Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
35Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Psicologia Social, 1 aula

Psicologia Social, 1 aula

Ratings:

4.5

(6)
|Views: 6,799 |Likes:
Introdução da 1 aula de Psicologia Social da Universidade Bandeirantes de São Paulo (Uniban Morumbi II). Diagramei deste jeito para facilitar na hora de estudar para a prova.
Introdução da 1 aula de Psicologia Social da Universidade Bandeirantes de São Paulo (Uniban Morumbi II). Diagramei deste jeito para facilitar na hora de estudar para a prova.

More info:

Published by: José Hiroshi Taniguti on Feb 22, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/02/2013

pdf

text

original

 
l
:
Relação entre Psicologia e Psicologia social entendi-da em sua perspectiva histórica, inicia-se na
década de50
. O Social é relativamento novo.
 Pós-segunda guerra mundial. Soldados, combatentes sofriam de traumas e sequelas graves (reabilitação).Surgi o primeiro olhar geral e crítico na Psicologia.
2 Vertentes
:
u
Tradição Magmática dos
EUA
 
v
Tradição Filosófca
Européia
u
: Visa alterar e criar 
atitudes
. Interferir nas relaçõesgrupais, garantindo a produtividade do grupo.
 Foca em atitudes - Capitalísmo/Produtividade /Lucro- Trabalha com a harmonização entre as indústrias - grupo se fortalece impedindo que as indústrias paremde gerar produtividade. Exemplo da escolas antropoló- gicas ( diferentes, porém não centradas no social).
v
: Procura
conhecimentos
que evitem novas catástro-fes mundiais, com raízes na fenomenologia.
Muito bem difundida na Europa. Procurava-se conhe-cimento. São totalmente ao contrário dos EUA. Querem
9 de Fevereiro de 2009
PSICOLOGIA SOCIAL
Psicologia Social e umanova concepção do homem
 gerar idéias, evitar novas catastrófes, baseado na feno-menologia ( Levitt: Gestalt: Teoria do Vínculo).
l
:
Euforia dura até a
década de 60.
 E a disputa da losóa EUA VS Européia durando até a
década de 60.
l
:
Crítica do conhecimento da Psicologia Social quenão conseguia intervir, nem explicar, nem prever com- portamentos sociais.
 Não conseguia prever o conhecimento na sociedade.Quem está certo? EUA ou Européia? Quem é o homemabstrato?
l
:
 Na américa Latina, Psicologia Social oscila entre as2 Vertentes.
l
:
Critíca ao “Homem Abstrato”.
 Não constrói o conhecimento, ele absorve.. Critica o ser biológico com o ser social. O homem aprende! Ensina, fala. É muito cultural, temporal, social. O homem émais do que isso, mais do que animal, além das nesces- sidades básicas. Traz consigo sua condição sócio-his-tórica. Tem uma bagagem própria, por isso se destacacomo pessoa única, diferente. Ex. O homem urbano quevai morar numa aldeia muito primitiva ( diferença).
l
:
Tradição Biológica
da Psicologia crítica.
l
:
O homem fala, pensa, aprende, ensina, transforma anatureza. Ele é cultura, é história viva.

Activity (35)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
jocksan.costa added this note
Me ajudou muito na compreensão do texto. Obrigado!
Hauane Pacheco liked this
Ana G Lourenço liked this
Pamella Rigon liked this
Andréia Sousa liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->