Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
3Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
FRYE, Northrop. El Gran Codigo

FRYE, Northrop. El Gran Codigo

Ratings: (0)|Views: 394|Likes:
Published by Dea Martins
“A Bíblia certamente é um elemento da maior grandeza em nossa tradição imaginativa, seja lá o que pensemos acreditar a seu respeito. Todo o tempo ela nos joga a pergunta: por que esse livro enorme, extenso, desajeitado, fica bem no meio de nosso legado cultural, como o `grande Boyg` ou esfinge em Peer Gynt, impedindo nossos esforços de circundá-lo?”
Northrop Frye

Uma análise da obra mais importante da cultura ocidental - a Bíblia -, não com um olhar religioso, mas sim analisando-a como um texto literário.

O crítico e professor canadense Northrop Frye se lançou nesta empreitada sobre o estilo e a construção dos mitos no livro sagrado com erudição, rigor e a energia de quem trocou o sacerdócio pela carreira acadêmica. Isso está em O Código dos códigos, obra traduzida para mais de vinte idiomas, que a Boitempo lança no Brasil com tradução do crítico literário e escritor Flávio Aguiar.

“Logo compreendi que um estudioso da literatura inglesa que não conheça a Bíblia não conseguirá entender o que se passa", escreve Frye na introdução da obra. O autor vai além e analisa a retórica da religião, sua linguagem, mitos e metáforas: a evolução da narrativa construída através dos diversos textos bíblicos do Antigo e do Novo Testamento, e a “tipologia” da Bíblia, no sentido de retórica que se propõem a antever o futuro, dando um sentido para a história, no caso a trajetória do homem do Paraíso Perdido a redenção no Apocalipse. Como Flávio Aguiar explica: “A Bíblia tem por tema principal o tempo, e o tempo futuro".

Ao analisar os textos bíblicos desse ponto de vista inusitado, a inteligência de Frye desvenda as raízes da cultura judaico-cristã, estabelece relações com mitologias de outros povos e comenta as influências do ideário contido na Bíblia na política, nas artes, na moral, na cultura e nas ideologias até a sociedade contemporânea - onde Frye estabelece um curioso paralelo narrativo entre a tipologia bíblica e o marxismo. E claro, como não podia deixar de ser, o livro, mesmo sem ter esta intenção, acaba lidando com questões da própria religião.

Obra polêmica sobre o mais influente livro da história, O Código dos códigos é um trabalho analítico com texto fluente e preciso, de um crítico literário profundamente emprenhado do ponto de vista ético, que desvenda não o código Da Vinci da ficção, mas aquela que, para milhões, é vista como a palavra de Deus.

Sobre o autor
Nothrop Frye nasceu em Québec, Canadá, em 1912. Foi professor de literatura na Universidade de Toronto. Em 1947 publicou seu primeiro livro (Fearful Symmetry: a study of William Blake), revolucionando a crítica sobre o poeta inglês do século XVIII. Frye considerava que literatura, arte e o pensamento crítico em torno delas eram o aspecto propriamente civilizado da civilização. Publicou também Anatomia da crítica, O caminho crítico, T. S. Eliot, Sobre Shakespeare, todos traduzidos para o português. Faleceu em 1991, aos 78 anos.

http://www.boitempo.com
“A Bíblia certamente é um elemento da maior grandeza em nossa tradição imaginativa, seja lá o que pensemos acreditar a seu respeito. Todo o tempo ela nos joga a pergunta: por que esse livro enorme, extenso, desajeitado, fica bem no meio de nosso legado cultural, como o `grande Boyg` ou esfinge em Peer Gynt, impedindo nossos esforços de circundá-lo?”
Northrop Frye

Uma análise da obra mais importante da cultura ocidental - a Bíblia -, não com um olhar religioso, mas sim analisando-a como um texto literário.

O crítico e professor canadense Northrop Frye se lançou nesta empreitada sobre o estilo e a construção dos mitos no livro sagrado com erudição, rigor e a energia de quem trocou o sacerdócio pela carreira acadêmica. Isso está em O Código dos códigos, obra traduzida para mais de vinte idiomas, que a Boitempo lança no Brasil com tradução do crítico literário e escritor Flávio Aguiar.

“Logo compreendi que um estudioso da literatura inglesa que não conheça a Bíblia não conseguirá entender o que se passa", escreve Frye na introdução da obra. O autor vai além e analisa a retórica da religião, sua linguagem, mitos e metáforas: a evolução da narrativa construída através dos diversos textos bíblicos do Antigo e do Novo Testamento, e a “tipologia” da Bíblia, no sentido de retórica que se propõem a antever o futuro, dando um sentido para a história, no caso a trajetória do homem do Paraíso Perdido a redenção no Apocalipse. Como Flávio Aguiar explica: “A Bíblia tem por tema principal o tempo, e o tempo futuro".

Ao analisar os textos bíblicos desse ponto de vista inusitado, a inteligência de Frye desvenda as raízes da cultura judaico-cristã, estabelece relações com mitologias de outros povos e comenta as influências do ideário contido na Bíblia na política, nas artes, na moral, na cultura e nas ideologias até a sociedade contemporânea - onde Frye estabelece um curioso paralelo narrativo entre a tipologia bíblica e o marxismo. E claro, como não podia deixar de ser, o livro, mesmo sem ter esta intenção, acaba lidando com questões da própria religião.

Obra polêmica sobre o mais influente livro da história, O Código dos códigos é um trabalho analítico com texto fluente e preciso, de um crítico literário profundamente emprenhado do ponto de vista ético, que desvenda não o código Da Vinci da ficção, mas aquela que, para milhões, é vista como a palavra de Deus.

Sobre o autor
Nothrop Frye nasceu em Québec, Canadá, em 1912. Foi professor de literatura na Universidade de Toronto. Em 1947 publicou seu primeiro livro (Fearful Symmetry: a study of William Blake), revolucionando a crítica sobre o poeta inglês do século XVIII. Frye considerava que literatura, arte e o pensamento crítico em torno delas eram o aspecto propriamente civilizado da civilização. Publicou também Anatomia da crítica, O caminho crítico, T. S. Eliot, Sobre Shakespeare, todos traduzidos para o português. Faleceu em 1991, aos 78 anos.

http://www.boitempo.com

More info:

Published by: Dea Martins on Jan 27, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

03/23/2013

pdf

text

original

 
Northrop Frye
EL GRAN CODIGO
SerieESQUINAS
 
Editorial Gedisa ofrecelos siguientes títulos sobre el
TEMACRITICA LITERARIA Y LINGÜISTICA
perteneciente a sus diferentescolecciones y series
El desarrollo de la lingüística y el progresivo oscurecimientodela hegemonía ideológicaopera un enfoque renovado sobre la literatura y la ficción en general. Los libros de estasección, pensados para lectores cultos, son una prueba del rigor a que aspira la críticaliteraria en nuestros días.
GEORGE STEINER
Lenguaje y silencio
MITSOU RONAT
Conversaciones conChomski
RENÉ GIRARD
Literatura, mimesis yantropología
FRANK KERMODE
El sentido de un final
GEORGE STEINER
Antígonas
TZVETAN TODOROV
Frágil felicidad
ERNST JÜNGER
Autor y escritura
ALAIN BERRENDONNER
Elementos depragmática lingüística
ELISEO VERÓN
La semiosis social
THOMAS BERNHARD
Tinieblas
PAUL YONNET
Juegos, modas y masas
NORTHROP FRYE
El gran código
PIERRE MISSAC
La travesía de WalterBenjamín

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->