Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
7Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
ORGANIZAÇÃO DA MEMÓRIA

ORGANIZAÇÃO DA MEMÓRIA

Ratings:

4.0

(1)
|Views: 1,667 |Likes:
Published by JORGE BARBOSA

More info:

Published by: JORGE BARBOSA on Mar 05, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/08/2012

pdf

text

original

 
Cognição
Memória 2
3 Mar. 2009
Jorge Barbosa
 
 
Como se Organiza a Memória
A Psicologia Cognitiva conseguiu classificar com sucesso os diferentes tipos de memória de longo prazo(MLP). Mas explicar as formas da MLP não resolve o problema de saber como é que os diferentes tipos dememória se organizam ao nível do armazenamento. A palavra
organizam
é importante: os dados de memórianão são armazenados ao acaso; pelo contrário, são cuidadosamente arrumados, consoante as suascaracterísticas.Vejamos. Procure recordar os 12 meses do ano o mais rapidamente que seja capaz. De quanto tempoprecisou? Em que ordem recordou os 12 meses? Muito provavelmente evocou todos os meses em poucossegundos, numa ordem cronológica “natural” (Janeiro, Fevereiro, Março, e assim por diante). Agora tenterecordar esses 12 meses na sua ordem alfabética. De quanto tempo precisou? Enganou-se alguma vez? Asdiferenças entre estas duas tarefas indicam obviamente que a nossa memória dos meses do ano estáorganizada de uma forma particular. Com efeito, um dos aspectos mais distintivos da memória é a suaorganização. Os investigadores descobriram que, se as pessoas forem encorajadas a organizar o material deaprendizagem, recordá-lo-ão muito mais eficientemente, mesmo que não saibam que vão ser posteriormentetestados na sua capacidade de o recordar.Em que consiste, então, esta organização da MLP?
Hierarquias
Na maior parte das situações, recordamos muito melhor os factos que organizamos hierarquicamente.
 Hierarquia
é um sistema, em que os itens são organizados em classes do geral para o particular. Por exemplo,este texto, pelo menos até agora, está organizado em dois níveis de títulos, para facilitar a compreensão decomo os vários
bits 
de informação estão nele expostos.Numa experiência clássica de 1969, Gordon Bower mostrou a importância da organização hierárquica damemória. Sujeitos, a quem foi dada uma lista de palavras hierarquicamente organizadas para aprendizagem,recordaram-nas significativamente melhor do que os sujeitos, a quem foi pedido que aprendessem uma listade palavras, distribuídas ao acaso.
Redes Semânticas
Muito frequentemente, usamos redes semânticas para organizar material na memória episódica. Uma dasprimeiras teorias das redes semânticas defendeu que as nossas memórias podem ser encaradas como umarede complexa de nós que correspondem a índices ou conceitos. Assumia-se que a rede era hierarquicamenteorganizada, sendo que os conceitos mais concretos (pardal, por exemplo) ocupariam uma posiçãosubordinada face a conceitos mais abstractos (ave).Recentemente, os psicólogos cognitivistas reconheceram que tais redes hierárquicas são demasiado simplistaspara descrever como funciona a cognição humana. Por exemplo, os sujeitos precisam de mais tempo pararesponder a uma pergunta de tipo falso/verdadeiro à frase “o pinguim é um pássaro” do que à frase “o pardalé um pássaro”. Actualmente, os investigadores da memória consideram que as redes semânticas são mais
PSICOLOGIA JB
Esc. Sec Dr. Manuel Gomes de Almeida2
 
irregulares e distorcidas: uma ave típica, como o pardal, estaria mais próxima do nó, ou centro, da categoria
ave,
do que o menos típico pinguim. A “tipicalidade” dependerá das próprias estruturas da MLP e docontexto da aprendizagem.Adicionamos novo material a uma rede semântica, colocando-o no sítio certo da região apropriada damemória. O novo material é gradualmente ligado, a partir dessa região, aos nós relacionados da vizinhançana rede. Este modelo explica por que razão, quando só se estuda para um teste pouco tempo antes de orealizar, não conseguimos recuperar a informação de que necessitamos na MLP. O novo material ainda nãose movimenta com facilidade na “Web” da MLP e, por isso, bloqueia e impede o seu funcionamento. Pelocontrário, o debate em torno do material de aprendizagem, ou a sua incorporação num trabalho de pesquisapessoal, promove o estabelecimento de relações com outros conhecimentos. Estas múltiplas conexõesaumentam a probabilidade de ser capaz de recuperar a informação muitos meses ou até anos depois. Oconceito de múltiplas conexões está de acordo com a importância da elaboração da informação na memória,de que se falou no texto anterior.
Esquemas
Imagine que se desloca, na companhia de um amigo, a uma cidade, onde nunca tinham estado antes. É umalonga viagem e é bem possível que estejam cansados e com fome. Param numa estação de serviço de auto-estrada com restaurante, entram nele, sentam-se e analisam a carta do menu. É a primeira vez que está nesterestaurante, mas sabe exactamente o que vai acontecer. Porquê? Basicamente, porque tem um esquema arespeito do que se passa num restaurante.Quando armazenamos informação na memória, na maior parte da vezes, acomodamo-la a conjuntos deinformação pré-existentes, tal como numa nova experiência de jantar num restaurante desconhecido éacomodada a experiências anteriores do mesmo género. Um esquema é um enquadramento ou conceitomental pré-existente que nos ajuda a organizar e interpretar informações. Esquemas de contactos prévioscom a realidade influenciam a forma como codificamos, fazemos inferências e recuperamos informações.As teorias das Redes Semânticas defendem que a memória envolve factos específicos com ligações clarasentre si. Pelo contrário, a teoria do Esquema defende que a MLP não é, na verdade, muito exacta. Só
PSICOLOGIA JB
Esc. Sec Dr. Manuel Gomes de Almeida3

Activity (7)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Camila Almeida liked this
Alexandre Magno liked this
Claudinei Silva liked this
Luana1002 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->