Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Lei 10.454/ 2002.

Lei 10.454/ 2002.

Ratings: (0)|Views: 4 |Likes:

More info:

Published by: Biblioteca OnLine de Comunicação Social on Jun 23, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/23/2013

pdf

text

original

 
www.comuniqueiro.comhttp://comuniqueiro.blogspot.com
PresidênciadaRepúblicaCasaCivilSubchefiaparaAssuntosJurídicos
 
LEI N
o
10.454, DE 13 DE MAIO DE 2002.
 
Conversão da MPv nº 17, de 2001
 
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA
Faço saber que o Congresso Nacionaldecreta e eu sanciono a seguinte Lei:
 
 Art. 1
o
Fica remida a Contribuição para o Desenvolvimento da IndústriaCinematográfica Nacional - CONDECINE de que trata oart. 32 da MedidaProvisória n
o
2.228-1, de 6 de setembro de 2001:
 
I - nos meses de janeiro, fevereiro, março, abril e maio de 2002, que tenhacomo fato gerador a veiculação, a produção, o licenciamento e a distribuição deobras cinematográficas e videofonográficas com fins comerciais, por segmento demercado a que forem destinadas; e
 
II - nos meses de janeiro e fevereiro de 2002, que incida sobre o pagamento,o crédito, o emprego, a remessa ou a entrega, aos produtores, distribuidores ouintermediários no exterior, de importâncias relativas a rendimento decorrente daexploração de obras cinematográficas e videofonográficas ou por sua aquisição ouimportação, a preço fixo.
 
 Art. 2
o
Oinciso V do art. 1
o
da Medida Provisória n
o
2.228-1, de 6 de setembrode 2001, passa a vigorar com a seguinte redação:
 
"Art. 1
o
.....................................................................
 
....................................................................................
 
V - obra cinematográfica brasileira ou obra videofonográfica brasileira: aquela que
 
www.comuniqueiro.comhttp://comuniqueiro.blogspot.com
atende a um dos seguintes requisitos:
 
a) ser produzida por empresa produtora brasileira, observado o disposto no § 1
o
,registrada na ANCINE, ser dirigida por diretor brasileiro ou estrangeiro residente noPaís há mais de 3 (três) anos, e utilizar para sua produção, no mínimo, 2/3 (doisterços) de artistas e técnicos brasileiros ou residentes no Brasil há mais de 5(cinco) anos;
 
......................................................................................
 
c) ser realizada, em regime de co-produção, por empresa produtora brasileiraregistrada na ANCINE, em associação com empresas de outros países com osquais o Brasil não mantenha acordo de co-produção, assegurada a titularidade de,no mínimo, 40% (quarenta por cento) dos direitos patrimoniais da obra à empresaprodutora brasileira e utilizar para sua produção, no mínimo, 2/3 (dois terços) deartistas e técnicos brasileiros ou residentes no Brasil há mais de 3 (três) anos."(NR)
 
 Art. 3
o
Oart. 1
o
da Medida Provisória n
o
2.228-1, de 6 de setembro de 2001,passa a vigorar acrescido dos seguintes incisos XII, XIII, XIV, XV, XVI, XVII, XVIII,XIX, XX e XXI, e dos seguintes §§ 1
o
, 2
o
e 3
o
:
 
"Art. 1
o
.......................................................................
 
.....................................................................................
 
XII- minissérie: obra documental, ficcional ou de animação produzida em películaou matriz de captação digital ou em meio magnético com, no mínimo, 3 (três) e nomáximo 26 (vinte e seis) capítulos, com duração máxima de 1.300 (um mil etrezentos) minutos;
 
XIII - programadora: empresa que oferece, desenvolve ou produz conteúdo, naforma de canais ou de programações isoladas, destinado às empresas de serviçosde comunicação eletrônica de massa por assinatura ou de quaisquer outrosserviços de comunicação, que transmitam sinais eletrônicos de som e imagem quesejam gerados e transmitidos por satélite ou por qualquer outro meio detransmissão ou veiculação;
 
XIV - programação internacional: aquela gerada, disponibilizada e transmitida
 
www.comuniqueiro.comhttp://comuniqueiro.blogspot.com
diretamente do exterior para o Brasil, por satélite ou por qualquer outro meio detransmissão ou veiculação, pelos canais, programadoras ou empresasestrangeiras, destinada às empresas de serviços de comunicação eletrônica demassa por assinatura ou de quaisquer outros serviços de comunicação quetransmitam sinais eletrônicos de som e imagem;
 
XV - programação nacional: aquela gerada e disponibilizada, no território brasileiro,pelos canais ou programadoras, incluindo obras audiovisuais brasileiras ouestrangeiras, destinada às empresas de serviços de comunicação eletrônica demassa por assinatura ou de quaisquer outros serviços de comunicação quetransmitam sinais eletrônicos de som e imagem, que seja gerada e transmitidadiretamente no Brasil por empresas sediadas no Brasil, por satélite ou por qualquer outro meio de transmissão ou veiculação;
 
XVI - obra cinematográfica ou videofonográfica publicitária: aquela cuja matrizoriginal de captação é uma película com emulsão fotossensível ou matriz decaptação digital, cuja destinação é a publicidade e propaganda, exposição ouoferta de produtos, serviços, empresas, instituições públicas ou privadas, partidospolíticos, associações, administração pública, assim como de bens materiais eimateriais de qualquer natureza;
 
XVII - obra cinematográfica ou videofonográfica publicitária brasileira: aquela queseja produzida por empresa produtora brasileira registrada na ANCINE, observadoo disposto no § 1
o
, realizada por diretor brasileiro ou estrangeiro residente no Paíshá mais de 3 (três) anos, e que utilize para sua produção, no mínimo, 2/3 (doisterços) de artistas e técnicos brasileiros ou residentes no Brasil há mais de 5(cinco) anos;
 
XVIII - obra cinematográfica ou videofonográfica publicitária brasileira filmada noexterior: aquela, realizada no exterior, produzida por empresa produtora brasileiraregistrada na ANCINE, observado o disposto no § 1
o
, realizada por diretor brasileiro ou estrangeiro residente no Brasil há mais de 3 (três) anos, e que utilizepara sua produção, no mínimo, 1/3 (um terço) de artistas e técnicos brasileiros ouresidentes no Brasil há mais de 5 (cinco) anos;
 
XIX - obra cinematográfica ou videofonográfica publicitária estrangeira adaptada:aquela que não atende o disposto nos incisos XVII e XVIII, adaptada ao idiomaportuguês ou às condições e necessidades comerciais ou técnicas de exibição eveiculação no Brasil;
 

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->