks confection and at characters creation. The
* Pesquisa financiada/ CNPq, vinculada ao Núcleo de Est. E Pesq. Em Saúde Integral/ FEN/UFG.** Arteterapeuta e Coordenadora do Curso de Especialização em Arteterapia/UFG.*** Arteterapeuta, Arte-Educadora da Secretaria Municipal de Educação em Goiânia – Goiás.
 
masks confection rescue the hospitalize children intimate appeal, bringing to their conscious whatwas occult because of pain and stress disease, hospitalize and treatment experience. The maskhelps to recover the psychic balance, making stronger the healthy side of living.
Colocação do Problema:
A arte é um registro vivo da história da humanidade. As
 
primeiras manifestações da artesurgiram na pré-história junto a existência humana.
 
Originalmente, a arte tinha um
 
aspecto
 
mágico
,
onde as pinturas das cavernas ou as máscaras feitas de peles de animais usadas pelohomem primitivo camuflavam o caçador, atraindo ou matando suas presas.A arte, assim como as máscaras nela inseridas, sempre estiveram presentes em todas asculturas e são manifestações de costumes, religiões e outros temas ligados à vida do ser humano eda história da humanidade. Ora estavam a serviço da vida cotidiana, como instrumento de umatécnica mágica ou como continuação da realidade; ora representavam algo profano ou sagrado,que espantavam os maus espíritos; ou ora representavam apenas algo decorativo.A arteterapia é uma modalidade de trabalho terapêutico que utiliza a arte, em todas as suasmanifestações expressivas, como instrumento do processo terapêutico onde o indivíduo expressasuas imagens internas e inconscientes através de uma experiência artística. E é, por conseguinte,compreendida como ato de expressar, de comunicar e de criar, que leva a processos dedesenvolvimento, transformação e auto-conhecimento (Pain & Jarreau, 1996).Em arteterapia com abordagem junguiana, a conduta é fornecer materiais expressivosdiversos e adequados para a criação de símbolos presentes no universo imagético singular decada cliente. Esse universo traduz-se em produções simbólicas que retratam estruturas psíquicasinternas, do inconsciente pessoal e coletivo. Jung (1964) conceitua como inconsciente pessoal ascamadas mais superficiais, aquelas que bloqueiam recordações penosas ocorridas no decorrer davida. O inconsciente coletivo se refere às camadas mais profundas deste universo e são estruturaspsíquicas comuns a todos os homens.Este processo, como cita Philippini (1995:4-5)
 colabora para a compreensão e resolução de estados afetivos conflituados, favorecendo a estruturação e expansão da personalidade através da criação.
Dentre os vários recursos expressivos usados em Arteterapia, este trabalho visa aprofundarna utilização das máscaras. Algo fascinante para todos, objeto que disfarça, que simula etransforma. O próprio vocábulo "persona" provém do latim persona, que originalmente significamáscara, a pessoa que se transforma em outro ser.A máscara então, pode ser definida como uma cobertura, um disfarce, colocada sobre orosto para dissimulá-lo ou substituído por outro artificial, criando assim a ilusão.
 A máscara corresponde ao estado rudimentar da consciência em que não há distinção absoluta entre ser e parecer e em que a modificação da aparência determina a modificação da própria essência
(Chevalier & Gheerbrant ,1996:597).Como assinala Lexiron (1990:136) a máscara é uma
 forma muito antiga e expressivausada freqüentemente para encobrir o rosto; servia para assustar os inimigos e era utilizada nas práticas mágicas para representar espíritos e poderes personificados de animais e homens, acentuando quase sempre, de maneira evidente, determinados traços estereotipados do caráter.
A máscara está freqüentemente associada aos princípios básicos do teatro, como refereAmaral (1996:33) a
 máscara, como o teatro, amplia conceitos, exagera fatos, amplia a vida, mostra algo além do que aparenta.
 
Este termo máscara, ou persona, também é empregado dentro da psicologia analítica paracaracterizar a função desempenhada por alguém na sociedade ou sua posição social. O termo estáassociado ao sistema de adaptação ou à maneira pela qual se dá a comunicação com o mundo.Cada estado, ou cada profissão, por exemplo, possui sua persona característica...
 
Pode-se dizer,sem exagero, que a persona é aquilo que uma pessoa é verdadeiramente, mas o que nos mesmos eoutros pensam que somos (Jung apud Jaffé, 1975:357).
 
Assim, através da confecção de máscaras em Arteterapia, com suas inúmeraspossibilidades, surgirão os símbolos necessários para a compreensão e transformação dosconteúdos inconscientes que representam.Pelas contribuições potenciais das máscaras ao processo arteterapêutico, os símbolosinconscientes transitarão para a consciência. Deste modo, contribuirão para a expansão de toda aestrutura psíquica do ser humano, objetivando resgatar a qualidade de vida do indivíduo. Por isso,poderá ser de grande produtividade terapêutica, especialmente com crianças enfermas ehospitalizadas.A doença, a hospitalização e o tratamento constituem uma "crise" na vida da criança eafetam tanto o lado físico, como o psíquico e social da mesma, determinando distúrbioscomportamentais diversos, criando entraves ao desenvolvimento normal, como assinalaAngerami (1996).Esses processos envolvem a perda da autonomia, a separação de pessoas e objetossignificativos, a interrupção de hábitos cotidianos, além de ter que obrigatoriamente lidar comprocedimentos dolorosos etc.Nestas circunstâncias, a máscara em Arteterapia não é utilizada apenas como recursoteatral, educacional ou como forma de divertir ou distrair, mas especialmente como forma deexpressar conteúdos internos conflitantes. Assim, procura-se resgatar o ajustamento emocional econseqüentemente físico e emocional da criança, contribuindo também para reduzir a atmosferageradora de tensão e angústia no ambiente pediátrico hospitalar, por ser algo lúdico.Este trabalho é importante para profissionais da área de enfermagem, pois desconhece-se aexistência de estudos que tratem da máscara junto a crianças no ambiente hospitalar. Tendo emvista que a equipe de enfermagem permanece um tempo maior com o grupo de criançashospitalizadas, consequentemente, esses profissionais percebem, com mais intensidade, suasnecessidades e anseios. Este trabalho é parte do projeto de pesquisa: “Pesquisando Caminhospara a Prevenção da Saúde Mental na Assistência em Saúde e na Formação de RecursosHumanos”.
Objetivos:
Os objetivos deste trabalho foram-
 
Apresentar subsídios teórico-práticos para os trabalhos de confecção de máscaras junto acrianças hospitalizadas;-
 
Ilustrar e discutir casos de confecção de máscaras com grupos de crianças hospitalizadas.
Metodologia:
Optamos por um estudo descritivo e exploratório, com abordagem qualitativa. Foidesenvolvido a partir de atividades artísticas desenvolvidas na Clínica Pediátrica do Hospital dasClínicas de Goiânia / Goiás, nos períodos de 30-05-98 à 28-07-99.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->