Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
68Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
PRINCIPAIS CICLOS DA ECONOMIA BRASILEIRA

PRINCIPAIS CICLOS DA ECONOMIA BRASILEIRA

Ratings:

4.6

(5)
|Views: 57,332|Likes:
Published by fellowboy8079
Rápido histórico dos principais ciclos economicos do Brasil
Rápido histórico dos principais ciclos economicos do Brasil

More info:

Published by: fellowboy8079 on Feb 18, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See More
See less

06/17/2013

pdf

 
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇAO TECNOLOGICA – CEFETUNIDADE DE ENSINO DESCENTRALIZADA DEIMPERATRIZ - UNEDI
Jhamyson Galvão CabralFilipe Rhuan Vieira de Sá CruzPRINCIPAIS CICLOS DA ECONOMIA BRASILEIRAImperatriz2007
 
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇAO TECNOLOGICACEFET
Jhamyson Galvão Cabral-Nº16Filipe Rhuan Vieira de Sá Cruz-Nº232/I
PRINCIPAIS CICLOS DA ECONOMIA BRASILEIRA
Imperatriz2007
Trabalho apresentado a professora Alencar,da disciplina de Geografia, para obtenção denota parcial do primeiro semestre do anocorrente.
 
INTRODUÇÃO
 Na história econômica brasileira, o conceito de ciclos econômicos é utilizado para identificar os movimentos de crescimento e declínio das atividades extrativas ( ciclo do pau-brasil), da produção agrícola ( borracha, cana-de-açúcar, cacau, café) e mineradora ( ouro).Aeconomia  brasileiraviveu vários ciclos ao longo daHistória do Brasil. Em cada ciclo, um setor foi privilegiado em detrimento de outros, e provocou sucessivas mudanças sociais, populacionais, políticas e culturais dentro da sociedade brasileira.O primeiro ciclo econômico do Brasil foi a extração do pau-brasil, madeira avermelhadautilizada natinturariadetecidosnaEuropa, e abundante em grande parte do litoral brasileiro na época do descobrimento (doRio de JaneiroaoRio Grande do Norte). Os portugueses instalaramfeitoriasesesmariase contratavam o trabalho deíndiospara o corte e carregamento da madeira por meio de um sistema de trocas conhecido comoescambo. Alémdo pau-brasil, outras atividades demodelo extrativistapredominaram nessa época, como acoleta dedrogas do sertãonaAmazônia. O segundo ciclo econômico brasileiro foi o plantio decana-de-açúcar , utilizada na Europa para a manufatura deaçúcar em substituição àbeterraba. O processo era centrado em torno do engenho, composto por uma moenda de tração animal (bois, jumentos) ou humana. O plantiode cana adotou olatifúndiocomo estrutura fundiária e amonoculturacomo método agrícola. A agricultura da cana introduziu omodo de produção escravista,baseado na importação eescravização de africanos. Esta atividade gerou todo um setor paralelo chamado detráfico negreiro. Apecuáriaextensiva ajudou a expandir a ocupação do Brasil pelos portugueses, levando o povoamento do litoral para o interior.Durante todo oséculo XVII, expedições chamadasentradas e bandeirasvasculharam o interior do território em busca de metais valiosos (ouro,prata,cobre) e pedras preciosas (diamantes,esmeraldas). Afinal, já no início doséculo XVIII(entre1709e1720) estas foram achadas no interior daCapitania de São Paulo(Planato Central e Montanhas Alterosas), nasáreas que depois foram desmembradas comoMinas Gerais,GoiáseMato Grosso, dando início ao ciclo do ouro. Outra importante atividade impulsionada pela mineração foi ocomércio interno entre as diferentes vilas e cidades da colônia, propicionada pelostropeiros.Ocaféfoi o produto que impulsionou a economia brasileira desde o início doséculo XIXaté adécada de 1930.Concentrado a princípio noVale do Paraíba(entre Rio de Janeiro e São Paulo) e depois nas zonas deterra roxado interior deSão Pauloe doParaná, o grão foi o  principal produto de exportação do país durante quase 100 anos. Foi introduzida por Francisco de Melo Palhetaainda noséculo XVIII, a partir de sementes contrabandeadas da Guiana Francesa.Em meados doséculo XIX, foi descoberta que a seiva daseringueira, uma árvore nativa da Amazônia, servia para a fabricação deborracha, material que começava então a ser utilizado industrialmente na Europa e naAmérica do Norte. Com isto, teve início ociclo da borracha  noAmazonas(então Província do Rio Negro) e na região que viria a ser oAcrebrasileiro (eno parte da Bolívia e do Peru). chamadodesenvolvimentismo(ou nacional-desenvolvimentismo) foi a corrente econômica que prevaleceu nosanos 1950, do segundo

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->