Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
1Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Conceitos de Geografia Agrária

Conceitos de Geografia Agrária

Ratings: (0)|Views: 350|Likes:
Os Conceitos de Agrário e de Rural; Geografia da Agricultura, Geografia Agrária e Geografia Rural; O Sistema Agrário de Florestas; A Primeira Revolução Agrícola; A Primeira Revolução Agrária; A Questão Agrícola; Questão Agrária; A Agricultura Familiar
Os Conceitos de Agrário e de Rural; Geografia da Agricultura, Geografia Agrária e Geografia Rural; O Sistema Agrário de Florestas; A Primeira Revolução Agrícola; A Primeira Revolução Agrária; A Questão Agrícola; Questão Agrária; A Agricultura Familiar

More info:

categoriesTypes, Research
Published by: Vitor Vieira Vasconcelos on Apr 25, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

09/24/2013

pdf

text

original

 
1
Conceitos de Geografia Agrária
Vitor Vieira VasconcelosMestre em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas GeraisBelo Horizonte, Minas Gerais, 2009
 Os Conceitos de Agrário e de Rural
Conceitualmente, podemos delimitar o escopo de abrangência do termo
‘’Agrário’’ para as questões produtivas e econômicas que envolvem as
atividades de agricultura e pecuária.
 Ao passo que o conceito de ‘’Rural’’ apresenta
-se mais amplo. Poisabarca, além de propriamente
‘’Agrário’’, também os aspectos não agrários que
ocorrem no campo. Desse modo, inclui questões culturais e sociais relativas aohomem do campo, o que podemos chamar de modo de vida rural.
Geografia da Agricultura, Geografia Agrária e Geografia Rural
 A diferenciação entre os conceitos de Agrário e Rural, tecida acima,auxilia a elucidar as discriminações terminológicas consensuais, no meioacadêmico, no que se refere a Geografia da Agricultura, Geografia Agrária eGeografia Rural. É possível vislumbrar uma tênue delimitação entre a
‘’Geografia da Agricultura’’ e ‘’Geografia Agrária”, embora usualmente sejam
tomados como semelhantes, para em conjunto serem diferenciados daGeografia Rural.
 
2
 À Geografia da Agricultura, interessa o estudo sobe a espacializaçãodos cultivos agrícolas. Portanto, se preocupa com perguntas tais quais: o que éproduzido, onde é produzido, quanto é produzido.Na Geografia Agrária, por sua vez, incorpora-se também a atividade dapecuária. Mais do que isso, o enfoque amplia-se para as consideraçõeseconômicas entre as diversas atividades agropecuárias, formando-se umsistema econômico complexo.Por fim, a Geografia Rural incluirá também a ocupação não agrária dosolo. Seu estudo vai mais além do enfoque econômico estrito, pois estudatambém os hábitos, comportamentos, crenças e valores da população rural, emseus aspectos sociais, culturais e até religiosos. O objeto de estudo daGeografia Rural torna-se a Paisagem Rural, com toda sua teia de significados erelações entre os lugares e seus personagens habitantes.
O Sistema Agrário de Florestas
Na antiguidade da história humana, a forma de agricultura típicaconsistiu no sistema agrário de florestas. Seu contexto de aplicação se referia agrandes áreas de floresta, exploradas por pequenos agrupamentos humanos.Primeiramente, desmatava-se um perímetro em meio à floresta,preferencialmente às margens dos rios, por apresentarem solos mais férteis eúmidos, além de uma facilidade de dessedentação à comunidade. Odesmatamento utilizava-se de instrumentos rudimentares e da prática dequeimada. Os restos do desmate serviriam de madeira orgânica para o plantio,garantindo uma produtividade satisfatória ao primeiro ano. Contudo, nosegundo ano de produção, a fertilidade do solo, já começava a se comprometer e no terceiro ano, ainda mais, como anúncio de que a terra deveria ser abandonada, levando a abertura de uma nova clareira.
 
3
Observa-se que tratava-se de um sistema agrícola itinerante. O sistemaagrícola florestal caracteriza-se por uma exploração e esgotamento intensivodo solo em uma parcela, com um impacto ambiental inevitável. Como sãonecessários no mínimo 38 anos de pausa para uma regeneração plena dabiologia florestal, esse sistema agrícola só se torna sustentável em grandesáreas florestadas, para uma pequena população. Todavia, conforme apopulação humana crescia cada vez mais, os espaços florestais tornavam-seescassos. Isso dava apenas duas opções: ou se expandia a agricultura para assavanas, com solos menos férteis, ou não se esperava mais a regeneraçãocompleta das florestas, entrando-se em um ciclo de esgotamento do solo e dedegradação ambiental.
A Primeira Revolução Agrícola
 A Primeira Revolução Agrícola se deu no continente europeu. Seucontexto histórico se deu com a transição do Feudalismo para o Capitalismo.Nesse período, a expansão das relações comerciais e coloniais trouxe novoscultivares e conhecimentos para o povo europeu. Além disso, odesenvolvimento das atividades de artesanato e manufaturas nos burgostrouxe a possibilidade de construção de equipamentos de trabalho rural commais qualidade, eficiência e escala de produção. A principal transição tecnologia ocorrida na Primeira Revolução Agrícolafoi a passagem do sistema de pousio para o sistema de rotação de culturas. Naentre safra, passaram a ser cultivadas leguminosas, as quais contribuíram paraa nitrogenação do solo. Também se deve ressaltar a melhoria da eficiência dosequipamentos de cultivo que empregavam tração animal. A rotação de culturas, com o plantio intercalado de leguminosas,continua como um dos pilares tanto da agroecologia quanto da agriculturacapitalista de larga escala. A manutenção do nitrogênio e a ciclagem de

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->