Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
21Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
PORÍFEROS

PORÍFEROS

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 11,641|Likes:
Published by Lia Lopes
Todas as Características dos Poríferos.
Todas as Características dos Poríferos.

More info:

Published by: Lia Lopes on May 03, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2013

pdf

text

original

 
Lia Lopes
liia_lopes@hotmail.com
CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS PORÍFEROS
Uma das principais características do grupo é apresentar o corpo perfurado porinúmeros poros.
Todos os poríferos são aquáticos. A maioria vive no mar, mas também há poríferosem águas doces.
Recebem a denominação de séssil, pois ficam presos a substratos submersos nãopodendo se movimentar.
Não são simétricas e algumas nascem encobrindo o substrato, sendo ásperas ao tato.Outras têm forma de vaso, com simetria radial. As cores variam bastante.
São encontradas em toda parte do mar, mas estão mais concentradas nos marestropicais.
Diversas espécies de poríferos produzem substâncias tóxicas, provavelmente umaproteção contra os predadores. Algumas dessas substâncias estão sendo avaliadaspor seus efeitos farmacêuticos, como antitumorais, antibióticos e antiinflamatórios.
ORGANIZAÇÃO CORPORAL DOS PORÍFEROS
Na estrutura de uma esponja simples podemos dizer que contém base fechada, umaabertura relativamente grande no topo, o ósculo. Possui poros, lugar por onde penetraa água. Possui uma cavidade interna, a espongiocela (ou átrio), dali a água é expelidapelo ósculo, de modo que há fluxo líquido contínuo.
Alimentam-se de partículas orgânicas presentes na água que circula em seu corpo,entrando pelos poros e saindo pelo ósculo. Por isso são chamados de animaisfiltradores. Nessa água que circula também se encontra
O
2
e minerais.
TIPOS DE CÉLULA
Pinacócitos: são células achatadas que revestem externamente o corpo da esponja.
Porócito: são células presentes entre os pinacócitos e têm canais que passa pelocitoplasma de lado a lado, formando os poros por onde entra a água.
Coanócito: reveste a cavidade central da esponja, a espongiocela. As ondulações deseus flagelos impulsionam a água, criando uma corrente líquida que traz partículasnutritivas e
O
2 ,
além de remover excreções e gás carbônica resultante da atividadecelular. Ele captura o alimento por fagocitose ou pinocitose, podendo digeririntracelularmente ou passar para o amebócito.
 
Lia Lopes
liia_lopes@hotmail.com
Amebócitos ou arqueócitos: localizam-se no meso-hilo. São células totipotentes, poissão capazes de originar todos os outros tipos de célula animal. Sua principal função édistribuir nutrientes pelo corpo da esponja. Eles capturam por endocitose partículasalimentares transferidas pelos coanócitos e as digerem intracelularmente. Osnutrientes gerados nessa digestão são transferidos para todas as células durante odeslocamento dos amebócitos no meso-hilo.
SUSTENTAÇÃO ESQUELÉTICA
O corpo das esponjas é mantido por elementos esqueléticos de dois tipos: fibrasprotéicas ou estruturas minerais em forma de estrela, agulha etc., constituídas porsílica (
SiO
2
) ou carbonato cálcio (
CaO
3
).
Espículas: são elementos silicosos e calcários. As espículas são produzidas pelosescleroblastos (células especiais), que se diferenciam a partir dos amebócitos e assimcomo eles também se localizam no meso-hilo.
Essas fibras protéicas são constituídas por uma proteína semelhante ao colágeno, aespongina, secretada pelos espongioblastos, células que também se diferenciam noamebócito.
As fibras da espongina formam uma trama ramificada entre as células corporais,constituindo um esqueleto flexível e resistente.
TIPOS DE ESTRUTURA CORPORAL
Asconóides : são as mais simples. Tem forma de vaso. Seu topo contém uma aberturachamada ósculo. Os canais dos porócitos que perfura a parede passam diretamentepela espongiocela, que é revestida pelos coanócitos. A movimentação dos flagelos doscoanócitos é que gera o fluxo contínuo da água. O caminho da água nos asconóides é:meio externo
poros
espongiocela
ósculo
meio externo.
Siconóides : Tem corpo tubular. Ósculo em uma das extremidades. A parede apresentafendas que levam a
canais aferentes
, nas
 
paredes dos quais localizam os porócitos.Estes se comunicam com os
canais radiais
revestidos por coanócitos. Amovimentação dos flagelos dos coanócitos dos canais radias fazem com que a águapasse pela espongiocela (menor que nas asconóides e não é revestido peloscoanócitos) . O caminho é: meio externo
canais aferentes
poros
canais radiais
espongiocela
ósculo
meio externo.
Leuconóides : grandes e complexas. Há aberturas que levam a canais aferentes, osquais saem em câmaras revestidas de coanócitos, as
câmaras vibráteis
. Esta, porsua vez, comunica-se por canais eferentes com a espongiocela, que se comunica como meio externo através do ósculo. A movimentação dos flagelos dos coanócitos dascâmaras vibráteis faz com que a água circule, sempre entrando pelos poros e saindo
 
Lia Lopes
liia_lopes@hotmail.com
pelo ósculo. O caminho é: meio externo
canais aferentes
poros
câmarasvibráteis
canais eferentes
espongiocela
ósculo
meio externo.
CLASSIFICAÇÃO DAS ESPONJAS
Classe Calcarea: os representantes dessa classe são todos marinhos e caracterizam-se por apresentar predominantemente espículas de carbonato de cálcio (elemento desustentação esquelética). Podem apresentar organização asconóide, sicionóide eleuconóide. Tamanho pequeno e forma tubular.
Classe Desmospongiae: maioria marinha, mas há alguns em águas doces.Caracterizam-se por apresentar espículas silicosas, fibras de espongina ou ambas,como elementos de sustentação esquelética. Maioria é assimétrica, incrustadas eapresenta organização leuconóide, como meso-hilo espesso.
Classe Hexactinellidae: exclusivamente marinhas, vivem em grandes profundidades.Sua particularidade é que são abundantes da Antártida. Crescem eretas e apresentamformas cilíndricas, com simetria radial. Seus elementos de sustentação são espículassilicosas. Algumas dessas espículas apresentam seis raios e isso a diferencia da classeDesmospongiae. Um casal de camarões penetra pelo ósculo da esponja atrás deabrigo, e fica preso, pois cresce e não consegue mais sair, mas quando nascemfilhotes eles conseguem sair, pois são pequenos. Fica lá até a esponja morrer.REPRODUÇÃO DOS PORÍFEROS
Regeneração e reprodução assexuada:

Activity (21)

You've already reviewed this. Edit your review.
Igor Martins added this note
eu tambem
1 hundred reads
1 thousand reads
Adriano Araujo Delgado added this note
minha filha esta aprendendo isso na 6º série
Paulina Bezi liked this
Edinho Gomes liked this
Izabela Frizzo liked this
Graça Branco liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->