Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword or section
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
74902059-5-Chakras

74902059-5-Chakras

Ratings: (0)|Views: 22|Likes:

More info:

Published by: Espaço Holistico Kuan on Feb 17, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/17/2013

pdf

text

original

 
Física Quântica e a Arca da Aliança – parte I
por Marcelo del Debbio em Teoria da Conspiração às 7:12Olá crianças,Eu juro pelos deuses que este vai ser o último post envolvendo eletromagnetismo euniversos paralelos. Semana que vem vamos para a Arca, a Kabbalah, os dezMandamentos e o Templo de Salomão.Antes de começarmos, eu queria sugerir este documentário da BBC (legendado) justamente sobre física quântica e universos paralelos. Primeiro vou deixar os cientistasfalar, depois dou a versão ocultista.Como todos aqui já estão cansados de saber, acreditava-se que toda a matéria douniverso fosse constituída por ÁTOMOS. Mais tarde, estes átomos foram divididos emElétrons, Prótons e Nêutrons e posteriormente em Fêmions, Leptons, Quarks, Bósons,Mésons, Bárions, Hiperons e matematicamente já foi demonstrado (mas ainda otestemunhado) a existência de Protinos, Gluinos, Gravitinos e Neutralinos. É bempossível que ainda consigam dividir mais e mais e mais, até chegarem às partículas“básicas” do universo. Os rosacruzes chamavam estas partículas de “Energia Espírito”.(sim, o termo foi usado errôneamente por Kardec e mantém-se até os dias de hoje comum significado completamente diferente de sua idéia inicial fora dos círculos iniciáticos,mas isso é assunto para quando chegarmos no século XIX).
 
 Resumindo: creio que todos concordamque TUDO no universo é formado apartir de uma energia única (vamoschamar de “blocos fundamentais” porqueeu sei que “Energia Espírito” vai arrepiaros ouvidos sensíveis de muitos por aqui)e que ela apenas se diversifica naaparência, e que esta diversificação sedeve simplesmente ao fato de que estesblocos não contêm a mesma quantidadedesta energia. Se todos os blocosfundamentais da composição do universose apresentassem da mesma maneira,seríamos absolutamente incapazes dediferenciá-los… Em outras palavras: madeira, aço, vidro, borracha, água, uma laranja…todos se apresentariam exatamente da mesma maneira para nossos sentidos objetivos.Até mesmo o ar que respiramos não poderia ser diferenciado de uma pedra!Mas vivemos em um mundo com infinitas matizes. Como?Para responder esta pergunta, precisamos definir o que vem a ser vibração, ou energiavibratória. Para os físicos, trata-se de uma propagação de ondas caracterizadas porfreqüência, comprimento e amplitude constantes ou variáveis.Para ilustrar o que vem a ser esta impressão, vamos nos ater a um exemplo simples:Imagine as ondas no mar e um barquinho sobre elas. Conforme as ondas semovimentam, o barco oscila para cima e para baixo, mas não se mexe. Para umobservador estático, o barco estaria se movimentando apenas para cima e para baixo.Agora vamos começar a dar nó na sua cabeça.Este exemplo considera ondas em cenário em 2 dimensões físicas (e uma temporal) eum observador em 1 dimensão física (e uma temporal). Agora vamos imaginar umcenário matematicamente possível de ondas se propagando em N dimensões cujosefeitos só são percebidos pelo observador que está em um mundo com 3 dimensõesfísicas e uma temporal.E nós temos o que chamamos de “realidade”.Então, onde você está vendo uma maçã, na verdade, temos vibrações destes blocosfundamentais em N planos dimensionais cujo resultado palpável no plano físico seriaum objeto com forma de maçã, cor de maçã, gosto de maçã, cheiro de maçã, textura demaçã e, quando em contato com os seus dentes, barulho de maçã.
 
Estas variações se devem à variação da freqüência, comprimento e amplitude destasondas em N dimensões. Os Rosacruzes da Idade Média chamavam esta multiplicidadede “teclados vibratórios” e conseguiram designar diversos fenômenos físicos dentro domesmo diagrama. Desde raios cósmicos até as cores, cheiros e texturas.Há um experimento simples para demonstrar isto, realizado pelo cientista rosacruz JOHN DALTONno século XI O experimento consistia em girar uma bola de aço aoredor de si mesma, com velocidade crescente. Enquanto a rotação mantinha-se fraca,o havia alteração perceptível. Aumentando o movimento, chegou a um ponto onde oscontornos da esfera já não eram mais perceptíveis. E depois outro momento onde omovimento começou a emitir um som. Aumentando a rotação ainda mais, a emissão desom tornou-se mais aguda e em seguida a bola tomou uma coloração avermelhada. Nomáximo de velocidade mecanicamente possível na época, a bola começou a emitir calor.Segundo Dalton, uma rotação infinitamente mais rápida faria a bola se tornar invisível eacabaria por desintegrá-la.Colocando estes dados em nosso “Teclado de Espírito” temos, do ponto de vistametafísico, em apenas UMA escala:- Raios Cósmicos- Raios Gama- Raios X- Ultravioleta- O espectro de cores visíveis- Infravermelho- Calor- Micro-ondas- Ondas de rádio- Ultra-sons- Ondas sonoras- Odores- Sabores- Infra-sons- MatériaH. Spencer Lewis, Imperator daAMORC, chegou a construir umaparelho que convertia notas musicais emcores entre suasvárias invenções e descobertas científicas.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->