Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Instituto Teológico Quadrangular Dons Ministeriais

Instituto Teológico Quadrangular Dons Ministeriais

Ratings: (0)|Views: 4,207 |Likes:

More info:

Published by: Daiane Alves de Oliveira on Mar 15, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/19/2014

pdf

text

original

 
Instituto Teológico Quadrangular Dons e Ministérios Auto Atividade capítulo 1
1- Escreva as perguntas que surgiram no tópico 1, nos seguintes itens:R
:
* Levitas
- Muitas vezes, os ministros de louvor e músicos evangélicos sãochamados de "levitas". Tal costume não é muito antigo, mas parece que já estáse tornando tradição. No Novo Testamento não temos referência a ministros delouvor nem a instrumentistas na igreja. Jesus disse que o Pai procuraadoradores (João 4:24). O ensino apostólico, por sua vez, incentiva todos oscristãos a prestarem culto ao Senhor, com salmos, hinos e cânticos espirituais(Ef 5:18-20; Col 3:16).De onde então vem o conceito de "levita"? Tomamos por empréstimo de Israele do Velho Testamento. Originalmente, "levita" significa "descendente de Levi",que era um dos 12 filhos de Jacó. Os levitas começaram a se destacar entre as12 tribos de Israel por ocasião do episódio do bezerro de ouro. Quando Moisésdesceu do monte e viu o povo entregue à idolatria, encheu-se de ira e cobrouum posicionamento dos israelitas. Naquele momento, os descendentes de Levise manifestaram para servirem somente ao Senhor (Êx 32:26). Daí em diante,os levitas se tornaram ministros de Deus. Dentre eles, alguns eram sacerdotes(família de Aarão) e os outros, seus auxiliares. Embora os sacerdotes fossemlevitas, tornou-se habitual separar os dois grupos. Então, muitas das vezes emque se fala sobre os levitas no Velho Testamento, a referência se aplica aosajudantes dos sacerdotes. Seu serviço era cuidar do tabernáculo e de seusutensílios, inclusive carregando tudo isso durante a viagem pelo deserto(Números capítulos 3, 4, 8, 18).Naquele tempo, os levitas não eram responsáveis pela música no tabernáculo. Afinal, não havia uma parte musical no culto estabelecido pela lei de Moisés,embora as orações e sacrifícios incluíssem o sentido de louvor, adoração eações de graças.Muito tempo depois, Davi inseriu a música como parte integrante do culto. Afinal, ele era músico e compositor desde a sua juventude (I Sm 16:23). Então,atribuiu a alguns levitas a responsabilidade musical. Em I Crônicas (9:14-33;23:1-32; 25:1-7), vemos diversas atribuições dos levitas. Havia então entre elesporteiros, guardas, padeiros e também cantores e instrumentistas (II Crônicas5:13; 34:12).Considerando o paralelo existente entre Israel e a Igreja de Jesus Cristo,podemos até utilizar o nome "levita", embora não sejamos descendentes deLevi. Mas, se queremos assim considerar, então todos os que servem emqualquer ministério podem ser chamados "levitas". O levita é aquele queexecuta qualquer serviço ligado ao culto.
O levita é simplesmente um servo e
 
não alguém que esteja na igreja para ser alvo da glória humana.
  Aqueles levitas, designados por Davi para o louvor, eram liderados por Asafe,Hemã e Jedutum, e tinham a tarefa de PROFETIZAR com harpas, alaúdes esaltérios (I Crônicas 25:1). Nessa época, surgiu a maior parte dos salmos deIsrael. Hoje, podemos testificar que aqueles levitas eram mesmo profetas. Por meio deles o Espírito Santo falava ao povo. Além disso, eram mestres no querealizavam (I Cro 25:7). E nós? O que somos? Se quisermos usar o nome de"levitas" precisamos nos dispor para o serviço e para caminhar em direção aum nível de qualidade excelente no ministério.
* SACERDOTES -
Primeiramente separaremos a história em três momentos: Oprimeiro momento é o tempo antes de Moisés e da saída do povo israelita doEgito. Nesse tempo, [antes de Deus ter dado ao povo uma lei escrita], a Bíbliamenciona que já havia sacerdotes, mas com poucos detalhes.
“Porque
este Melquisedeque, rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, que saiu ao encontro de Abraão, quando voltava da matança dos reis, e
abençoou…” 
(Hb 7. 1).
Não se sabe muito dos sacerdotes nesse tempo, maseram religiosos que guiavam o povo na direção do que se sabia [certamentepor revelações especiais de Deus] da vontade de Deus na época.
No segundo momento
temos a instituição do “cargo” de sacerdote feita por 
Deus através da Lei dada a Moisés. Os primeiros sacerdotes foram Arão eseus filhos. Arão ocupou o cargo de sumo-sacerdote [uma espécie de chefedos sacerdotes] e seus filhos o cargo de sacerdotes. A função deles era servir como líderes no culto a Deus. O sacerdote era um mediador entre Deus e opovo. Sua função era também a de oferecer os sacrifícios e orar em favor dopovo. Essa forma de sacerdócio foi praticada no tabernáculo e também notemplo de Jerusalém.
No terceiro momento
temos o tempo da vinda de Jesus Cristo. Os sacerdotesdeixam de ser mediadores e dão lugar ao mediador perfeito entre Deus e oshomens, Jesus. Assim, não há mais necessidade de sacerdotes nos moldes do Antigo Testamento. No Novo Testamento temos a menção de que todos oscristãos são sacerdotes, no sentido de que através de Jesus Cristo tem livreacesso a Deus.
“…
Àquele que nos ama, e, pelo seu sangue, nos libertou dos nossos pecados, e nos constituiu reino, sacerdotes para o seu Deus e Pai, a ele a glória e o domínio pelos séculos dos séculos.
 Amém!” 
(Ap 1.5-6) 
, e:
“também
vós mesmos, como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por intermédio de Jesus 
Cristo.” 
(1Pe 2. 5) 
 
Atualmente, não há a necessidade
de sacerdotes nos moldes do AntigoTestamento. Os líderes atuais têm a função principal de liderar-nos epastorear-nos na direção que mostra a Palavra de Deus.
 
 
2- Há diferença entre os profetas do Antigo Testamento e do NovoTestamento? Quais?R:
No Antigo Testamento profeta era oficio (profissão), no Novo Testamento édom. No Antigo Testamento era Deus sobre o homem, no Novo Testamento éDeus dentro do homem. No Velho Testamento o oficio de profeta terminou em
João Batista. “A lei e os profetas duraram até João...” (Luc. 16:16). No Novo
Testamento começou no dia de pentecoste. No Antigo Testamento o profeta erapara a nação de Israel, no Novo Testamento o profeta é para a igreja em cadalocalidade. No Antigo Testamento era um homem ungido, no Novo, ungido doSenhor, é o Messias (Jesus) o próprio Deus na igreja. Antigamente Deus falavapelos profetas, no Novo Testamento Deus fala através da igreja. Que é o corpo deCristo.
3- Qual dos te
rmos gregos no Novo Testamento que descrevem o “ministro
que você acha mais falta na igreja hoje por quê?R:
Ao Diácono, por que ele não serve como deve servir... Vemos que o serviçoera voluntario e muitas vezes hoje achamos dificuldade em servir e não tiramostempo para o serviço cristão não só nesse ministério mais envolvendo outrosministérios também.
4- Quais as implicações quando se confunde cargo com função?R:
Cargo é aquilo que lhe é empregado e função aquilo que se exerce. CharlesRyrie dis que é comum haver confusão entre os dons que Deus concede na vidade um cristão e os cargos que ele pode ocupar na organização da igreja. Explicaque uma pessoa pode ter certo dom espiritual, mas não ocupar um cargo naigreja local; na verdade isso acontece com a maioria dos cristãos.Os dons relacionados na Bíblia não se limitam aos títulos ou cargos de oficiais daigreja.
“SERVIR É A MISSÃO DE TODOS, QUEM NÃO VIVE PARA SERVIR NÃOSERVE PARA VIVER”.
 
 Auto Atividade capítulo 2
1- Reflita sobre 1 Coríntios 12, depois especifique e aponte duas ou trêsrazões do valor prático dos dons.R:
DOM DA PALAVRA DA SABEDORIADOM DA PALAVRA DA CIÊNCIADOM DE DISCERNIR OS ESPÍRITOSEstes dons se manifestam na esfera mental.Por meio da palavra da sabedoria, Deus capacita a mente humana paraentender todos os fatos e circunstâncias, leis e princípios, tendências,influências e possibilidades. A sabedoria encerra tudo: matéria-prima(celestial, humana e natural), poder e perícia. A sabedoria como dom écompletamente sobrenatural: uma operação divina - através do EspíritoSanto - que dilata a mente e o coração do homem (cf. Ex 31.1-6; Dt 34.9;1 Rs 4.29; Dn 1.17-20; At 6.10). E, portanto, uma operação desvinculada

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->