Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O Popular - Pontos Polêmicos 5 de 5

O Popular - Pontos Polêmicos 5 de 5

Ratings: (0)|Views: 13|Likes:
Published by marcus fidelis

More info:

Published by: marcus fidelis on Mar 12, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/16/2009

pdf

text

original

 
13/01/09 13:16O Popular - Organização Jaime CâmaraPágina 1 de 2http://www.opopular.com.br/
Goiânia, 13 de janeiro de 2009
H
Ú
LTIMAS NOTÍCIAS
E
DITORIAS
CapaOpiniãoCidadesPolíticaEconomiaMundoEsporteMagazine
C
IRCUITO GOIANO
C
OLUNAS
GiroDireito e JustiçaColuna socialMemorandumCrônicas eoutras histórias
S
ERVIÇOS
E-mailCartasdos leitoresAssinatur aAconteceNa telinhaCinemaHoróscopoGuia do AssinanteCentral do Assinante
C
HARGE
E
Goiânia 75 anosRetrospectiva 2008
S
ITES
VrumLugar Certo
 
OJCJornal do TocantinsTv AnhangueraGoiasnetFundação J. CâmaraRede AnhangueraExecutiva FM
C
ONTATOS
ASSINATURAS:3250-5353CLASSIFICADOS:
ENTREVISTA / Célio Turino
‘Não há flexibilização decritérios’
Por trás do debate sobre a seleção dosnovos pontos de cultura de Goiânia, há umadiscussão sobre a ampliação do ProgramaCultura Viva no Brasil. No final de sua gestãono Ministério da Cultura, Gilberto Gil anunciou a meta de chegar até final dogoverno com 20 mil pontos em todo o País, vista por muitos comoambiciosa. Célio Turino, secretário de Programas e Projetos do MinC,informou que o País conta com 850 pontos de cultura, vai chegar a 2 mil neste ano e a cerca de 3 mil em 2010. Ele refuta a tese de que o MinC estaria flexibilizando os critérios de avaliação para conseguir conquistar ameta dos 20 mil pontos. Mas admite que os convênios com prefeituras egovernos estaduais foram a saída para conquistar a ampliação dos pontos.
Qual o papel do MinC nos processos de avaliação de novos pontos decultura nos convênios com prefeituras e Estados?
Os critérios seguem os mesmos do Programa Cultura Viva. Nossospareceristas se baseiam em critérios de pluralidade e diversidade cultural eefetiva capacidade de atendimento aos objetivos de inclusão cultural esocial dos projetos. Acima de tudo, observam também a competência dasentidades candidatas a pontos de cultura.
Podem se tornar ponto de cultura academias de letras e atividadesligadas a igrejas ou associações como maçonaria? Há umaflexibilização dos critérios para chegar à meta de 20 mil pontos?
Não me lembro de ter academia de letra como ponto de cultura noprograma, mas em princípio não haveria nenhuma restrição. Igreja nãopode, maçonaria também não. Não conheço o resultadodos novos pontos de cultura aí de Goiânia, masnão há de forma algumaflexibilização de critérios para selecionar entidades.
Como será a prestação de contas desses novos pontos de cultura?
Será via secretarias locais, que por sua vez repassarão as prestaçõesconjuntas para nós. Esses convênios são instrumentos importantes para oprocesso de descentralização e ampliação do Programa Cultura Viva. Oobjetivo é torná-lo uma política de Estado e não apenas de governo. O quebuscamos é estabelecer mecanismos que garantam a continuidade dostrabalhos independente do governo de plantão. Foi essa idéia que norteoutambém as parcerias com universidades para a criação dos pontões [fazema integração e assessoramento dos pontos nos Estados].

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->