Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
CARACTERÍSTICAS DA PERSONALIDADE CRIATIVA CONTRIBUTOS PARA A SUA DEMARCAÇÃO EM “A MÁQUINA DO ARCANJO” DE FREDERICO LOURENÇO

CARACTERÍSTICAS DA PERSONALIDADE CRIATIVA CONTRIBUTOS PARA A SUA DEMARCAÇÃO EM “A MÁQUINA DO ARCANJO” DE FREDERICO LOURENÇO

Ratings: (0)|Views: 1,634 |Likes:
Este trabalho analisa as características da personalidade criativa, a partir do texto autobiográfico “A Máquina do Arcanjo”, do escritor português Frederico Lourenço. A partir do seu texto delinearemos a estreita proximidade entre processo criativo e características da personalidade , cruzando-se, associando-se e interactuando. Esta análise incidirá igualmente sobre o percurso vivencial de Frederico Lourenço, desde a adolescência até à idade adulta, e suas implicações no desenvolvimento da sua personalidade e da sua criatividade, que num primeiro passo se exprime através da música para depois se encaminhar para a escrita.
Este processo, está descrito pelo próprio autor, que ao escrever as suas memórias, nos retrata, justifica, e ilustra de que forma o processo criativo se vai revelando e assumindo em si e na sua obra.

Este trabalho analisa as características da personalidade criativa, a partir do texto autobiográfico “A Máquina do Arcanjo”, do escritor português Frederico Lourenço. A partir do seu texto delinearemos a estreita proximidade entre processo criativo e características da personalidade , cruzando-se, associando-se e interactuando. Esta análise incidirá igualmente sobre o percurso vivencial de Frederico Lourenço, desde a adolescência até à idade adulta, e suas implicações no desenvolvimento da sua personalidade e da sua criatividade, que num primeiro passo se exprime através da música para depois se encaminhar para a escrita.
Este processo, está descrito pelo próprio autor, que ao escrever as suas memórias, nos retrata, justifica, e ilustra de que forma o processo criativo se vai revelando e assumindo em si e na sua obra.

More info:

Published by: Unicidade do Conhecimento on Feb 13, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

11/25/2012

 
 
 
1
Prof 
adeli
 
ENC
A UN
ERCOA M
F
“Ide peo you
 
it 
 
is
 
othand 
 
idenor 
 
The
 
belodepsha
 
essora Auxilia
dacandeias
ONTRO IN
NICIDADE D
ARONTRDEQUED
ntity 
 
is
 
able
 
and 
 
wha
 
sense
 
of 
 
also
 
abours,
 
and 
 
in
 
confusing.
 
tities,
 
whihite,
 
strailist 
 
is
 
 pngings.
 
nds
 
on
 
a
 
e
 
or 
 
wish
 
do Departa
gmail.com
 
ERNACIO
DO CONHEC
CTLIBUMAINAERI
FernAdeli
ut 
 
belongiat 
 
differenersonal 
 
lo
 
 your 
 
socihe
 
moder 
 
Each
 
of 
 
uh
 
battle
 
ht 
 
or 
 
 gay,
 
otentially 
 
ich
 
of 
 
thehost 
 
of 
 
 faco
 
share
 
wi
 
ento de Psicol
 AL
CIMENTO
 
RISADOSCADOO
ndo Nascinda A. Can
ng,
 
about 
 
tiates
 
 you
 
cation,
 
the
 
 
relation
 
world 
 
the
 
live
 
with
 
ithin
 
us
 
 foable
-
bodieinfinite,
 
we
 
 focutors.
 
 At 
 
thh
 
others.
 
ogia da Unive
TICCRARÃORCOU
entodeias
1
 
hat 
 
 you
 
hrom
 
other stable
 
scohips,
 
 your 
 
 
se
 
have
 
bea
 
variety 
 
o
 
allegianc
 
or 
 
disabl nd 
 
so
 
th
 
on,
 
bring
 
e
 
centre,
 
h
sidade de Évo
CIE
CeEd
S DATIAEMNJEN
ave
 
in
 
cos.
 
 At 
 
its
 
me
 
to
 
 your 
 
icomplex 
 
iome
 
ever 
 
 potential :
 
as
 
men
 
d,
 
‘British’ refore
 
ato
 
the
 
 for owever,
 
ar 
ra.
EP
ntro de Inveucação e P
 VAUA
DO
 
mon
 
with
 
st 
 
basic
 
it 
 
dividualit volvement ecome
 
coly 
 
contradi
 
women,
 
’ 
 
or 
 
‘Europe
 
our 
 
 po ,
 
‘identify’ 
 
e
 
the
 
valu
Jeffrey
stigação eicologia
some
 
 gives
 
.
 
But 
 
with
 
 plex 
 
ctory 
 
black 
 
an’…
 
sible
 
with,
 
s
 
we
 
eeks
 
NASCIMENTO,
 
F.
 
&
 
Candeias,
 
A.
 
(2007)
 
Características
 
da
 
personalidade
 
criativa
 
 –
 
contributos
 
para
 
a
 
sua
 
demarcação
 
em
 
“a
 
máquina
 
do
 
arcanjo”
 
de
 
Frederico
 
Lourenço
.
 
In,
 
V.
 
Trindade,
 
N.
 
Trindade
 
&
 
A.A.
 
Candeias
 
(Orgs.).
 
 A
 
Unicidade
 
do
 
Conhecimento.
 
Évora
:
 
Universidade
 
de
 
Évora.
 
______________________________________________________________________
2
 
“The Value of Difference”in “Identity, Community, Culture, Difference.”
“An
 
autobiography 
 
is
 
a
 
text 
 
that 
 
seeks
 
to
 
draw 
 
us
 
into
 
itself 
 
without 
 
reservations
 
and 
 
one
 
which
 
we
 
are
 
invented 
 
to
 
read 
 
as
 
being
 
sanctioned 
 
by 
 
a
 
‘metaphysics
 
of 
 
 presence’,
 
its
 
 formal 
 
nature
 
being
 
belied 
 
by 
 
the
 
intimacy 
 
and 
 
truthfulness
 
with
 
it 
 
seems
 
to
 
address
 
us.
 
In
 
autobiography,
 
if 
 
anywhere
 
in
 
literature,
 
we
 
are
 
expected 
 
to
 
sense
 
that 
 
these
 
are
 
texts
 
inhabited 
 
by 
 
a
 
living
 
 person,
 
that 
 
an
 
author 
 
who
 
was
 
 peculiarly 
 
 present 
 
to
 
himself 
 
while
 
he
 
was
 
writing
 
is
 
now 
 
 present 
 
to
 
us
 
as
 
we
 
read.
 
 Autobiography 
 
is
 
the
 
certificate
 
of 
 
a
 
unique
 
human
 
 passage
 
through
 
time
 
and 
 
the
 
theorist 
 
who
 
comes
 
to
 
it 
 
 full 
 
of 
 
sceptical 
 
questions
 
about 
 
its
 
rhetorical 
 
nature
 
knows
 
that 
 
he
 
is
 
 playing
 
an
 
unkind 
 
 game:
 
he
 
is
 
not 
 
as
 
other,
 
more
 
charitable
 
readers
 
of 
 
autobiography.” 
 
John Sturrock“The Language of Autobiography”
I
NTRODUÇÃO
 
“A Máquina do Arcanjo” de Frederico Lourenço é um pequeno recontoautobiográfico, de noventa e seis páginas, acerca da passagem da adolescência paraa vida adulta, para as emoções e a dor de amar e para um novo caminho criativo. Aobsessão do primeiro amor. Amar no masculino, o masculino. É a descoberta davivência duma emoção e da sexualidade ansiada, do caminho a seguir: enquantopessoa que se completa sexual e criativamente na procura da sua voz, da suaexpressão. Neste reconto autobiográfico, Frederico Lourenço traça o seu retrato dejovem que busca o seu curso: da vida, enquanto pessoa e enquanto escritor. Oadulto, apresentando‐se na primeira pessoa, compõe a sua memória de momentoscruciais da passagem da adolescência, marcantes e definidores de quem é, nodesejo de partilha das suas vivênciasO objectivo deste trabalho é analisar, de forma sumária, de que forma acriatividade se exprime na personalidade do jovem Frederico, que faz um percursode músico para escritor. Ainda que nesta fase da sua vida seja de músico paraestudante de clássicas, a escrita esteve sempre latente:
Escritor,
 
professor
 
universitário:
 
como
 
é
 
que
 
se
 
costuma
 
apresentar?
 
Hoje
 
em
 
dia
 
 penso
 
mais
 
em
 
mim
 
como
 
escritor 
 
do
 
que
 
como
 
outra
 
coisa
 
qualquer.
 
 Acho
 
que
 
a
 
 faceta
 
de
 
escritor 
 
se
 
sobrepôs
 
às
 
outras
 
coisas
 
todas.
 
 
NASCIMENTO,
 
F.
 
&
 
Candeias,
 
A.
 
(2007)
 
Características
 
da
 
personalidade
 
criativa
 
 –
 
contributos
 
para
 
a
 
sua
 
demarcação
 
em
 
“a
 
máquina
 
do
 
arcanjo”
 
de
 
Frederico
 
Lourenço
.
 
In,
 
V.
 
Trindade,
 
N.
 
Trindade
 
&
 
A.A.
 
Candeias
 
(Orgs.).
 
 A
 
Unicidade
 
do
 
Conhecimento.
 
Évora
:
 
Universidade
 
de
 
Évora.
 
______________________________________________________________________
3
 
Tornou-se a sua primeira natureza ou já o era?
Penso
 
que
 
 já
 
era,
 
mas
 
estava
 
bloqueada.
 
 Acho
 
que
 
essa
 
natureza
 
de
 
escritor 
 
teve
 
uma
 
 grande
 
rolha
 
em
 
mim
 
durante
 
muito
 
tempo
 
e,
 
a
 
 partir 
 
do
 
momento
 
em
 
que
 
a
 
rolha
 
saltou,
 
realizo
-
me
 
e
 
vejo
-
me,
 
de
 
 facto,
 
muito
 
mais
 
como
 
escritor 
 
do
 
que
 
como
 
 professor.
 
 A
 
vocação
 
da
 
escrita
 
é
 
anterior
 
à
 
vocação
 
pedagógica?
 
Sim,
 
muito
 
anterior.
 
Penso
 
que
 
mesmo
 
antes
 
de
 
saber 
 
escrever 
 
 já
 
escrevia.
 
(…)
 
Estávamos
 
em
 
Oxford 
 
e
 
eu
 
não
 
sabia
 
ainda
 
escrever,
 
mas
 
queria
 
escrever 
 
cartas
 
às
 
minhas
 
avós.
 
Portanto,
 
imitava
 
a
 
caligrafia
 
dos
 
meus
 
 pais,
 
mas
 
sem
 
saber 
 
escrever.
 
Muito
 
menos
 
em
 
 português.
 
Mas
 
sempre
 
tive
 
essa
 
vontade
 
de
 
estar 
 
agarrado
 
a
 
um
 
 papel,
 
a
 
escrever.” 
 
(Marques:
 
 2005,
 
32)
 
Tendo um percurso de treino musical, desde a infância, para passar às letras,devido à “incompatibilidade” entre a música e a assumpção e a prática da suasexualidade, o trabalho tentará reflectir de que forma personalidade e criatividadese apresentam nestas memórias.Criatividade é a capacidade de trazer algo de novo e com valor à luz do dia(Helson: 1996, 295), é ter soluções “novas” e adequadas para osproblemas/situações que nos são apresentados/das (Feist: 1998). Indivíduoscriativos, ainda segundo Helson, serão aqueles que passarem o seu tempo nessaactividade e lhe trouxerem contributos.Personalidade, embora seja um termo sem definição universal adoptado, éconsiderada, por muitos psicólogos, relacionar‐se com aspectos importantes, erelativamente estáveis no tempo, do comportamento duma pessoa e lida com umagrande variedade de comportamento humano. Embora alguns teóricos consideremque a personalidade seja só objecto de estudo externo e em contexto social, amaior parte argumenta que esta é intrínseca a cada indivíduo, possível existirmesmo na ausência do contacto com outras pessoas e com aspectos nãoobserváveis tais como sonhos, pensamentos e memórias. Os factores sociais,mentais, físicos e emocionais duma pessoa são importantes assim como todosaqueles de que se tem ou não consciência. (Ewen: 1998, 3) Ou seja: tudo aquilo quenos rodeia e nos distingue é um aspecto importante da nossa personalidade,estejamos mais ou menos inseridos num espaço ou comunidade.Mas nem todos somos criativos: embora com menor ou maior grau, acriatividade não se manifesta nem da mesma forma em todas as pessoas, nem emtodas se manifesta. A personalidade de qualquer um revela‐se criativa se reunir

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Soraia Almeida liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->