Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Tratado de Direito Privado Tomo 7

Tratado de Direito Privado Tomo 7

Ratings:

4.0

(1)
|Views: 3,020|Likes:
Published by whsg01

More info:

Published by: whsg01 on Feb 22, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as RTF or read online from Scribd
See more
See less

11/23/2012

 
TRATADO DE DIREITO PRIVADO- TOMO VII
Parte Especial
Direito de personalidade. Direito de família: direito matrimonial(Existencia e validade do casamento).
Tábua Sistemática das Matérias
Livro 1Direito de Personalidade
Capítulo 1Direitos de personalidade, em geral
§ 727.
Conceito de direitos de personalidade.
1. Direitos absolutos; integridade física, liberdade e outros direitos. 2. Di-reitos de personalidade, direitos absolutos. 3. Direito objetivo e direitos de personalidade§ 728.
 Intransmissibilidade e irrenunciabilidade.
1. Os direitos de personalidade são intransmissíveis. 2. Os direitos de personalidade são irrenunciáveis. 3. Ligação à vida§ 729. Os
diferentes direitos de personalidade.
1. Os principais direitos de personalidade. 2.
Status
e direitos de per-sonalidade. 3. Subjetividade e direitos de personalidade§ 730.
 Direitos de personalidade imediatos e mediatos.
1.Conceitos, quanto à imediatidade ou não. 2. Imprescindi- bilidade dos direitos de personalidade
Capítulo IIDireitos de personalidade, espécies
§ 731.
 Direito de personalidade como tal.
1. O primeiro direito de personalidade. 2. Não se trata de direito sobre a pessoa. 3. Inatingibilidade pela lei do Estado§ 732.
 Direito á vida.
1. lnatidade do direito à vida. 2. Dimito à vida sem direito à morte. 3. Direito à vida e provL sões àvida§ 733. Direito à
integridade física.
1. Dominus
membrorum suorum nerno videtur;
tutela do direito à integridade física.2. Direito à vida e direito à integridade física. 3. Ofensa à integridade física pela própria pessoa. 4. Irrenunciabilidadedo direito à integridade física. 5. Primado do direito à vida.6. Operações cirúrgicas, transplantações e dações de sangue.7. Direito à integridade física e direito à liberdade§ 734. Direito à
integridade
 psíquica. 1. Direito à integridade psíquica, direito absoluto. 2. Direito à integridade psíquicae direito à integridade física. 3. Escala de direitos: direito à vida, direito à integridade psíquica e direito à integridadefísica§ 735. Direito à
liberdade.
1. Direito à liberdade e limites a ele. 2. Direito à liberdade, pretensões, ações e exceções.3. A chamada liberdade de negociar. 4. Liberdade de escolher profissão não é direito de personalidade. 5. Contraquem se dirige o direito à liberdade. 6. Se o direito de liberdade é público ou privado. 7. Direito à liberdade, direitoinato§ 736.
 Direito à verdade.
1. Direito à verdade e papel que exerce a exceptio veritotis. 2. Tutela do direito à verdade.3. Ação nos crimes de calúnia e de difamação. 4. Morte e direito à verdade96100
 
§ 737.
 Direito à honra.
1. Conceito de honra. 2. Pessoas jurídicas e honra. 3. Direito inato. 4. Calúnia e ofensa àhonra. 5.Ofensa não-criminosa à honra. 6. Cessação do direito à honra. 7. Tutela jurídica do direito à honra. 8. Reintegração dahonra§ 738. Direito
à própria imagem.
1. Problema
de iure
condendo e problema de iure
condito.
2. identificação pessoal eimagem. 3. O direito à própria imagem e a doutrina desde 1896. 4. Direito à honra e direito à própria imagem; fixaçãodo conceito de direito à própria imagem. 5. Direito à própria imagem, direito à imagem das coisas próprias e direito àimagem em coisas. 6. Direito à própria imagem e direito às cópias. 7. Caricatura e direito à própria imagem. 8.Intransmissibilidade do direito à própria imagem. 9.Representação decorativa da pessoa. 10. Cessação do direito à própria imagem§ 739. Direito
de igualdade.
1. Evolução do direito e igualdade humana. 2. Direito à igualdade e seus limites§ 740. Direito ao nome. 1. Personalidade e nome. 2. Prenome e impositio nominis. 3. Nome inteiro e nome particular.4. Nome individual, firma individual (nome comercial da pessoa física) e título do estabelecimento e marcas. 5. Nomedas pessoas jurídicas§ 741.
 Aquisição
do nome. 1. Prenome. 2. Sobrenome.3. Adoção e sobrenome. 4. Reconhecimento de filho e sobrenome§ 742. Direito
a ter nome e direito de nome (direito
ao
nome).
1. Seres humanos e direito ao nome. 2. Escolha e auto-imposição do nome§ 743. Direito ao nome e
dever de ter e
conservar o
nome.
1. Direito e dever de ter nome; princípio da imutabilidade.2. Natureza do direito ao nome. 3. Direito ao nome e interesse individual; direito público. 4. Direito ao nome, direitoabsoluto. 5. Pessoas físicas, pessoas jurídicas e direito ao nome. 6. Intransferibilidade do direito ao nome. 7. Deveresde ter e de conservar nome§ 744. Função identificativa do nome. 1. Nome e duração. 2. Princípio da definitividade do prenome. 3. Sobrenome e.alteração§ 745. Direito
de emprego, não-identificativo, do nome
ou
 seus elementos componentes.
1. Funções secundárias, não-identificativas, do nome. 2. Emprego do nome em função não-identifícativa§ 746.
Ofensas
ao
direito
ao
nome.
1. Tutela jurídica do direito ao nome. 2. Nome comercial (individual). 3. Mulher casada e nome do marido. 4. Ofensa específica ao direito ao nome§ 747.
Ofensas
ao nome. 1. Ofensas em geral; ofensas por negação. 2. Ofensas por usurpação, para si ou para outrem.3. Danos materiais e danos morais. 4. Ação de usurpaçãode nome§ 748.
Tutela do
nome. 1. Ações oriundas do direito ao nome: A) Ação declarativa. 2. B) Ação de condenação. 3. C)Ação de indenização por ato ilícito absoluto. 4. Designações de status. 5. Usurpação e aplicação do nome a coisas. 6. Nome em marcas de produto ou de serviço, de certificação e coletivas. 7. Abuso do direito ao nome. 8. Títuloscientíficos, artísticos e outros. 9. Pessoas jurídicas e tutela do nome. 10. Nome e registro de marcas§ 749.
 Pseudônimo.
1. Conceito de pseudônimo. 2. Função de ocultação da identidade pessoal. 3. Limites à faculdadede criar pseudônimo. 4. Acréscimos ao nome. 5. Egípcios e Romanos. 6. Nome ocultante, nome artístico, nome profis-sional. 7. Natureza do pseudônimo. 8. Direito romano, direito grego e direito ao nome e ao pseudônimo. 9. Direito a ter  pseudônimo e personalidade. 10. Aquisição do pseudônimo. 11. Perda do pseudônimo. 12. Direito ao pseudônimo edireito patrimonial de autor. 13. Relações de direito público e uso de pseudônimo. 14. Pseudônimo, parte material de publicação periádica. 15. Titulo de estabelecimento e pseudônimos§ 750.
 Dever de ter e de
usar 
 pseudônimo.
1. Dever, de origem negocial. 2. Mulher casada§ 751.
Tutela do pseudônimo.
1. Ações oriundas do direito ao pseudônimo. 2. Atividade e uso do pseudônimo; eficáciada averbação. 3. Ação de condenação específica§ 752. Nome comercial. 1. Nome específico e nome comercial (individual). 2. Firma e estabelecimento; crítica a expres-sões das leis. 3. Nome comercial, direito de personalidade. 4. Nome das pessoas jurídicas
 
§ 753.
 Direito
ao nome
de coisa.
1. Nome de coisas.2. Propriedade intelectual e propriedade de títulos de periódicos§ 754.
 Direitos oriundos de exercício de liberdades.
1. Direitos inatos e direitos natos. 2. Direitos oriundos do exerciciodas liberdades§ 755.
 Direito a velar a intimidade.
1. intimidade e invasão pelos sentidos alheios. 2. Limitações ao direito de velar aintimidade. 3. Direito a velar a intimidade e liberdade de fazer e de não fazer. 4. Direito à intimidade e inviolabilidadedo domicílio. 5. Correspondência fechada. 6. Titular do direito ao segredo epistolar. 7. Quando cessa o direito ao sigilo.8. Violação sem ser para publicação. 9. O que se entende por manifestação em segredo. 10. Se há disponibilidade dodireito ao segredo. 11. Morte da pessoa que escreveu a carta, ou gravou o disco ou filme. 12. Diários, memórias pessoaisou familiais e confissões. 13. Segredo em livros e outras obras sem direito a segredo. 14. Transmissão oral ou gesticular.15. Agências de informações e de investigações§ 756.
 Direito autoral de personalidade.
1. Personalidade e direito autoral. 2. Conceituação do direito autoral de per-sonalidade. 3. Direitos concernentes à criação e ações deles resultantes. 4. Análise das ações. 5. O direito autoral notempo. 6. Direito de correção. 7. Propriedade intelectual. 8. Tutela do direito autoral de personalidade. 9. Anonimato.10. Pseudônimo. 11. Diferença entre a tutela do direito autoral de personalidade e o direito patrimonial de autor. 12. Pes-soas jurídicas, direito patrimonial de autor e direito autoral de personalidade
Livro IIDireito de FamíliaTitulo IDireito Matrimonial, IIntrodução
§ 757.
 Fato social e
 processos sociais
de adaptação.
1. Adaptação social e fato social. 2. Mundo social. 3. Inter-dependência dos fatos sociais. 4. Principais processos sociais de adaptação. 5. Círculos sociais. 6. Direito e valor de es-tabilização§ 758. Leis
de evolução jurídica.
1. Lei sociológica. 2. Lei das três fases e lei da crescente dilatação e integração doscírculos sociais. 3. Simetrização entre homem e mulher....§ 759.
 Par 
andrógino
e duração; círculos
sociais
e família.
1. O menor círculo social. 2. Ninho e associação. 3. Par an-drógino. 4. Clã. 5. Fratria. 6. Fator geográfico. 7. Tribos. 8. Círculo social e direito: tipos de direito. 9. Relações de famí-lia: regramento do casamento e direito tutelar e parental..§ 760. Conceito
de família.
1. Diversidade dos conceitos. 2. Tipo patriarcal. 3. O conceito de familia no Código Civil.4. O que é forma de família. 5. Monogamia e poligamia.6. Relações de dependência§ 761. Teorias
em relação à origem da família.
1. Organização primitiva. 2. Teorias principais. 3. Problema da origem edo encadeamento das formas de família§ 762.
Matriarcado, patriarcado, forma atual.
1. Origens. 2. Formas legais. 3. Poder marital e poder patriarcal§ 763.
 Direito em geral;
direito
de família.
1. Conceito de sociedade e conceito de direito. 2. O direito como processosocial de adaptação. 3. Classificação das regras jurídicas. 4. Direito de família. 5. Divisão do direito de família. 6. Re-gras jurídicas cogentes; prazos preclusivos e prazos prescricionais. 7. Direitos personalíssimos e irrenunciabilidade. 8.Direito romano e direito germânico, na formação do direito de família. 9. Classificação dos direitos de familia, direitosabsolutos. 10. Princípios de liberdade; sanções jurídicas. 11. Vida em comum. 12. Ações de direito de família. 13.Religião, moral e costumes de família. 14. Finalidade da legislação de direito de família (direito estatal confessional).15. Elemento religioso, ético e costumeiro no direito da família

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->