Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Pedofilia

Pedofilia

Ratings:

5.0

(4)
|Views: 3,076 |Likes:
Published by Jefferson Ulisses
jefferson.ulisses@hotmail.com



jefferson.ulisses@hotmail.com



More info:

Published by: Jefferson Ulisses on Feb 11, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

09/29/2012

 
Pedofilia
A Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança, aprovada em1989 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, define que os países signatários devemtomar "todas as medidas legislativas, administrativas, sociais e educativas" adequadas àproteção da criança, inclusive no que se refere à violência sexual (artigo 19)
 O que é Pedofilia?
A
pedofilia
(também chamada de
 paedophilia erotica
ou
pedosexualidade
) é a atração sexual de um indivíduo adulto dirigida primariamentepara crianças pré-púberes ou não. A palavra
 pedofilia
vem do grego
παιδοφιλια
<
παις
 (que significa "criança") e
φιλια
( 'amizade'; 'afinidade'; 'amor', 'afeição', 'atração';'atração ou afinidade patológica por'; 'tendência patológica' - segundo o DicionárioAurélio).
 
Há uma diferença entre abusador sexual e pedófilo.No abusador, o desejo não é constante e sim decorrente de umadeterminada situação; já o pedófilo tem demonstrado desejo sexual exclusivo porcrianças. "Nos casos de abuso sexual envolvendo um homem e uma menina, porexemplo, ele pode ter sentido atração pela criança, a molestado e, ao mesmo tempo,continuado a manter relações sexuais com a esposa.”Para o agressor ser considerado um pedófilo, ele deve apresentar umtranstorno sexual. Como por exemplo demonstrar, em um período mínimo de seismeses, fantasias sexualmente excitantes, recorrentes e intensas, impulsos sexuais oucomportamento envolvendo atividade sexual com uma ou mais crianças, geralmente deaté 13 anos. Neste caso o desejo sexual é voltado exclusivamente à crianças, sendo queo pedófilo dispensa relações sexuais com pessoas da mesma idade.Muitas pessoas que cometem crimes contra crianças não querem acreditarque isso é errado.(
Gregg Michel, psicólogo, San Diego
)
 
Possíveis Causas
Alguns sexólogos, porém, como o especialista americano John Money,acreditam que não somente adultos, mas também adolescentes, podem ser qualificadoscomo pedófilos. Na França, esta é a definição dominante.Recentes estudos, empregando exploração por ressonância magnética,foram feitos na Universidade de Yale e mostraram diferenças significativas na atividadecerebral dos pedófilos. O jornal
 Biological Psychiatry
declarou que, pela primeira vez,foram encontradas provas concretas de diferenças na estrutura de pensamento dospedófilos. Um psicólogo forense declarou que essas descobertas podem tornar possívelo tratamento farmacológico da pedofilia. Continuando nessa linha de pesquisas, oCentro de Vício e Saúde Mental de Toronto, em estudo publicado no
 Journal of Psychiatry Research
, demonstrou que a pedofilia pode ser causada por ligaçõesimperfeitas no cérebro dos pedófilos. Os estudos indicaram que os pedófilos têmsignificativamente menos
matéria branca
, que é a responsável por unir as diversaspartes do cérebro entre si.Muitos pesquisadores tem relatado correlações entre a pedofilia e algumascaracterísticas psicológicas, como baixa auto-estima e baixa habilidade social. Atérecentemente, muitos pesquisadores acreditavam que a pedofilia fosse causada por essascaracterísticas.A partir de 2002, outros pesquisadores, em especial os sexólogoscanadenses James Cantor e Ray Blanchard junto com seus colegas, começaram a relatarum série de descobertas relacionando a pedofilia (a definição médica da preferênciasexual por crianças, não a definição comportamental utilizada por outras fontes) com aestrutura e o funcionamento cerebrais: homens pedófilos (e hebefílicos) possuem QImais baixo, pontuação mais baixa em testes de memória,
 
maior proporção de canhotos,taxas mais altas de repetência escolar em proporção com as diferenças de QI, menorestatura
 
maior probabilidade de terem sofrido ferimentos na cabeça acompanhados deperda de consciência, e várias diferenças em estruturas cerebrais detectadas através deressonância magnética nuclear (MRI, em inglês). Eles relatam que suas descobertassugerem a existência de uma ou mais características neurológicas congênitas (presentesao nascer) que causam ou aumentam a probabilidade de se tornar um pedófilo.Evidências de transmissão familiar "sugerem, mas não provam que fatores genéticossejam responsáveis" pelo desenvolvimento da pedofilia.
 
Outro estudo, usando ressonância magnética nuclear (MRI) estrutural,mostra que homens pedófilos possuem um menor volume de massa branca do quecriminosos não-sexuais.Imagens de ressonância magnética funcional (fMRI) tem mostrado quepessoas diagnosticados com pedofilia que abusaram de crianças tem ativação reduzidado hipotálamo, em comparação com indivíduos não-pedófilos, ao serem expostos afotos eróticas de adultos. Um estudo de neuroimagem funcional de 2008 nota que o
 
processamento central de estímulos sexuais em "pacientes pedófilos forenses" podemser alterados por um distúrbio nas redes pré-frontais, que "podem estar associadas acomportamentos controlados por estímulo, como os comportamentos sexuaiscompulsivos." As descobertas podem também sugerir "uma disfunção no estágiocognitivo do processamento da excitação sexual.Blanchard, Cantor e Robichaud (2006) revisaram a pesquisa que tentouidentificar aspectos hormonais de pedófilos. Eles concluíram que há de fato algumaevidência de que homens pedófilos tem menos testosterona do que aqueles no grupo decontrole, mas que a pesquisa é pobre e que é difícil tirar qualquer conclusão firme apartir dela.Apesar de não poderem ser consideradas causas da pedofilia, diagnósticospsiquiátricos adicionais — como distúrbios da personalidade e abuso de substâncias —são fatores de risco para a concretização dos impulsos pedófilos. Blanchard, Cantor eRobichaud (2006) notaram, a respeito do nexo-causal pedofilia-estados psiquiátricosadicionais, que "as implicações teóricas não são tão claras. São os genes específicos oufatores nocivos no ambiente pré-natal que predispõem um homem a desenvolverdistúrbios afetivos e pedofilia, ou a frustração e isolamento causados pelos desejossexuais socialmente inaceitáveis — ou a sua ocasional satisfação - é que levam àansiedade e ao desespero" Eles indicaram que, por terem constatado anteriormente quemães de pedófilos tem maior probabilidade de terem passado por tratamentopsiquiátrico, a hipótese genética é mais provável.
Idade de Concentimento
A
idade de consentimento
(do inglês “
age of consent 
”) é a idade abaixoda qual se presume legalmente que houve violência na prática de atos sexuais,independentemente se a prática foi forçada ou não.O sexo com indivíduos com idade inferior àquela de consentimento éconsiderado abuso sexual, e por isso é um crime.A variante semântica “
maioridade sexual
” (do francês “
majorité sexuelle
”) indica a idade a partir da qual o indivíduo tem, juridicamente, autonomiacompleta sobre sua vida sexual, e não necessariamente coincide com a idade deconsentimento.A idade de consentimento não se confunde com a idade da maioridadepenal, a idade da maioridade civil, a idade mínima para casar ou a emancipação demenores.Ou seja, se um adolescente menor de 14 anos for levado a fazer sexo,presume-se a violência sexual, mesmo que o mesmo tenha realizado o ato sexual por

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
marjsilva liked this
Eduardo Neves liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->