Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
28Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O Que as Mulheres Amam!

O Que as Mulheres Amam!

Ratings: (0)|Views: 2,881 |Likes:
Published by Jefferson Ulisses
jefferson.ulisses@hotmail.com
jefferson.ulisses@hotmail.com

More info:

Published by: Jefferson Ulisses on Mar 06, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/10/2013

pdf

text

original

 
1
O que as mulheres amam!
As mulheres não amam os homens, elas amam o amor!
Escrito por: Jefferson Ulisses
O Amor é um sentimento quecultivamos?
Um dos assuntos mais comentados em nosso dia-a-dia é sem dúvida o amor, apaixão e a diferença entre eles. Basta observar as pessoas no ônibus, na rua ou num café paraperceber que grande parte das conversas gira em torno desses assuntos. Também, não hápessoa alguma que não tenha passado por uma grande decepção amorosa na vida. E a grandemaioria das pessoas se apaixona, não é correspondida, sofre, depois se apaixona por outra, numciclo que não acaba mais de paixão, decepção, paixão, decepção....Cada um deve, e certamente merece, sair dessa roda e encontrar o amor verdadeiro.Mas não é possível dar o passo adiante sem antes compreender o que o mantinha naquelaladainha. Só conseguimos superar um erro se compreendermos o que o causou.Certamente existem muitos tipos de paixão e muitos motivos que levam alguém a seapaixonar. Um deles, muito comum, é o medo da solidão. Nosso medo de solidão nos leva aver a pessoa certa em qualquer um que aparece, desde que tenha alguma característica com quenos identifiquemos. Apenas meia dúzia de afinidades nos leva a fantasiar que aquela pessoa énossa alma gêmea e "criar" uma pessoa que de fato não existe. No fim, percebemos que nãoexistia, de fato, tanta sintonia assim com a outrora "alma gêmea" e paramos, por aquelemomento, de sonhar.Existe outro tipo de paixão: aquela que acontece quando algo nos atrai emdeterminada pessoa, sejam os olhos ou o sorriso e naquele momento aquela pessoa nos exerceuma atração inexplicável sem sabermos porque. Isso é mais comum em pré-adolescentes. Tal
 
2pessoa, muitas vezes, nada tem a ver com o apaixonado e caso o namoro ocorresse, seria umdesastre.Certamente o amor não é algo que chega do nada e te prende - o nome disso ésequestrador; nem algo que te faz perder a respiração e o coração disparar - isso é bronquiteasmática; nem algo que te leva pra ver as estrelas e depois manda pro chão de volta - isso sechama alienígena.Paixão nunca é algo bom. Já está cientificamente comprovado que faz mal procoração, literalmente, como órgão físico; que é um sentimento gerado nas regiões maisprimitivas do cérebro e, para o bem do nosso coração, primeiro devemos nos
“desapaixonar”.
 Foram publicadas matérias sobre isso na revista Veja e no jornal O Estado deS.Paulo. Inclusive, a matéria da Veja colocou que, para que o dano ao organismo não sejamuito grande, a paixão tem "data de validade" de no máximo 36 meses. Muitas não duram nemdois.Para existir um namoro feliz e duradouro, num primeiro momento, é necessário quenenhum dos dois esteja apaixonado. Caso o casal namore por paixão, o sentimentoinevitavelmente passará e depois se seguirá apenas uma separação, com sofrimentos paraambos os lados. É muito comum dizer que, quando queremos namorar alguém por quemestamos apaixonados,estamos fazendo o que nosso coração manda, quando na verdade isso nãoé a real vontade do coração. São sentimentos gerados nas áreas mais primitivas do cérebro.Dizer que estamos escolhendo alguém nos baseando em sentimentos que nem sabemos da ondesaíram é estar criando um fator externo que vai decidir quem é a pessoa certa."Quem escolhe é ele(a), não eu", baseando-se em instintos que são inconscientes.A paixão é algo involuntário e inconsciente. O que não é uma decisão conscientenossa nos fará sofrer, mesmo que haja correspondência, pois quando não há sintonia entre aspessoas, quando elas não têm afinidade, o namoro será um desastre.Isso de que não podemos controlar as coisas do coração, não temos controle sobrenossos sentimentos é algo absolutamente falso. Não devemos confiar em algo que nem fomosnós que decidimos; um sentimento que simplesmente "apareceu" do nada e inevitavelmente irápassar e antes de passar nos fará sofrer. Se é algo que sempre passa, porque namorar ou casarcom alguém por quem sentimos paixão?Então, quando devemos namorar ou casar com alguém?Quando isso for uma decisão consciente. Quando passamos a ver o outro isentos dequalquer devaneio (buscamos alguém pelo nosso medo de solidão).
 
3Quando já não dependemos de ninguém para sermos felizes e encontramos alguémonde há total sintonia, então podemos abrir nosso coração e permitir que a semente do amorseja plantada nele.Aos poucos, através de pequenos atos, o amor germinará. Ao encontrar uma pessoacom total sintonia em pensamentos, sentimentos e vontades, alguém que pensa da mesmaforma que a gente na maioria das coisas da vida, que tenha objetivos, metas, sonhos, planos emcomum, que tenha a mesma visão do mundo, que nos completa, que nos dá o que não temos eque podemos dar a essa pessoa o que ela não tem, aí o amor verdadeiro pode acontecer.Esse amor é como com uma chispa. Quando sentimos que há uma semente de amorplantada no coração pela outra pessoa, quando não queremos essa pessoa para nos mesmos,para satisfazer carências e necessidades e sim para alcançar um grau novo de felicidade juntocom alguém que nos complete totalmente, e quando, principalmente, existe profundo respeito eadmiração pela outra pessoa, podemos conscientemente desejar isso e fazer com que a flor queexiste em botão no coração de cada um de nós se abra.Intensificar laços com a outra pessoa enquanto o amor vai crescendo, até chegarmosa ter um sentimento verdadeiro e indescritível.Este sentimento tão forte não pode brotar antes das pessoas já estarem namorando.Mas é necessário o amor consciente para que ele brote aos poucos e dure, pois é comum casosde mulheres com 40 anos de casamento dizendo "eu não amo mais o meu marido!" e vice-versa, e caso de namorados que declaram seu "amor", depois terminam e declaram seu ódio.Que amor de verdade existiu que tenha se tornado ódio?Por isso, é necessário compreender as causas da paixão sem sentido para que nãonos prendamos mais a isso e quando ouver sintonia total entre duas pessoas, ambasconscientemente “
 façam o amor surgir”
.
Abrindo as portas do coração! 
Nós homens temos dificuldade para falar em amor porque temos medo de parecerbobos. Pensamos que as mulheres vão rir do nós.

Activity (28)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
gordinhagostosa liked this
Anna liked this
maiconet liked this
cheniamaria liked this
cheniamaria liked this
cheniamaria liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->