Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
P. 1
eBook Cromoterapia

eBook Cromoterapia

Ratings: (0)|Views: 12|Likes:
Published by LitiannaBrandi

More info:

Published by: LitiannaBrandi on Feb 08, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/04/2013

pdf

text

original

 
 
 
APRESENTAÇÃO
A minha experiência em CROMOTERAPIA teve início em 1986,quando estudava junto ao Centro CAMINHEIROS, que pertenceu àfamília GASPARETTO. Na época cursava o 3.º ano da
“Escola de For- mação de Médiuns” 
. Em setembro deste mesmo ano fui transferido, nacondição de
“Voluntário” 
, para o
“grupo” 
assistencial que auxiliava
“ca- sais com problemas conjugais” 
através da MENTALIZAÇÃO das CO-RES. Logo após meu início, com a autorização da COORDENAÇÃO dotrabalho, comecei a desenvolver aparelhos que facilitassem a realizaçãodas
“sessões de tratamento” 
. Dois aparelhos foram utilizados por este
“grupo” 
, sendo que o primeiro consistia de um painel com cinco lâmpa-das coloridas, e o outro, um painel de teto contando com as CORES do“Arco-Íris”, com um controle que acionava cada uma delas em separa-do ou em conjunto. Da amizade surgida com a COORDENADORA des-te trabalho, insisti para que obtivéssemos a autorização na criação deum
“Grupo de Estudo de CROMOTERAPIA” 
no CAMINHEIROS. Emdezembro de 86 recebemos a autorização, não para a formação do gru-po, e sim, de um Curso de CROMOTERAPIA. Este curso teve início emmarço de 87 e nele permaneci até o ano de 1989. Em paralelo, no mês demaio de 87, surgiu na “Casa” o trabalho com CROMOTERAPIA, aí então utilizada como “Medicina Alternativa”, para tratamento das pes-soas que freqûentavam aquele espaço. Minha contribuição inicial foiainda como “Voluntário”, sendo que, poucos meses após este início detrabalho, um outro dia de atendimento foi criado e convidado para diri-gi-lo, onde permaneci até dezembro de 1990.No mês de março de 91, fundei o LUZ DOURADA, um espaço queteria como pressuposto, o tratamento de pessoas, com aplicação deCROMOTERAPIA, conjuntamento com uma Assistência Espiritual. De1991 a 2001, quando do encerramento das atividades, foram cadastra-dos aproximadamente 10.000 atendidos.Este livro nasceu da necessidade de orientar a formação de “Vo-luntários” que desejassem trabalhar no LUZ DOURADA - CENTRODE CROMOTERAPIA, DESENVOLVIMENTO E CULTURA ESPI-RITUALISTA, como CROMOTERAPEUTAS.
2
 
É importante, nesse instante, esclarecer que a padronização nãointenciona restringir a sensibilidade, e sim, oferecer um conjunto de re-gras que dê um mesmo benefício ao “paciente”, independentemente doCROMOTERAPEUTA que o atenda, para que as CORES surtam o e-feito que as caracteriza e que é desejado ao ser receitada. Os “terapeu-tas” devem continuar atentando para o “sentir”, de tal forma que nãoseja afetado pela técnica, bem como e principalmente, desde que a técni-ca não perca em qualidade. A sensibilidade sempre acrescentará à téc-nica, que bem empregada proporcionará um melhor resultado a todos.Fica entendido que a adoção deste Manual não dispensa outrasleituras para um melhor entendimento sobre CROMOTERAPIA, bemcomo, no conhecimento da topologia dos órgãos que poderá ser encon-trado nos diversos
 Atlas do Corpo Humano
disponíveis nas livrarias.A todos, desejamos um bom entendimento com muito divertimen-to.São Paulo, junho de 2.003.
MORIEL SOPHIA
Cromoterapeuta
3

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->