Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Curso de Opcoes

Curso de Opcoes

Ratings: (0)|Views: 4|Likes:
Published by gu1ga2
Curso para aprender a operar com opções
Curso para aprender a operar com opções

More info:

Categories:Types, Research
Published by: gu1ga2 on Mar 13, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/13/2013

pdf

text

original

 
Curso de Opções
Índice
 
O História das OpçõesConceitos BásicosElementos que Determinam o Preço de uma OpçãoComo os Diversos Elementos Afetam o Preço das OpçõesIntrodução a VolatilidadeComprando Opções de Compra (Buying Calls)Comprando Opções de Venda (Buying Puts)
 
A História das Opções
 Esta série está sendo escrita baseada nos livros Options: Essential Concepts and Trading Strategies; Stocks forOptions Trading: Low-Risk, Low-Stress Strategies for Selling Stock Options- Profitably; e também no livro TheOptions Course: High Profit & Low Stress Trading Methods.
O Início
 O primeiro registro de uma transação de opções envolvendo um contrato está na bíblia. O Livro de Gênesisconta como Jacob fez um contrato do tipo opções para se casar com a filha mais nova de Laban, Rachel.Jacob obteve permissão para casar com Rachel se ele concordasse em trabalhar para Laban por sete anos. Nalinguagem das opções, Jacob pagou o "prêmio" de sete anos de trabalho e recebeu o "direito mas não aobrigação" de casar com Rachel.O primeiro especulador com opções que se tem registro foi Thales, um astrônomo e o primeiro eminentefilósofo grego. Segundo Aristótele, Thales "sabia pelos seus conhecimentos das estrelas, ainda no inverno, queocorreria uma grande colheita de azeitonas no ano seguinte.Tendo pouco dinheiro, ele reservou todos os depósitos de olivas em Chios e Miletus, pagando taxas bembaratas porque não haviam mais interessados." Uma colheita abundante e uma grande demanda pordepósitos de olivas provou que as previsões de Thales estavam corretas, e com seus contratos de locação jápagos, ele utilizou os depósitos com grande lucros. Ainda que muitas pessoas associem opções apenas com especulação, o conceito de opção veio de umanecessidade de controle do risco ligado as flutuações dos preços nos mercados agrícolas. A primeiradocumentação de tal uso das opções ocorre na Holanda em 1634. As tulipas eram um símbolo de status entre a aristrocacia holandesa do século 17 e, neste tempo, era comumos mercadores venderem a futuro (para entregar a posteriori). Havia portanto, grande risco em aceitar vender
 
a um preço fixo no futuro sem saber, com certeza, qual seria o preço exato no momento da venda.Para limitar este risco e assegurar uma margem de lucro, muitos mercadores compravam opções dosplantadores. Estas opções asseguravam aos mercadores o direito, mas não a obrigação, de comprar tulipasdos plantadores a um preço pré-determinado por um período específico de tempo. Em outras palavras, opreço máximo para os mercadores era fixado até que chegasse a hora de entregar as tulipas aos aristocratas ereceber o pagamento.Se as tulipas passassem a custar mais que o preço máximo (ou pré-determinado), os mercadores quepossuiam as opções, exigiariam do plantador a entrega ao preço máximo combinado, assegurando umamargem de lucro. Se, entretanto, o preço caísse e a opção expirasse sem valor, o mercador ainda podia terlucro comprando tulipas a um preço mais baixo e depois revendendo com lucro. Estes contratos de opções,permitiu que muitos mercadores permanecessem trabalhando durante períodos de extrema volatilidade nospreços das tulipas.O conceito importante que fica desta pequena história é que as opções não foram criadas para serem oinstrumento especulativo que muitos fazem uso, mas sim, para serem um intrumento de proteção contragrandes variações de preços.
Conceitos Básicos das Opções
 Esta série está sendo escrita baseada nos livros Options: Essential Concepts and Trading Strategies; Stocks forOptions Trading: Low-Risk, Low-Stress Strategies for Selling Stock Options- Profitably; e também no livro TheOptions Course: High Profit & Low Stress Trading Methods.
Opções são instrumentos derivativos.
Isto significa que o valor de uma opção e suas características de negociação estão ligadas ao ativo subjacenteàs opções. (Isto é, uma opção da Telemar PN está ligada ao ativo - TNLP4). O investidor que conhecer osfundamentos das opções, terá um meio efetivo de lidar com o risco pois passará a ter a sua disposição umagrande variedade de escolhas diferentes de investimentos.O ativo ao qual a opção está sendo negociada pode ser um ação, um índice, um contrato futuro, uma letra dotesouro, uma commoditie, etc. Nos ateremos aqui as opções ligadas a ações, mas os conceitos básicos podemser extendidos a qualquer forma de opção.
Definições:
 
Opção:
Uma opção de um ativo adjacente será ou o direito de comprar o ativo (opção de compra) ou o direito devender o ativo (opção de venda) a um determinado preço e dentro de um determinado período de tempo nofuturo.O fator principal aqui é que o proprietário (comprador) da opção tem um direito, e não uma obrigação. Se oproprietário de uma opção não exerce este direito antes do fim do período de tempo pré-determinado, aopção e a oportunidade (direito) de exercê-la deixam de existir.O vendedor de uma opção, entretanto, é obrigado a preencher os requerimentos da opção se a opção forexercida. No caso de uma opção de compra de uma ação(Call), o vendedor vendeu o direito de compraraquela ação. O vendedor da opção de compra é portanto obrigado a vender a ação ao proprietário da opçãode compra (comprador) se a opção for exercida, e pelo preço pré-determinado.No caso de uma opção de venda de uma ação(Put), o vendedor vendeu o direito de vender aquela ação. Ovendedor da opção de venda da ação é portanto obrigado a comprar a ação do proprietário da opção devenda (comprador) se a opção for exercida, e pelo preço pré-determinado.
 
 
Preço de Exercício e Data de Exercício
 O preço pré-determinado de uma opção é conhecido como o preço de exercício. Quando uma opção decompra é exercida, o proprietário (comprador) paga pela ação o preço de exercício. Quando uma opção devenda é exercida, o proprietário (comprador) recebe pelas ações o preço de exercício. A data após a qual a opção para de existir e a data de exercício.
Exemplo:
 A opçao de compra de TNLP4 AGO 40 representa o direito de comprar TNLP4 a 40 reais até o datade exercício que ocorrerá em agosto. (obs: usualmente utiliza-se no IBOV uma outra forma de representaropção. A TNLP4 AGO 40 é representada como TNLPH40, onde H representa agosto)
Regras de Expiração (ou término da validade da opção)
Os investidores devem estar cientes das regras em relação a expiração das opções e seu possível exercício ounão. Em primeiro lugar, além das regras gerais do IBOV, as diferentes corretoras tem suas próprias regras.Informe-se com suas corretora das regras internas da mesma em relação as opções.Os investidores também devem estar cientes das regras de exercício automático. Em alguns locais, uma opçãode compra que, no dia do exercício, esteja abaixo do preço da ação subjacente, poderá ser exercidaautomaticamente. Cabe ao investidor avisar que não deseja exercer, ainda que isso seja benéfico para ele.Mas a maioria das corretoras no Brasil, não realizam exercício automático. Faça o raciocínio inverso para aopção de venda.Muitas corretoras determinam um horário final, próximo ao exercício, em que o propietário de opções possadizer o que deseja que seja feito. Aos que forem negociar opções de outros ativos que não ações, é importante se informar com sua corretora eno Bovespa, sobre as específicas regras daquele tipo de opção, pois estas regras podem mudar de um tipo deativo para outro.
Tipo de Opções
 
Opções Americanas (as utilizadas atualmente no Brasil)
 Um opção do tipo americana possui um direito (mas não uma obrigação), que pode ser exercido a umdeterminado preço a qualquer momento até a data de exercício.
Opções Européias
 Um opção do tipo européia possui um direito que poderá ser exercido somente na data de exercício.
Preço e Preço de Exercício
 A relação do preço da ação com o preço da opção determina se a opção é dita como In-The-Money (dentro dopreço); At-The-Money (no preço), ou Out-of-The-Money (fora do preço).
Opção de Compra
 
In-The-Money (ITM):
Preço da ação subjacente é superior ao preço de exercício daopção;
Opção de Compra At-The-Money (ATM):
Preço da ação subjacente é igual ao preço de exercício daopção;
Opção de Compra Out-of-The-Money (OTM):
Preço da ação subjacente é inferior ao preço de exercícioda opção.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->