Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
8Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
EDUCAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO

EDUCAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO

Ratings: (0)|Views: 923 |Likes:
Na presente comunicação pretende-se contribuir para a discussão do tema deste congresso sobre A Unicidade do Conhecimento a partir de um texto de Roldão (2005), onde refere que a discussão epistemológica que atravessa a Educação enquanto saber merece ser retomada, sendo por nós adoptado o modelo da unidade (pluri e/ou transdisciplinar) do campo epistemológico da Educação, bem como a partir de um livro de Morin (2002), onde apela para a necessidade de promover um conhecimento pertinente capaz de apreender os problemas planetários nos seus contextos, nas suas complexidades e nos seus conjuntos, reconhecendo assim a unidade e a diversidade dos conhecimentos e dos seres humanos.
Na presente comunicação pretende-se contribuir para a discussão do tema deste congresso sobre A Unicidade do Conhecimento a partir de um texto de Roldão (2005), onde refere que a discussão epistemológica que atravessa a Educação enquanto saber merece ser retomada, sendo por nós adoptado o modelo da unidade (pluri e/ou transdisciplinar) do campo epistemológico da Educação, bem como a partir de um livro de Morin (2002), onde apela para a necessidade de promover um conhecimento pertinente capaz de apreender os problemas planetários nos seus contextos, nas suas complexidades e nos seus conjuntos, reconhecendo assim a unidade e a diversidade dos conhecimentos e dos seres humanos.

More info:

Published by: Unicidade do Conhecimento on Mar 03, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/10/2012

pdf

text

original

 
 
I
MorTerrsocifun– noNsabsocie as
1
Insti
 
ENC
A UN
O
TRO
ayor (200in Os Setea possa sadade huamentaisseu sentido seu livrres fundadade e eregras próI.
 
O COPERII.
 
OS MINFLCOM
 
tuto Politécni
ONTRO IN
NICIDADE D
ERGO
UÇÃ
2), antigoSaberes ptisfazer asana deveros nossoso mais amo, anterio
 
mentais qqualquerprias de caNHECIMEANENTEÉTODOSÊNCIASLEXO.
o de Castelo
ERNACIO
DO CONHEC
UNH
Lu
 
director‐gra a Educnecessidaá transforestilos delo – desermente ciue a Educultura, seda sociedaTO DOS CDE ERROUE PERMIRECÍPROC
 
ranco. Escola
 AL
CIMENTO
 
AZCI
rdes Cardral da UNção do Fues dos sear‐se e,ida e dospenha uado, Moração dom excepçãde e de ca
 
ONHECIME DE ILUSTEM APREAS ENTR
Superior de E
ÃÇÃE
so
1
 ESCO, nouro, escrees humanesta evolnossos copapel pren (2002)uturo denem rejea cultura,NTOS PAO PELA LENDER ASPARTES
ucação.
lurd
CIE
CeEd
 
E
 
T
refácio de que seos que a hção paraportameponderant refere queria tratação, segua saber:A AFRONCIDEZ.RELAÇÕEE TODO
s.cardoso@e
EP
ntro de Inveucação e P
O
 
livro deueremosabitam, ens modifictos, a Edue.e existemr em quado os cost AR RISCOS MÚTUASNUM M
se.ipcb.pt 
 
stigação eicologia
 
dgarue atão açõesaçãosete
 
lquermesSE ASNDO
 
CARDOSO,
 
L.
 
(2007)
 
Educação
 
e
 
organização
 
do
 
conhecimento
.
 
In,
 
V.
 
Trindade,
 
N.
 
Trindade
 
&
 
A.A.
 
Candeias
 
(Orgs.).
 
 A
 
Unicidade
 
do
 
Conhecimento.
 
Évora
:
 
Universidade
 
de
 
Évora
 
______________________________________________________________________
2
 
III.
 
A CONDIÇÃO HUMANA CUJA COMPLEXIDADE E UNIDADE DEVEM SERENCONTRADAS NA DIVERSIDADE DOS CONHECIMENTOS E DOSHUMANOS.IV.
 
A IDENTIDADE TERRENA FUNDADA SOBRE A HISTÓRIA DASCOMUNICAÇÕES E DA COMUNIDADE DE DESTINO PLANETÁRIO DO SERHUMANO: A MORTE.V.
 
A ARTE DE ENFRENTAR AS INCERTEZAS, DE SABER ESPERAR NOINESPERADO E DE TRABALHAR PARA O IMPROVÁVEL.VI.
 
A COMPREENSÃO QUE É SIMULTANEAMENTE MEIO E FIM DACOMUNICAÇÃO HUMANA E UMA DAS BASES MAIS SEGURAS DAEDUCAÇÃO PARA A PAZ À QUAL ESTAMOS ASSOCIADOS POR ESSÊNCIAE POR VOCAÇÃO.VII.
 
A ÉTICA QUE DEVE COMPLETAR A HUMANIDADE COMO COMUNIDADEPLANETÁRIA ENRAIZADA NUMA PÁTRIA ‐ A TERRA, E NUMA VONTADEDE REALIZAR A CIDADANIA TERRESTRE, RECONCILIAÇÃO SOCIAL DOINDIVÍDUO E DA ESPÉCIE.Contudo, o saber científico, no qual se apoia este texto, não é um tratado sobre oconjunto de matérias a ensinar: ‐ pretende‐se única e essencialmente exporproblemas centrais que permanecem completamente ignorados ou esquecidos eque são necessários para a Educação no século XXI, centrando‐se a nossa breveanálise apenas no segundo item sobre o conhecimento pertinente, onde as partessão solidárias do todo.Para Roldão (2005), na conferência Saber Educativo e Culturas Profissionais, adiscussão epistemológica que atravessa o campo da Educação, enquanto saber,merece ser retomada, organizando‐se essencialmente em torno de duas questõescentrais que certamente irão continuar como eixos do debate futuro:1)
 
A subsidiariedade ou a autonomia da Educação enquanto campoepistemológico, relativamente a outros campos científicos?2)
 
A unidade (pluri e/ou transdisciplinar) do campo epistemológico daEducação ou das Ciências da Educação ou a segmentação emespecialidades crescentemente divorciadas entre si?A ênfase na especificidade de saberes levanta um problema epistemológico, cujacomplexidade está desintegrada nos nossos sistemas de ensino, pelo que consideroque a ênfase na unidade (pluri e/ou transdisciplinar) deveria ser encontrada nadiversidade dos conhecimentos e dos seres humanos.
 
CARDOSO,
 
L.
 
(2007)
 
Educação
 
e
 
organização
 
do
 
conhecimento
.
 
In,
 
V.
 
Trindade,
 
N.
 
Trindade
 
&
 
A.A.
 
Candeias
 
(Orgs.).
 
 A
 
Unicidade
 
do
 
Conhecimento.
 
Évora
:
 
Universidade
 
de
 
Évora
 
______________________________________________________________________
3
 
DAR
 
A
 
CONHECER
 
O
 
QUE
 
É
 
CONHECER…
CONHECIMENTO PERTINENTE versus CONHECIMENTO DISCIPLINARFRAGMENTADONão se trata de responder a uma pergunta mas sim de analisar estaproblematização, começando por subscrever a seguinte afirmação de Edgar Morin:«Cada indivíduo contém de forma hologramática o todo do qual faz parte e queao mesmo tempo faz parte de si».Enuncia Morin (2002) os objectivos de um conhecimento pertinente, onde aspartes são solidárias do todo. Assim, nos nossos sistemas de ensino é necessário:1)
 
promover um conhecimento capaz de apreender os problemas globais efundamentais para aí inscrever os conhecimentos parciais e locais;2)
 
dar lugar a um modo de conhecimento capaz de apreender os objectosnos seus contextos, nas suas complexidades e nos seus conjuntos;3)
 
desenvolver a aptidão natural da inteligência humana para situar todasas suas informações num contexto e num conjunto.Assim a Educação deve promover um conhecimento pertinente através de umainteligência geral, de modo a referir‐se ao complexo, ao contexto, de forma multi‐dimensional e numa concepção global.Para articular e organizar os conhecimentos e assim reconhecer e conhecer osproblemas do mundo é necessário uma reforma de pensamento capaz deapreender que:o conhecimento das informações ou dos dados isolados é insuficiente. Torna‐senecessário situar as informações e os dados no seu contexto para que façamsentido.‐ Por exemplo, a palavra amor muda de sentido num contexto religioso e numcontexto profano, bem como uma declaração de amor não tem o mesmo sentido deverdade se for enunciada por um sedutor e por um seduzido;o global é o conjunto que contém partes diversas ligadas de forma inter‐retroactiva ou organizacional.
-
 
Por exemplo, a sociedade é um todo organizador do qual fazemos parte;a sociedade enquanto todo está presente no interior de cada indivíduo nasua linguagem, no seu saber, nas suas obrigações e nas suas normas;as unidades complexas como o ser humano ou a sociedade sãomultidimensionais.

Activity (8)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Gilmar Pontes liked this
paulagfs liked this
Marcianodm liked this
mikaebadboy liked this
Daniel Romero liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->