Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
5Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Fisiologia Humana

Fisiologia Humana

Ratings:

5.0

(2)
|Views: 1,994|Likes:
Published by Elaine
Fisiologia
Fisiologia

More info:

categoriesTypes, School Work
Published by: Elaine on Feb 28, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

01/29/2013

pdf

text

original

 
1
FISIOLOGIA
Alunas:Ana Paula Nogueira PeixotoDulcinéia da Silva Lima
TRANSTORNOS DA ALIMENTAÇ O
ANOREXIA NERVOSABULIMIACOMPULSÃO ALIMENTAR 
 
ANOREXIA NERVOSA
DEFINIÇÃOÉ uma dieta levada aos extremos. Os doentes sentem umgrande medo quando pensam em engordar, isso faz com quecomam muito pouco e percam muito peso.ACHADOS DIAGNÓSTICOSBaixo pesoMedo da obesidadeRecusa em comer Sintomas secundários a perda de peso AmenorréiaCrescimento de lanugoBradicardiaVômitos e purgaçõesAbuso de LaxantesPerturbação da Imagem Corporal
 
2
EPIDEMIOLOGIAIncidência aumentando em decorrência de fatores socio-culturaisMais comum no sexo femininoNas família de classe média e altaIdade inicial entre 13-14 anosPode ser precedida por um leve período de obesidade edietas brandasInteligência acima da médiaCAUSADesconhecidaTeorias acerca do transtorno: –Modelo Psicanalítico Tradicional –Disfunção endocrinológica –Modelo interacionalMODELO PSICANALÍTICO TRADICIONALPresume-e que os pacientes anoréticos apresentam ummedo profundo da sexualidade e da impregnação e essaocorre por via oral.DISFUNÇÃO ENDOCRINOLÓGICAExiste algumas anormalidades endocrinológicas incluindoníveis aumentados de vasoprecina e das funções tireóidea.As meninas que apresentam amenorréia o fazem antes da perda de peso. O que sugere que um desequilíbrioendocrinológicoMODELO INTERACIONALExiste interações entre pais e filhos que podem conduzir uma criança à recusa alimentar em idade mais avançada.DIAGNÓSTICO DIFERENCIALDoença de Addison podem apresentar (perda de peso,anorexia, vômitos); anormalidades nos eletrólitos devemindicar o diagnóstico.Hipotireoidismo podem apresentar (intolerância ao frio,constipação, bradicardia, alterações da pele; o excesso de peso deve indicar o diagnóstico.Esquizofrenia o paciente pode para de se alimentar: odiagnóstico diferencial delirios relacionados a alimentaçãoOutras Patologias.
 
3
TRATAMENTOModificações de comportamento para reforça o ganho de peso e alguma forma combinada de psicoterapia individuale familiar Na recusa da alimentação onda nasogástrica ouhiperalimentação endovenosa.Intervençõe para previnir a catexia e morte.PROGNÓSTICOReservado -muito pacientes nunca se restabelecemcompletamente de sua preocupação excessiva com o peso.
BULIMIA
ETIOLOGIA DA PALAVRAEtiologicamente a palavrabulimiaorigina-se do grego bous(boi) e limos (fome), referindo-se, portanto , a umafome tão grande quanto a de um boi.Entretanto essecomportamento alimentar foi visto como um desvio daanormalidade, referências aos festins romanos revelam-nosque era hábito a ingestão excessiva de alimentos, a pontode criarem ovomitorium, local onde podiam aliviar-sedessa farra alimentar.Trata-se de episódios deingestõesalimentares copiosas edescontroladas, em geral secretas e rápidas. São episódios deverdadeirosempanturramentos, "orgias" alimentares, nasquais os pacientes só cessam a ingestãopormal físico,interrupção externa (chegada súbita de outra pessoal) oupor esgotarem-se os alimentos.INÍCIOA história dabulimianervosa, normalmente começapor uma necessidade real ou imaginária de perder peso,decorrente de uma insatisfação com o corpo. Pacientes bulimicascostumam centrar a avaliação do que fazem de simesmas baseando-se quase que exclusivamente em suaaparência física. Sentimentos de baixa-estima depende daeficiência de seus métodos para alcançar o corpo desejado.Tudo funciona como se outros valores pessoais nãoexistissem ou fossem secundários, pois só conseguem sesentirem fisicamente dentro dos padrões desejáveis pelasociedade. Chegam a isolar-se de relações, evitar reuniõessociais ou viagens quando não se sentem em condições de preencher tais requisitos

Activity (5)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Jerry Difuila liked this
ALEXEQUILIBRI1 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->