Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
D. Proc. Penal III

D. Proc. Penal III

Ratings: (0)|Views: 4|Likes:
Published by Matias Filho

More info:

Published by: Matias Filho on Apr 07, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/07/2013

pdf

text

original

 
 
OAB VII Exame Unificado
Processo PenalProf. Ana Cristina
1
 
STF: SÚMULAS PENAIS E PROCESSUAIS PENAIS POR ASSUNTO
AÇÃO PENAL
 
“Arquivado o inquérito policial, por despacho do juiz, a requerimento do Promotor de Justiça, não pode aação penal ser iniciada, sem novas provas.” (Súmula
524) 
“O pagamento de cheque emitido sem provisão de fundos, após o recebimentoda denúncia, não obs
ta ao
prosseguimento da ação penal.” (Súmula
554) 
“A extinção de punibilidade, pelo pagamento do tributo devido, estende
-se ao crime de contrabando oudescaminho, por força do art. 18, § 2º, do decreto-lei 157/1967. (Súmula560)
“A ausência de fundamentação do despacho de recebimento de denúncia por crime falimentar enseja
nulidade processual, salvo se já houver sentença condenatória. (Súmula564)
“Os direitos de queixa e de representação podem ser exercidos, independentemente,
pelo ofendido ou por seu representante legal. (Súmula594)
A SÚMULA 594 É MUITO ANTERIOR AO CÓDIGO CIVIL DE 2002. ATUALMENTE, O OFENDIDO COM 18 (DEZOITO) ANOSÉ PLENAMENTE CAPAZ, E NÃO MAIS POSSUI REPRESENTANTE LEGAL, PODENDO, COM EXCLUSIVIDADE, EXERCERO DIREITO DE QUEIXA. ENTRETANTO, A SÚMULA CONTINUA TENDO UTILIDADE NOS CASOS EM QUE O OFENDIDOERA MENOR DE DEZOITO ANOS, E COMPLETA A MAIORIDADE DURANTE O CURSO DO PRAZO DECADENCIAL DE SEU
REPRESENTANTE LEGAL. ASSIM, EM FUNÇÃO DA EXPRESSÃO “INDEPENDENTEMENTE” CONTIDA NESTA SÚMULA,
O ENTENDIMENTO DOMINANTE É O DE QUE O MENOR, AO COMPLETAR 18, TERÁ 6 (SEIS) MESES PARA EXERCER ODIREITO DE QUEIXA OU DE REPRESENTAÇÃO.
“No crime de estupro, praticado mediante violência real, a ação penal é públicaincondicionada.” (Súmula
608)
“É pública incondicionada a ação penal por crime de sonegação fiscal.” (Súmula
609)
“É concorrente a legitimidade do ofendido, mediante queixa, e do Ministério Público, condicionada à
representação do ofendido, para a ação penal por crime contra a honra de servidor público em razão do
exercício de suas funções.” (Súmula
714)
 
 
OAB VII Exame Unificado
Processo PenalProf. Ana Cristina
2
 
APLICAÇÃO DA LEI PENAL
 
“A Lei penal mais grave aplica
-se ao crime continuado ou ao crime permanente, se a sua vigência é anterior 
à cessação da continuidade ou da permanência.”
(Súmula711) ATOS DE COMUNICAÇÃO PROCESSUAL
 
“É nula a citação por edital de réu preso na mesma unidade da federação em que o juiz exerce a sua jurisdição.” (Súmula
351) 
“Não é nula a citação por edital que indica o dispositivo da lei penal, embora não transcreva a denúncia ouqueixa, ou não resuma os fatos em que se baseia.” (Súmula
366) 
“No Processo Penal, contam
-se os prazos da data da intimação, e não da juntada aos autos do mandado ou
de carta precatória ou de ordem.” (Súmula
710) COMPETÊNCIA
Para a ação penal por ofensa à honra, sendo admissível a exceção da verdade quanto ao desempenho defunção pública, prevalece a competência especial por prerrogativa de função, ainda que já tenha cessado o
exercício funcional do ofendido”. (Súmula
396).
ATENÇÃO AO CANCELAMENTO DA SÚMULA 394 DO STF, QUE MANTINHA A PRERROGATIVA DE FUNÇÃO ALÉM DOEXERCÍCIO FUNCIONAL, FACE SUA INCOMPATIBILIDADE COM A CONSTITUIÇÃO DE 1988. CONTUDO, NÃO HÁJULGADOS POSTERIORES ÁQUELE CANCELAMENTO ENVOLVENDO A SÚMULA 396 EM QUESTÃO. MERECE,PORTANTO, SER OLHADA COM ATENÇÃO.VIDE SÚMULA 451.
“Salvo ocorrência de tráfico com o exterior, quando, então, a competência será da Justiça Federal, competeà justiça dos Estados o processo e o julgamento dos crimes relativos a entorpecentes.” (Súmula
522) 
“É competente o tribunal de justiça para julgar 
conflito de jurisdição entre juiz de direito do estado e a
 justiça militar local”. (Súmula
555).
A SÚMULA 555 É ANTERIOR À CONSTITUIÇÃO DE 1988. JÁ SE SUBMETEU A DUAS OBSERVAÇÕES POR PARTE DOSTF, COM RECOMENDAÇÃO DE REVISÃO, ATRAVÉS DO CJ 6155 (RTJ 90/20), E DO CJ 6195 (RTJ 94/1034), ESTES
 
 
OAB VII Exame Unificado
Processo PenalProf. Ana Cristina
3
 
TAMBÉM ANTERIORES A CONSTITUIÇÃO ATUAL. DE QUALQUER FORMA, NA OCASIÃO, O STF PASSOU A ENTENDERQUE NÃO MAIS VIGORA O PRINCÍPIO CONTIDO NA SÚMULA 555,QUANDO HAJA, NO ESTADO-MEMBRO, TRIBUNALMILITAR DE SEGUNDO GRAU, CASOEM QUE CABE AO TRIBUNAL FEDERAL DE RECURSOS JULGAR CONFLITOSDEJURISDIÇÃO ENTRE JUIZ DE DIREITO E AUDITOR DA JUSTIÇA MILITAR LOCAL.ATUALMENTE, SOBRE CONFLITO DE COMPETÊNCIA VEJA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988,ART. 102, I, "O"; ART.105, I, "D" E ART. 108, I, "E".
“A competência para o processo e julgamento de latrocínio é do juiz singular e não do Tribunal do Júri.”
(Súmula603)
“Transitada em julgado a sentença condenatória, compete ao juízo das execuções a aplicação de lei maisbenigna.” (Súmula
611) 
“Não compete ao Supremo Tribunal Federal conhecer de
habeas corpus
impetrado contra decisão doRelator que, em
habeas corpus
requerido a tribunal superior, indefere a liminar.” (Súmula
691)
VIDE ART. 102, I, i, DA CFRB/88.
"A competência do Tribunal de Justiça para julgar prefeitos restringe-se aos crimes de competência da justiça comum estadual; nos demais casos, a competência originária caberá ao respectivo tribunal desegundo grau." (Súmula702) "Não viola as garantias do juiz natural, da ampla defesa e do devido processo legal a atração por continência ou conexão do processo do co-réu ao foro por prerrogativa de função de um dosdenunciados." (Súmula704) 
“É nula a decisão que determina o desafo
ramento de processo da competência do Júri sem audiência da
defesa.” (Súmula
712) CONCURSO DE PESSOAS"Não viola as garantias do juiz natural, da ampla defesa e do devido processo legal a atração por continência ou conexão do processo do corréu ao foro por prerrogativa de função de um dosdenunciados." (Súmula704) 

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->