P. 1
Conferências introdutórias sobre psicanálise P1 e p2

Conferências introdutórias sobre psicanálise P1 e p2

Ratings: (0)|Views: 0|Likes:
Published by avant_garde216

More info:

Published by: avant_garde216 on Dec 09, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/27/2013

pdf

text

original

 
Conferências introdutórias sobre psicanálise(Partes I e II)VOLUME XV
 
(
1915-1916
)
 
Dr. Sigmund Freud
 
CONFERÊNCIAS INTRODUTÓRIAS SOBRE PSICANÁLISE (1916-17 [1915-17])
 
INTRODUÇÃO DO EDITOR INGLÊS
 
VORLESUNGEN ZUR EINFÜHRUNG IN DIEPSYCHOANALYSE
 
(a) EDIÇÕES ALEMÃS:
 
1916 Parte I (em separado), Die Fehlleistungen. Leipzig e Viena: Heller.
 
1916 Parte II (em separado), Der Traum. Mesmos editores.
 
1917 Parte III (em separado), Allgemeine Neurosenlehre. Mesmos editores.
 
1917 Os títulos acima, as três partes em um só volume. Mesmos editores. viii + 545 págs.
 
1918 2ª ed. (Com índice e inserção de lista de 40 corrigendas.) Mesmos editores. viii + 553págs.
 
1920 3ª ed. (Reimpressão corrigida da edição anterior.) Leipzig, Viena e Zurique:Internationaler Psychoanalytischer Verlag. viii + 553 págs.
 
1922 4ª ed. (Reimpressão corrigida da edição anterior.) Mesmos editores. viii + 554 págs.(Também as Partes II e III em separado, sob os títulos de Vorlesungen über den Traum eAllgemeine Neurosenlehre.)
 
1922 Ed. de bolso. (Sem índice). Mesmos editores. iv + 495 págs.
 
1922 Ed. de bolso. (2ª ed., corrigida e com índice.) Mesmos editores. iv + 502 págs.
 
1924 G.S., 7. 483 págs.
 
1926 5ª ed. (Reimpressão das G.S.) I.P.V. 483 págs.
 
1926 Ed. de bolso. (3ª ed.) Mesmos editores.
 
1930 Ed. em 8 pequenos vols. I P.V. 501 págs.
 
1933 (Com autorização) Berlim: Kiepenheuer. 524 págs.
 
1940 G.W., 11, 495 págs.
 
(b) TRADUÇÕES INGLESAS:
 
A General Introduction to Psychoanalysis
 
1920 Nova Iorque: Boni & Liveright. x + 406 págs. (Tradutor não especificado; Prefácio deG. Stanley Hall.)
 
 
Introductory Lectures on Psycho-Analysis
 
1922 Londres: Allen & Unwin. 395 págs. (Trad. de Joan Riviere; sem prefácio de Freud;com prefácio de Ernest Jones.)
 
1929
 
2a. ed. (revista). Mesmos editores. 395 págs.
 
A General Introduction to Psychoanalysis
 
1935Nova Iorque: Liveright. 412 págs. (A ed. de Londres com o título da anterior de NovaIorque. Trad. de Joan Riviere; com prefácios de Ernest Jones e G. Stanley Hall; incluído o prefáciode Freud).
 
A presente tradução inglesa é nova e da autoria de James Strachey.
 
Esta obra teve uma circulação maior do que qualquer outra obra de Freud, com exceção,talvez, de The Psychopathology of Everyday Life. Também se distingue pela quantidade de errosde impressão nela existentes. Como ficou assinalado acima, quarenta foram corrigidos na segundaedição; porém havia ainda muitos mais, e pode ser observado um número considerável depequenas variações no texto das diversas edições. A presente tradução inglesa segue o texto dosGesammelte Werke, que é, de fato, idêntico ao texto dos Gesammelte Schriften; e somente foramregistradas as discordâncias mais importantes das primeiras versões.
 
A data real de publicação das três partes não está definida. A Parte I certamente surgiuantes do fim de julho de 1916, como se verifica por uma referência que a ela se faz em uma cartade Freud a Lou Andreas-Salomé, de 27 de julho de 1916 (cf. Freud, 1960a). Na mesma carta, eletambém fala na Parte II como estando prestes a aparecer. Uma carta de 18 de dezembro de 1916,que Freud escreveu a Abraham, sugere que, com efeito, ela apenas apareceu no fim do ano (cf.Freud, 1965a). A Parte III parece ter sido publicada em maio de 1917.
 
O ano acadêmico da Universidade de Viena se dividia em dois períodos: um período (ousemestre) de inverno, que ia de outubro a março, e um período de verão, de abril a julho. Asconferências publicadas neste livro foram proferidas por Freud em dois períodos de invernosucessivos, durante a Primeira Guerra Mundial: 1915-16 e 1916-17. Os relatos mais completos dascircunstâncias que conduziram à sua publicação serão encontrados no segundo volume dabiografia escrita por Ernest Jones (1955, pág. 255 e seguintes).
 
Embora, como o próprio Freud observara em seu prefácio às New Introductory Lectures,sua qualidade de membro da Universidade de Viena tivesse sido apenas ‘periférica’, desde ostempos de sua indicação como Privatdozent (Livre Docente da Universidade), em 1885, e comoProfessor Extraordinarius (Professor Assistente), em 1902, havia realizado muitos ciclos deconferências na Universidade. Estes ficaram sem registro, embora alguns relatos dos mesmospossam ser encontrados - por exemplo, os de Hanns Sachs (1945, pág. 39 e segs.) e TheodorReik (1942, pág. 19 e segs.), bem como os de Ernest Jones (1953, pág. 375 e segs.). Freuddecidiu que a série que começava no outono de 1915 deveria ser a última, e foi por sugestão deOtto Rank que Freud concordou com sua publicação. Em seu prefácio às New Introductory

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->