Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Manutenção Fiabilidade

Manutenção Fiabilidade

Ratings: (0)|Views: 507|Likes:
Published by Rafael Figueiras

More info:

Published by: Rafael Figueiras on Dec 08, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/19/2013

pdf

text

original

 
FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA
Relatório de Manutenção
Departamento de Engenharia Mecânica
Filipe Miguel Correia AmaralRafael José Gaspar FigueirasNovembro de 2009
 
 
2
 
Índice
 
 
 3
 
A
 –
Introdução
O conjunto de acções que permitem manter ou restabelecer um bem num estadoespecificado que lhe permita assegurar um serviço determinado com um custo globalmínimo e/ou segurança máxima é definido como Manutenção. A Manutenção englobaalguns termos bastante importantes, como fiabilidade, manutenibilidade edisponibilidade, pelo que se torna imperativo discutir o seu significado.
A.1
 –
Fiabilidade
 A fiabilidade é a probabilidade que um dispositivo tem de cumprir uma funçãorequerida em condições de utilização e por um período de tempo determinado. Umaforma de quantificar a fiabilidade é através do tempo entre avarias consecutivas (TBF),ou do seu valor médio (MTBF).Esta traduz a frequência com que o sistema irá falhar, sendo dependente de trêsfactores essenciais; o da concepção e qualidade de fabricação do sistema (característicasintrínsecas); o das condições de serviço, que podem ser divididas em condições de cargae ambientais em que decorrerá a sua operação (características extrínsecas) e o daeficiência do serviço de manutenção para garantir a função ao longo da vida.Existem dois tipos de fiabilidade, a operacional e previsional. A fiabilidadeprevisional
ou intrínseca é a que é preconizada pelo fabricante “à saída da fábrica”, antes
portanto da entrada em serviço do equipamento. Ela resulta directamente da qualidadedo projecto e é determinada experimentalmente através de ensaios normalizados. Podetambém ser estimada teoricamente (bases de dados (OREDA, PDS, EIREDA, etc.),cálculo da duração de vida). A fiabilidade operacional ou extrínseca é sempre obtida apósuma dada duração de serviço de um equipamento ou de componente. É obtida pelosutilizadores após uma sequência de falhas potenciais.Para avaliar a fiabilidade de um equipamento existem limitações, tais como,constrangimentos de tempo e dinheiro. Assim, são normalmente seleccionados um certonúmero de ensaios destinados a conhecer R(t) ou Ln. Estes ensaios são caracterizadospela duração do ensaio, tamanho da amostra e nível de confiança ou risco, dos quaisdependem os seus custos.
A.2
 –
Manutenibilidade
 A manutenibilidade é a probabilidade de restabelecer a um sistema as suas condiçõesde funcionamento específicas, em limites de tempo desejadas, quando a manutenção érealizada nas condições e com os meios prescritos. É portanto um conceito ligado àfacilidade de executar a manutenção, tempos de operação de manutenção, qualidade deconcepção e custos de manutenção. Uma forma de quantificar a manutenibilidade éatravés do tempo técnico de reparação (TTR), ou do seu valor médio (MTTR).Representa assim tudo o que poderá influenciar a aptidão de um sistema parareceber manutenção, tais como a facilidade de acesso a órgãos e seus componentes,

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->