Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
59690037 Riqueza e Desafio

59690037 Riqueza e Desafio

Ratings: (0)|Views: 6|Likes:
Published by poliveira_770796

More info:

Published by: poliveira_770796 on May 14, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/05/2014

pdf

text

original

 
RIQUEZA: Desafio para Sucessores
João Bosco Lodi
Estamos vivendo uma época de grandes transferências de fortuna da geraçãomais velha para a mais nova e de uma difusão do patrimônio acumulado por poucas pessoas na geração fundadora para muitas pessoas nas duas geraçõesseguintes. O dinheiro da família tem uma história: na fase inicial a acumulação docapital através da capacidade e austeridade do fundador; na fase terminal adispersão do capital pelo número de sucessores e seu despreparo para gerir essafortuna.
1. Fundações de Família:
Roy Williams, Consultor Patrimonial norte americano, publicou um livrocomentado pelo Financial Times com o título “Preparando a família para gerir afortuna” de onde tiro algumas reflexões. Ele afirma que nos Estados Unidos novedécimos do dinheiro acumulado pelo misterioso personagem chamado “papai”(Dad) é desperdiçado pelos seus herdeiros. A parcela maior vai para osadvogados quando os filhos entram em conflito judicial. Outra parte desapareceem negócios familiares mal administrados. A décima parte final é tomada peloImposto de Renda. Para “preparar a família para gerir a fortuna” ele estabelecealgumas regras de ouro.1.Os filhos devem ser educados sobre os valores do fundador, o seu sentidode missão, a sua dedicação ao trabalho duro, o seu bom senso paranegócios.2.Participando de algum “Fundo de Caridade”, dando dinheiro para terceiros,os sucessores devem aprender a melhor guardar o seu. Seria indicado criar um curso prático sobre como administrar dinheiro e gerir necessidadessociais.3.Importante aprendizado para os sucessores é como contratar e despediadvogados, contadores, tributaristas e auditores.4.As entidades filantpicas têm Conselhos onde se pode aprender a seconselheiro sem conflitar.5.Outro aprendizado importante é como planejar os impostos de modo a pagar só o necessário. E como planejar a partilha antes do falecimento parareduzir os impostos. No caso brasileiro o imposto é igual seja “inter vivos”seja “causa mortis”.Em países do primeiro mundo está aumentando a literatura sobre “Fundações deFamília” e Mecenatismo. Até a loteria nacional que faz um milionário por semanadistribui um folheto sobre “Fundos de Caridade”. Com exceções honrosas, a
 
maioria dos grandes ricos doa menor proporção de seu dinheiro do queprofissionais que vivem de salário.Para concluir as receitas de Roy Williams, a melhor forma de encorajar doadoresé formando reuniões e redes de amigos, com depoimentos de homens ricos sobrecomo foi criada uma Fundação Familiar de caráter filantrópico.
2. O vírus da riqueza.
 A revista Forbes, alguns anos, fez matéria de capa sobre os perigos dodinheiro da família criando o termo “Affluenza”, o vírus da riqueza. Eis algunsconselhos práticos.1.A Mesada deve ser dada. É a primeira experiência da criança com finançase orçamento. Deve acontecer bem antes do filho ganhar dinheiro com algumtrabalho. A criaa que recebe mesada regular é mais disciplinada,economiza mais, gasta mais racionalmente. Quem não recebe mesadaacaba ganhando dinheiro de seus pais, aqui e ali, de uma forma irregular.2.Quanto dar? É necesrio ficar no meio entre os pais que dão muito e osque dão pouco. É preciso tomar informações com outros pais.3.Mesada o é vinculada a trabalho caseiro. Pagar para obter serviçodoméstico dos filhos confunde a idéia de empregado com a de respeito aospais. A relação se torna empregatícia. Os pais não devem pagar a seusfilhos para arrumar o quarto ou ajudar na cozinha. Isso é uma obrigação quenão se compra.4.Numa casa cheia de empregados a primeira vez que você ouve de seu filho:“Deixe a empregada fazer”, você sabe que tem um problema. Os filhosdevem receber tarefas, independente de haver ou o empregadosdisponíveis. Além disso, o trabalho dos pais é maior porque precisa conferir se o trabalho do filho foi feito ou não.5.A presença emocional do pai não é substituída pelo dinheiro que ele dá.“Papai dizia que estava em casa todos os fins de semana, e eu não duvido.Mas ele nunca estava lá mentalmente, emocionalmente. Não dava ordem,nem conselho, só dinheiro”.6.Na época do gisio é importante arranjar um emprego meio-período dechão de fábrica para conhecer a vida dos encarregados de nível subalterno.Isso é importante para a formação do jovem.7.“Não importa quão ricos sejam, os pais devem fazer com que seus filhostrabalhem. É a única forma de desenvolver auto-estima e aprender asobreviver por si mesmos”, diz outro consultor de fortunas do EUA.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->