Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword or section
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
GURPS Espada Da Galaxia

GURPS Espada Da Galaxia

Ratings: (0)|Views: 122|Likes:
Published by Andréa Cotrim

More info:

Published by: Andréa Cotrim on Apr 06, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/19/2014

pdf

text

original

 
Você pode pedir qualquer uma das edições da
Dragão Brasil 
: é só ligar para
(11) 3721-9554 / 3726-7122
GURPS Espada daGaláxia
Escrito por Marcelo Cassaro “Paladino”, José Dario“Guideon” Nunes,Flávio Lúcio Rodrigues Ribeiro, Himsky “Skyfox”Massaoka
Introdução
Existe vida inteligente lá fora, disso já sabemos. Não podemosprovar, massabemos.Nenhum campo da ciência especulou tanto a respeito quanto aliteratura deficção científica — e talvez seja ela, tão discriminada nos meiosliterários, aarte que mais aproxima o homem do futuro que virá. Em seu
Viagem à Lua
, Júlio Verne não previu procedimentos que seriam adotados pelaastronáuticaapenas décadas mais tarde, quando a Apolo 11 alcançou nossomisteriososatélite? Não foi Isaac Asimov o criador da palavra
robótica
,muito antes queos robôs viessem a existir? A Internet que conhecemos tão bemnão seria umesboço do cyberespaço descrito na ficção cyberpunk de WilliamGibson?Assim sendo, não seriam os seres extraterrestres também umapossibilidade? Talvez até mais do que isso, tendo em vista as crescentesnotícias sobreaparições de OVNIs e rumores sobre alienígenas capturados porgovernos (atépelo governo brasileiro, como já ouvimos falar). Mas quem sãoeles? Comosão eles? O que desejam?A ficção científica já concebeu robôs vivos, plantas que copiamsereshumanos, monstros com ácido em vez de sangue e predadorestransparentes.
 
Criaturas experimentando existências em frações de segundo noSol, ou commetabolismos tão lentos que não conseguimos reconhecê-lascomo seresvivos. A própria Terra já foi considerada uma criatura viva. Asespeculaçõessobre isso não encontram limites, e é razoável supor que pelomenos algumasdelas sejam verdadeiras.Mas sabemos também que nem toda ficção científica pode serreal. Nãoexistem em Vênus selvas tropicais, como narrado nas aventurasde PerryRhodan e nos contos de H. P. Lovecraft. Não há dinossauros naAmazônia,como Sir Arthur Conan Doyle imaginou em seu romance
OMundo Perdido
.E, acima de tudo, não existem mutantes com garras de metalindestrutível,super-homens mais densos que o aço ou pessoas que, em vez decâncer,ganham superpoderes quando picadas por uma aranharadioativa.
GURPS Espada da Galáxia
tem como objetivo ser um meio-termo entre aficção “possível” e a ficção “impossível”. Sim, temos alienígenasmais densosque o aço, mas porque não existe água em seus corpos —apenas metal puro.Sim, temos robôs vivos, mas na verdade são crustáceosinteligentes quesubstituíram suas carapaças por corpos mecânicos (umahipótese bastanteplausível, ao menos para mim). Sim, temos espadas de metalindestrutível,mas porque são feitas de hidrogênio metálico — um materialhipotético queseria talvez a mais densa substância conhecida, encontrado nonúcleo deplanetas como Júpiter e Saturno.O mundo de
GURPS EdG
é improvável, mas justificado à luz daciência.Uma realidade que poderia ser possível. Uma possibilidade quepoderia serreal.Real o bastante para efetivamente existir? Talvez.
 
Real o bastante para ser adequada ao sistema GURPS? Comcerteza.
O Mundo de GURPS EdG
Uma guerra está sendo travada entre duas raças extraterrestres.De um lado, os metalianos. Fortes e majestosos homens-insetometálicos,situados entre as formas de vida mais poderosas da galáxia.Singram o espaçoa bordo de naves vivas e inteligentes, invulneráveis a quasetudo. Aventureirosromânticos, lutam para livrar-se dos grilhões instintivos queprendem suaespécie ao planeta-natal — mas, como formigas ou zangões, sãoincapazes deabandonar o lar por completo. Essa devoção impele-os asacrificar a vida pelapátria, ao mesmo tempo em que mata-os aos poucos comcorrosivas saudades.De outro lado, os traktorianos. Robôs com cérebros de carne esangue, embusca obsessiva por corpos melhores e melhores. Sua tecnologiadeu-lhes osmelhores corpos que a ciência pode fabricar, mas nada dissocompara-se aostecidos orgânicos. Eles desejam provar a delícia da carne viva,pele macia esentidos saborosos. Esse prêmio supremo está agora ao alcancede suas mãos,e estão dispostos a tudo para consegui-lo — até mesmo guerrearcom osmetalianos, donos dos corpos mais perfeitos da galáxiaconhecida. E eles estãoguerreando.
 As Três Raças
Como conduzir uma campanha de
GURPS EdG
? De muitasmaneiras, masexiste uma primeira decisão a tomar: quem queremos ser?Seremos terrestres? Saibamos, então, que muito provavelmenteestamos emgrande perigo — ainda que a maioria de nós não saiba. Começoucom tímidosprimeiros contatos, ligeiras incursões dos alienígenas em nossoplaneta.Metalianos fazem visitas furtivas, avaliando qualquer possívelperigo que

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->