Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
09997_11_Decisao_cbarbosa_AC1-TC.pdf

09997_11_Decisao_cbarbosa_AC1-TC.pdf

Ratings: (0)|Views: 1|Likes:

More info:

Published by: Tribunal de Contas do Estado da Paraíba on Apr 09, 2013
Copyright:Public Domain

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/09/2013

pdf

text

original

 
 
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO1ª CÂMARA
PROCESSO TC N.º 09997/11
Objeto: Licitação e ContratosRelator: Auditor Renato Sérgio Santiago MeloResponsável: Antônio José Ferreira Advogados: Dr. Johnson Gonçalves de Abrantes e outrosProcurador: Arthur Martins Marques NavarroInteressados: Antônio Soares de Lima e outrosEMENTA: PODER EXECUTIVO MUNICIPAL – ADMINISTRAÇÃODIRETA – LICITAÇÃO – TOMADA DE PREÇOS – CONTRATOS –TRANSPORTE DE ESTUDANTES – EXAME DA LEGALIDADE –Utilização de veículos impróprios para a locomoção de discentes –Descumprimento dos preceitos estabelecidos no Código de TrânsitoBrasileiro, na Resolução n.º 82/1998 do Conselho Nacional deTrânsito e na Resolução Normativa n.º 04/2006 do Tribunal deContas do Estado – Eiva que compromete a normalidade dosprocedimentos – Necessidade imperiosa de imposição depenalidade,
ex vi 
do disposto no art. 56, inciso II, da LeiComplementar Estadual n.º 18/1993. Irregularidade formal docertame e dos acordos decorrentes. Aplicação de multa. Fixação deprazo para recolhimento. Determinação. Representação. ACÓRDÃO AC1 – TC – 00752/13 Vistos, relatados e discutidos os autos da Tomada de Preços n.º 009/2011 e dos contratosdela decorrentes, originários do Município de Mogeiro/PB, objetivando a locação de veículosdestinados ao transporte de estudantes do Ensino Fundamental da Comuna, acordam osConselheiros integrantes da
1ª CÂMARA 
do
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DA PARAÍBA 
, por unanimidade, vencida a proposta de decisão do relator e o voto doConselheiro Fernando Rodrigues Catão no tocante à imposição de penalidade aos integrantesda Comissão Permanente de Licitação – CPL da Urbe, em:1)
CONSIDERAR FORMAMENTE IRREGULARES 
a referida licitação e os contratos decursivos.2)
 APLICAR MULTA 
ao Prefeito do Município de Mogeiro/PB, Sr. Antônio José Ferreira, novalor de R$ 2.000,00 (dois mil reais), com base no que dispõe o art. 56, inciso II, da LeiComplementar Estadual n.º 18/1993 (Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado daParaíba – LOTCE/PB).3)
 ASSINAR 
o prazo de 30 (trinta) dias para recolhimento voluntário da penalidade ao Fundode Fiscalização Orçamentária e Financeira Municipal, conforme previsto no art. 3º, alínea “a”,da Lei Estadual n.º 7.201, de 20 de dezembro de 2002, com a devida comprovação do seuefetivo cumprimento a esta Corte dentro do prazo estabelecido, cabendo à ProcuradoriaGeral do Estado da Paraíba, no interstício máximo de 30 (trinta) dias após o término daqueleperíodo, velar pelo adimplemento da deliberação, sob pena de intervenção do MinistérioPúblico Estadual, na hipótese de omissão, tal como previsto no art. 71, § 4º, da Constituição
 
 
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO1ª CÂMARA
PROCESSO TC N.º 09997/11
do Estado da Paraíba, e na Súmula n.º 40 do eg. Tribunal de Justiça do Estado daParaíba – TJ/PB.4)
DETERMINAR 
ao Chefe da Comuna de Mogeiro/PB, Sr. Antônio José Ferreira, o integralcumprimento das normas estabelecidas na Lei Nacional n.º 9.503/1997 (Código de TrânsitoBrasileiro – CTB), na Resolução n.º 82/1998 do Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN ena Resolução Normativa n.º 04/2006, notadamente quanto à satisfação das exigênciasmínimas para o transporte de estudantes.5) Com fulcro no art. 71, inciso XI, c/c o art. 75,
caput 
, da Constituição Federal,
REMETER 
cópia da peça técnica, fls. 259/267, do parecer do Ministério Público Especial, fls. 312/317,bem como desta decisão à augusta Procuradoria Geral de Justiça do Estado da Paraíba paraas providências cabíveis.Presente ao julgamento o Ministério Público junto ao Tribunal de ContasPublique-se, registre-se e intime-se.
TCE – Sala das Sessões da 1ª Câmara, Mini-Plenário Conselheiro Adailton Coêlho Costa
 
João Pessoa, 04 de abril de 2013
Conselheiro Arthur Paredes Cunha Lima
Presidente
 Auditor Renato Sérgio Santiago Melo
Relator
Presente:
Representante do Ministério Público Especial
 
 
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO1ª CÂMARA
PROCESSO TC N.º 09997/11
RELATÓRIO AUDITOR RENATO SÉRGIO SANTIAGO MELO (Relator): Tratam os presentes autos daanálise dos aspectos formais da Tomada de Preços n.º 009/2011 e dos contratos deladecorrentes, originários do Município de Mogeiro/PB, objetivando a locação de veículosdestinados ao transporte de estudantes do Ensino Fundamental da Comuna.Os peritos da Divisão de Auditoria de Licitações e Contratos – DILIC, com base nosdocumentos encartados aos autos, emitiram relatório, fls. 259/267, evidenciando,sumariamente, que: a) a fundamentação legal utilizada foi a Lei Nacional n.º 8.666/1993 e oedital do certame; b) a Portaria n.º 01, de 03 de janeiro de 2011, nomeou os integrantes daComissão Permanente de Licitação – CPL da Urbe; c) o critério utilizado para o julgamentodas propostas foi o menor preço por item; d) a data para abertura do procedimento foi o dia14 de junho de 2011; e) a licitação foi homologada pelo Prefeito Municipal de Mogeiro/PB,Sr. Antônio José Ferreira, em 22 de julho do mesmo ano; f) os contratos foram assinadospela autoridade competente; e g) os valores apresentados estavam coerentes com ospraticados pelo mercado à época.Em seguida, os técnicos da unidade de instrução solicitaram a apresentação de documentoscomprobatórios do cumprimento das exigências estabelecidas pelo Conselho Nacional deTrânsito – CONTRAN no que diz respeito ao transporte de estudantes.Realizadas as citações do Prefeito do Município de Mogeiro/PB, Sr. Antônio José Ferreira,fls. 271/272, 279/280 e 288/291, como também dos membros da CPL responsáveis peloprocedimento em exame, Sr. José João Gonçalves, fls. 269/271, Sr. Antônio Soares de Lima,fls. 273/274, 281/282, 287, 301/302 e 305/309, e Sra. Silvana Graciano Bento Silva,fls. 275/276, 283/284 e 288/291, todos deixaram o prazo transcorrer
in albis 
, após pedido deprorrogação de prazo formulado pelo advogado, Dr. Johnson Gonçalves de Abrantes, fl. 293,deferido pelo relator, fl. 294.Remetido os autos ao Ministério Público Especial, este, ao se pronunciar acerca da matéria,fls. 312/317, pugnou, resumidamente, pela (o): a) irregularidade do procedimento licitatórioe dos contratos decorrentes; b) aplicação de multa ao Chefe do Poder Executivo deMogeiro/PB, Sr. Antônio José Ferreira, com fulcro no art. 56, inciso II, da Lei ComplementarEstadual n.º 18/1993; c) envio de representação ao Departamento Estadual deTrânsito – DETRAN/PB, em razão de suas atribuições institucionais; d) encaminhamento dedeterminação à unidade técnica do Tribunal para verificar a comprovação dos gastosrelacionados aos contratos em exame nas contas anuais da Urbe; e e) expedição derecomendação à administração municipal para que não repita as falhas detectadas emfuturas contratações.Solicitação de pauta, conforme fls. 318/319 dos autos.É o relatório.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->