Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword or section
Like this
2Activity

Table Of Contents

0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Curso Wicca Módulo III Magia Prática

Curso Wicca Módulo III Magia Prática

Ratings: (0)|Views: 64 |Likes:

More info:

Published by: Biblioteca do Paganismo on Apr 24, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/14/2013

pdf

text

original

 
 Rituais
Observação Inicial
Os rituais descritos abaixo funcionam a contento. Use-os se achar conveniente, massinta-se completamente à vontade para modifica-los conforme sua conveniência ouvontade, utilizando sempre a sua intuição.
Criando seus próprio rituais
Existe uma certa dificuldade para muitas pessoas em improvisar na magia,principalmente no que se refere a rituais, independente da sua finalidade. De umamaneira geral, ao criar você mesmo os seus ritos, eles ganham força e poder, já queexiste a necessidade de entrar em harmonia com as forças com as quais irá trabalhar.Deve haver uma reflexão sobre o que almeja, ou seja, sobre sua finalidade. Aopreparar seu ritual, inconscientemente vai-se adaptando diferentes características dediferentes tradições e, ao mesmo tempo, trabalhando seu lado poético e criativo aoproferir as invocações. Ao mesmo tempo trabalha seu lado de Sacerdote/Sacerdotisa.Inicialmente tente responder a algumas perguntas:
o
Porque fazer determinado ritual?
o
Qual a finalidade?
o
Qual o local onde será realizado?
o
Quem vai participar?
o
Será aberto ao público?Com as perguntas respondidas, deve-se haver um preparo antecipado, principalmenteno que se refere a um ritual em grupo. Essa preparação requer acima de tudo umaafinidade e harmonia entre os participantes. Se você é uma pessoa muito ligada aosdetalhes ou é de certa forma um perfeccionista, busque escrever o ritual, discuta comos outros participantes as minúcias e distribua as tarefas para que todos contribuamde alguma forma. Agora, se você for uma pessoa “light”, descontraída, improvise demomento utilizando sua intuição quanto às disposições dos instrumentos e asinvocações/evocações.Como conceito geral, prepare-se algum tempo antes, por uns dois dias no mínimo,mantendo a idéia firme. No dia, pouco antes de começar, busque desligar-se domundo, deixando de fora suas complicações e problemas e comece a entrar emconeo com o cosmos. Busque um lugar sossegado onde haja uma naturezaabundante, uma praia deserta, um espaço sagrado para você.Utilize esse conceito tanto para rituais em grupo, quanto para solitários. Existembenefícios ao se praticar, inicialmente, os rituais solitários. Um deles é o vínculo queserá criado tanto com os Elementos quanto com os Deuses. Adquirirá uma maiorautoconfiança e um crescimento de seu Poder Pessoal. Aprenderá a interpretar asmensagens que lhe serão enviadas. Mas depois de um determinado período, os ritossolitários começam a ficar cansativos e, como o próprio nome diz, você acabará por sesentir solitário(a) e acabará montando ou se filiando a um grupo.
Wicca – Um caminho mágico Marcelo Sette Câmara – (91) 9116-4215
1
 
O que não deve acontecer ao procurar um grupo é a pressa, pois você fatalmente podeencontrar pessoas que não tem uma afinidade maior com seus conceitos de religião.Mas não se desespere. Não encontrando um grupo, continue praticando sozinho(a), edeixe que o Universo cuide de colocar em seu caminho as pessoas certas, bastaentregar nas mãos dos Deuses.Quanto aos preparativos, ao refletir no objetivo do rito, escolha um
 panteão 
adequadopara os trabalhos. Se seu desejo é fazer um rito de cura, escolha as divindades queestão ligadas a esse objetivo. Existem muitas divindades dentro de diversos panteões.Utilize o panteão grego, romano, celta, ou outro qualquer que você se identifique, poistodos cultuam a Deusa com nomes diferentes.Não há uma necessidade de se especificar muito, ou seja, uma divindade para isso,outra para aquilo. Isso virá com o devido tempo, de acordo com o desenvolvimento desua intuição e a confiança que você vai ganhando. Após decidir o panteão, ou asforças adequadas, comece a pensar em como fará a abertura do círculo ritual. Essa éuma decisão que deve ser tomada antecipadamente, pois o círculo é muito importante.Ele deixará o ambiente neutro e criará um espaço sagrado onde se pode trabalhar asenergias geradas. Abra o círculo numa invocação aos antigos. Se você não possuiinstrumentos mágicos, use o dedo indicador, ou dê três voltas em sentido horário,proferindo palavras de exaltação e auxílio às forças, ou, ainda, crie seu espaçomentalmente. Não interessa como será feito, o importante é que seja criado o espaço, eque para você seja sagrado.Invente suas próprias invocações. Não se prenda em rituais pré-estabelecidos. Isso setorna prejudicial para você e as outras pessoas em outros rituais. Após o traçado e aconsagração do círculo, o espaço ritual foi criado. Agora poderá fazer a invocação dosQuatro Elementos e seus Guardiões, ou das Torres ou ainda os Quatro Cantos. Fica aseu critério como deseja chamá-los. Sua representação é a seguinte:
o
Norte - torre do mistério, do oculto;
o
Sul - torre do amor;
o
Leste - torre da sabedoria
o
Oeste - torre da força.Improvise nos significados. Cada Canto e cada Guardião possuem característicaspróprias. Caso você esteja sozinho faça a invocação de todos os Elementos/Torres ouCantos. Cada um sente uma maior afinidade com um determinado Guardião. O maiscomum é:
o
Elemento Terra - Torre do Norte e dos Mistérios;
o
Elemento Fogo - Torre do Sul e do Amor,
o
Elemento Ar - Torre do Leste e da Sabedoria,
o
Elemento Água - Torre do Oeste e da Força.Após a invocação dos Elementais, você deverá nesse momento solicitar a presença daDeusa e do Deus ou das entidades desejadas. Use a poesia, a música cantada, ououtro meio qualquer, mas verbalize as palavras. Use sua inspiração. Quanto maior oseu desejo, a sua vontade e sua visualização melhor será sua conexão com as forçaspois neste momento você poderá receber e perceber as características das divindades.
Wicca – Um caminho mágico Marcelo Sette Câmara – (91) 9116-4215
2
 
Esse é um momento onde nossas emoções afloram, onde nos exaltamos, sentimoscomo se estivéssemos unos com a natureza, com o cosmos. É um momento deLiberdade. Deixe fluir. Tudo fará parte do ritual. Esqueçam valores, ética, moral. Massejam honestos consigo mesmo, com os outros membros se houverem e com asDivindades presentes.Agora vem a parte mais objetiva. Se, por exemplo, o ritual for para proteção, faça umanova invocação aos Deuses com um pedido para que se energize objetos a fim de criartalismãs ou outros objetos para outros objetivos. Pode estar executando um ritual deexaltação, uma celebração, um esbat, um presente para as Fadas, para os Guardiões,oferecer uma homenagem à Deusa, enfim, qualquer que seja o ritual, procure sempreestabelecer uma relação entre o objetivo e com as forças e objetos que irá trabalhar.Outro ponto importante é a confiança que você deve ter em você e nas energiasgeradas/invocadas. Basta uma mínima dúvida e todo o ritual pode vir a fracassar.Após terminar a parte objetiva, deixe o ritual em aberto a fim de refletir um pouco. Aoencerrá-lo, agradeça as forças por terem ajudá-lo e desfaça o círculo dando três voltasem sentido anti-horário. Após o ritual busque descansar, pois você poderá se sentirum pouco desgastado(a) física e mentalmente.
O Cansaço
 Terminado o ritual pode acontecer que os integrantes sintam dor de cabeça, náusea,tontura, hiper-sensitividade, falta de concentração, câimbras, cabeça nas nuvens, etc.Isso se dá quando o nível de energia utilizado for alto, e o excedente não foi totalmenteliberado. Para se remediar essa situação podemos utilizar um dos métodos abaixo:
o
Comer e beber algo leve faz com que haja movimento no organismo.
o
Em rituais ao ar livre, se possível abrace uma árvore ou deite-se na grama ouno chão, sentindo o contato da terra, pois o excesso de energia será absorvidopelo tronco da árvore ou pela própria terra.
o
Usando Água, tome uma ducha, entre no mar ou em um rio. Ou simplesmentedeixe a água correr pelo seu corpo também fazendo com que o excesso deenergia seja carregado pela corrente da água. Adicione sal ao seu banho, poisele ajuda como elemento purificador.
o
Use visualização à medida em que a água corre, ela libera tudo o que deve serliberado, deixando vorenovado(a) e cheia de luz. Visualize o excesso deenergia voltando para a água e se misturando com a terra ou as águas do mar.
o
Usando Pedra ou Cristal segure e visualize a energia entrando no cristal oupedra por alguns minutos. Ao mesmo tempo, você estará “carregando” seucristal ou pedrinha de estimação. A pedra ou cristal podem ser usados comotalismã ou enterradas caso você queira se liberar de um sentimento negativo.
o
Quando estamos num círculo, uma das formas de descarregar toda energia éfazer todos voltarem-se para o exterior do círculo, com as mãos erguidas e emposição para "enviar" fachos de luz para os diferentes planos. Cada pessoa docírculo fala para quem ou para quê ela/ele quer mandar a energia que aindapossa estar presente no círculo. Existe sempre uma boa causa geral e várias
Wicca – Um caminho mágico Marcelo Sette Câmara – (91) 9116-4215
3

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->