Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Buy Now $4.99
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword or section
Like this
2Activity

Table Of Contents

CONFIO (Prefácio-poema)
II. DEUS EXISTE? EIS A QUESTÃO
III. 1. O SER DE DEUS
CONSIDERAÇÕES FINAIS
PARA TI, SENHOR! (Conclusão-poema)
CONHEÇA A AUTORA
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Pocket Book A Existência de Deus

Pocket Book A Existência de Deus

Ratings: (0)|Views: 15 |Likes:
A existência de Deus é a única questão para a qual a mente humana volta-se compulsoriamente. Seja para crer ou descrer. Todos pensam nisso, quer queiram, quer não. Até o ateu, ao negar a existência de Deus, supõe que ele possa existir, pois não se pode negar algo que não tenha, pelo menos, a possibilidade de existir. Não se nega algo que não exista, pelo menos como idéia. Se você nega algo, você supõe que aquilo possa existir, senão para você, mas para outros. Aquilo pode não existir no seu mundo, na sua idéia. Não existiria o "nada", se não houvesse o "ser". O filósofo existencialista Martin Heidegger já questionava: "porque existe o ser e não o nada?" O "nada" é a ausência do que existiria. Grandes pesquisadores e cientistas, alguns citados nesta obra, já concluíram que a ciência e a mente humana chegam a um ponto-limite, em que não têm como, através de métodos empíricos, provar a inexistência de Deus. É mais fácil e lógico - com argumentos embasados filosoficamente, alguns expostos neste livro - crer na existência de um ser superior e supremo, seja qual for o nome ou a forma que se imagine dar a ele. A pergunta é: "Deus existe?". E a reposta pode ser: "Porque não?".
A existência de Deus é a única questão para a qual a mente humana volta-se compulsoriamente. Seja para crer ou descrer. Todos pensam nisso, quer queiram, quer não. Até o ateu, ao negar a existência de Deus, supõe que ele possa existir, pois não se pode negar algo que não tenha, pelo menos, a possibilidade de existir. Não se nega algo que não exista, pelo menos como idéia. Se você nega algo, você supõe que aquilo possa existir, senão para você, mas para outros. Aquilo pode não existir no seu mundo, na sua idéia. Não existiria o "nada", se não houvesse o "ser". O filósofo existencialista Martin Heidegger já questionava: "porque existe o ser e não o nada?" O "nada" é a ausência do que existiria. Grandes pesquisadores e cientistas, alguns citados nesta obra, já concluíram que a ciência e a mente humana chegam a um ponto-limite, em que não têm como, através de métodos empíricos, provar a inexistência de Deus. É mais fácil e lógico - com argumentos embasados filosoficamente, alguns expostos neste livro - crer na existência de um ser superior e supremo, seja qual for o nome ou a forma que se imagine dar a ele. A pergunta é: "Deus existe?". E a reposta pode ser: "Porque não?".

More info:

Published by: Monika Alves de Almeida Picanço on May 26, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial
List Price: $4.99 Buy Now

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
See more
See less

04/16/2014

$4.99

USD

You're Reading a Free Preview
Pages 11 to 40 are not shown in this preview.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->