Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
41Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
DOC - 11210_12190 - Principais Demonstrações Financeira

DOC - 11210_12190 - Principais Demonstrações Financeira

Ratings:

4.67

(3)
|Views: 7,014 |Likes:
Published by ED209

More info:

Published by: ED209 on Mar 06, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/10/2014

pdf

text

original

 
ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRASPROF.FÁBIO BRUSSOLODEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS
A Lei 6404/76, conhecida como a Lei das Sociedade Anônimas define quais são as DemonstraçõesFinanceiras obrigatórias, bem como a estrutura de cada uma. Essa Lei foi recentemente alterada pela Lei11.638/07, que alterou as Demonstrações Obrigatórias e também a estrutura de algumas demonstrações.A Lei 11638/07 em seu artigo 176 define quais as Demonstrações Financeiras são obrigatórias para asSociedades Anônimas::
Balanço Patrimonial;
Demonstração do Resultado do Exercício;
Demonstração dos Fluxos de Caixa;
Demonstração do Valor Adicionado (se for de capital aberto)O texto da Lei diz ainda que as Demonstrações Financeiras devem ser acompanhadas de Notas Explicativasque demonstram as principais práticas contábeis adotadas pela empresa. Diz ainda que as empresas de capitalfechado que tenham Patrimônio Líquido inferior à R$ 2.000.000,00 na data do fechamento do Balanço ficadesobrigada à elaboração da Demonstração dos Fluxos de Caixa.
BALANÇO PATRIMONIAL
O Balanço Patrimonial é a demonstração que indica o total de bens, direitos e obrigações de uma empresa,expressos em moeda corrente, em determinado período.É dividido em três grupos básicos:
ATIVO:
demonstra os bens e direitos da empresa. Também podemos dizer que no ativo estão as aplicações derecursos da empresa, ou seja, para onde foram destinados os recursos que a empresa conseguiu com terceirosou com os próprios acionistas da empresa. O total do Ativo da empresa é também chamado de Capital àdisposição da empresa.
PASSIVO:
demonstra as obrigações da empresa com terceiros. Terceiros são pessoas físicas ou jurídicas que“financiam” a empresa, (exemplo: fornecedores, salários a pagar, impostos) e que não são sócios ou acionistasda empresa. O Passivo é considerado como uma origem de recursos e é também conhecido como Capital deTerceiros.
PATRIMÔNIO LÍQUIDO:
demonstra todos os recursos que pertencem aos acionistas da empresa e queestão investidos na mesma. Podemos dizer que são obrigações da empresa com os seus sócios ou acionistas,representando também uma origem de recursos. Também é conhecido como Capital Próprio.Os grupos apresentados devem ter uma divisão, conforme a legislação citada.O
Ativo
é classificado quanto ao grau de liquidez decrescente de suas contas, ou seja, aquelas que provavelmente se transformarão em dinheiro com maior velocidade aparecem em primeiro lugar, sendo queaquelas que aparecem por último tem uma expectativa bem menor de se transformar em dinheiro.O Ativo é classificado da seguinte forma:
 
 ATIVO CIRCULANTE 
: bens e direitos que se realizarão em dinheiro até o fim do exercício socialseguinte ao fechamento do Balanço;
 ATIVO REALIZÁVEL A LONGO PRAZO
: bens e direitos que se realizarão em dinheiro após o fim doexercício social seguinte ao fechamento do Balanço;
 ATIVO PERMANENTE 
: Neste grupo classificam-se todas as contas que representam os Bens ouDireitos que, pela sua finalidade, representam recursos aplicados na empresa de maneira permanente.Divide-se em:-
Investimentos:
é composto por contas representativas de bens e direitos, que normalmenterepresentam participação em outras empresas, e outros bens e direitos que não se destinam àmanutenção das operações da empresa, como por exemplo: Imóveis não de Uso, Obras de Arte.-
Imobilizado:
são os bens tangíveis necessários para a operação da empresa. Bens tangíveis sãoaqueles que podem ser tocados fisicamente. Exemplo: Veículos, Máquinas e Equipamentos,Imóveis. Para ser considerado como um imobilizado o item deve apresentar três características básicas:
-
não ser destinado à venda;
-
ser utilizado na operação da empresa;
-
ter um prazo de vida útil relativamente longo;Encontramos também no Ativo Permanente Imobilizado as contas redutoras ou retificadoras doAtivo. Como exemplo podemos citar:A conta
 Depreciação Acumulada
, que registra a perda de valor dos bens tangíveis, por desgasteou obsolescência, conforme percentual definido pela legislação do imposto de renda. Esta contareduzirá o saldo da conta Ativo Permanente Imobilizado.As empresas que exploram recursos naturais como Reservas Florestais, Poços de Petróleo,Pedreiras, entre outras, registram esses valores como Ativo Permanente Imobilizado, e oconsumo desses recursos devem ser registrados em uma conta redutora chamada
 Exaustão Acumulada
.-
Intangível:
Este sub-grupo do Ativo Permanente surgiu com as alterações da Lei 11.638/07, etem a função de registrar os valores dos bens e direitos que são necessários para a operação daempresa, mas não podem ser tocados, chamados de Bens Intangíveis. O grande exemplo desteitem são as Marcas e Patentes e os Fundos de Comércio.Esses bens também podem sofrer desgastes com o passar do tempo, como a perda de uma patente, e esse tipo de perda deve ser registrado em uma conta redutora deste grupo denominada
 Amortização Acumulada
.-
Diferido:
São gastos que a empresa faz em um empreendimento, ou novo produto antes dessescomeçarem a produzir receitas. Exemplo: Gastos num novo galpão antes de entrar em operação,gastos com pesquisas de mercado de um novo produto.Os valores contabilizados nestes grupo, são gastos que normalmente a empresa reconheceriacomo uma despesa se a empresa ou o produto já estivesse em operação.Quando a empresa ou o produto entrar efetivamente em operação a empresa poderá “transferir”estes gastos para despesa obedecendo o prazo mínimo de cinco anos para essa transferência. Osvalores já transferidos para despesa serão demonstrados numa conta redutora ou retificadora doAtivo Permanente Imobilizado chamada
 Amortização Acumulada.
 
O
Passivo
é classificado conforme a data de vencimento das obrigações da empresa. Aquelas que temexigibilidade mais curta aparece em primeiro lugar e aquelas que tem uma exigibilidade com prazo maisestendido aparece depois. Obedecendo esta regra se divide em:
 PASSIVO CIRCULANTE 
: são as obrigações com terceiros que tem o vencimento até o final do próximo exercício social do fechamento do Balanço Patrimonial;
 PASSIVO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO
: são as obrigações com terceiro que tem o vencimento apóso exercício social subseqüente ao fechamento do Balanço.
 RESULTADO DE EXERCÍCIOS FUTUROS 
: estão representadas as contas que representam receitasfuturas da empresa diminuídas dos respectivos custos. Ocorre quando a empresa já tem a contrataçãode uma receita que beneficiará exercícios futuros, representando a obrigação da empresa em realizar esta receita no futuro.O
Patrimônio Líquido
da empresa irá representar o Capital Social investido pelos sócios ou acionistas, asReservas de Capital e de Lucros realizadas pela empresa e o Prejuízo Acumulado, caso seja essa a situação daempresa. A Lei 11638/07 acabou com a figura da conta de Lucros Acumulados, devendo a empresa, quandotiver lucros acumulados transferir este valor para a conta de Reserva de Lucros.Conforme Morante (2007:4)
“O Balanço Patrimonial é demonstração fundamental para a gestão financeira, pois identifica a posição econômico-financeira das empresas. Os índices que possibilita formar sãoesclarecedores da liquidez e estrutura patrimonial, indicando como aquelas estão estruturadas num períodode tempo.”
DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO
A Demonstração do Resultado do Exercício é um resumo ordenado das receitas e despesas da empresa emdeterminado período (geralmente 12 meses). É apresentada de forma dedutiva (vertical), ou seja, das receitassubtraem-se as despesas e, em seguida, indica-se o resultado (lucro ou prejuízo).Os principais itens da Demonstração do Resultado do Exercício são:
RECEITA BRUTA
A Receita Bruta é o total vendido no período. Nela estão inclusos os impostos sobre vendas (os quais pertencem ao governo) e dela não foram subtraídas as devoluções (vendas canceladas) e os abatimentosocorridos no período. É o resultado, sem nenhum tipo de desconto, das atividades da empresa, seja ela, vendade mercadorias ou serviços.
DEDUÇÕES
As deduções da receita são valores que irão diminuir o resultado da empresa, e que não acontecem por vontade da própria empresa. São exemplos de deduções da receita:
 Impostos e Taxas sobre Vendas
: são aqueles gerados no momento da venda; variam proporcionalmente àvenda, ou seja, quanto maior for o valor das vendas, maior será o imposto. Os mais comuns são: IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados; ICMS – Impostos sobre a Circulação de Mercadorias eServiços; ISS – Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza; PIS – Programa de Integração Social;COFINS – Contribuição para o Finsocial.
 Devoluções
: são mercadorias devolvidas por estarem em desacordo com o pedido (preço, qualidade,quantidade, avaria). O comprador, sentindo-se prejudicado, devolve total ou parcialmente a mercadoria.

Activity (41)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Dricka Rocha liked this
Alessandra Otto liked this
Clarius Vinicius liked this
Paulo Cesar liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->