Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
proc_09257_12_acordao_ac2tc_01367_13_decisao_inicial_2_camara_sess.pdf

proc_09257_12_acordao_ac2tc_01367_13_decisao_inicial_2_camara_sess.pdf

Ratings: (0)|Views: 0|Likes:

More info:

Published by: Tribunal de Contas do Estado da Paraíba on Jul 02, 2013
Copyright:Public Domain

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/02/2013

pdf

text

original

 
 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO2ª CÂMARA
PROCESSO TC N.º 09257/12
Objeto: AposentadoriaRelator: Auditor Oscar Mamede Santiago MeloÓrgão/Entidade: PBPREVInteressado(a): Marluce Maria de Oliveira RaposoEMENTA: PODER EXECUTIVO – ADMINISTRAÇÃO INDIRETA –INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA – ATO DE GESTÃO DE PESSOAL – APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO  APRECIAÇÃO DA MATÉRIA PARA FINS DE REGISTRO  ATRIBUIÇÃO DEFINIDA NO ART. 71, INCISO III, DACONSTITUIÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA, E NO ART. 1º,INCISO VI, DA LEI COMPLEMENTAR ESTADUAL N.º 18/1993 –EXAME DA LEGALIDADE – Regularidade na fundamentação do ato enos cálculos dos proventos – Preenchidos os requisitosconstitucionais e legais para aprovação do feito. Concessão deregistro e arquivamento dos autos.
 ACÓRDÃO AC2 – TC – 01367/13
 Vistos, relatados e discutidos os autos do processo acima caracterizado, referentes à Aposentadoria Voluntária por Tempo de Contribuição do(a) Sr(a). Marluce Maria de OliveiraRaposo, matrícula n.º 58.520-3, ocupante do cargo de Técnico de Políticas e GestãoGovernamental, com lotação no(a) Secretaria de Estado do Planejamento e Gestão, acordamos Conselheiros integrantes da 2
ª CÂMARA DELIBERATIVA 
do
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DA PARAÍBA 
, por unanimidade, em sessão realizada nesta data, em:1)
CONCEDER REGISTRO 
ao referido ato de aposentadoria;2)
DETERMINAR 
o arquivamento dos autos.Presente ao julgamento o Ministério Público junto ao Tribunal de ContasPublique-se, registre-se e intime-se.TCE – Sala das Sessões da 2ª Câmara, Mini-Plenário Conselheiro Adailton Coêlho Costa
João Pessoa, 25 de junho de 2013
Conselheiro Antonio Nominando Diniz FilhoPRESIDENTE Auditor Oscar Mamede Santiago MeloRELATOR REPRESENTANTE DO MINISTÉRIO PÚBLICO
 
 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO2ª CÂMARA
PROCESSO TC N.º 09257/12RELATÓRIO
 AUDITOR OSCAR MAMEDE SANTIAGO MELO (Relator): Tratam os presentes autos da análiseda Aposentadoria Voluntária por Tempo de Contribuição do(a) Sr(a). Marluce Maria deOliveira Raposo, matrícula n.º 58.520-3, ocupante do cargo de Técnico de Políticas e GestãoGovernamental, com lotação no(a) Secretaria de Estado do Planejamento e Gestão. A Auditoria deste Tribunal, com base na documentação encartada aos autos, emitiu relatórioconcluindo que o ato aposentatório foi firmado por autoridade competente e obedeceu, nasua formação, às normas legais que regem a espécie e que o cálculo dos proventos foiefetuado em consonância com as normas pertinentes.Em face da conclusão a que chegou a Auditoria, o processo não tramitou pelo MinistérioPúblico para a emissão de parecer escrito.É o relatório.
PROPOSTA DE DECISÃO
 AUDITOR OSCAR MAMEDE SANTIAGO MELO (Relator): A referida análise tem comofundamento o disciplinado no art. 71, inciso III, da Constituição do Estado da Paraíba, e oestabelecido no art. 1º, inciso VI, da Lei Complementar Estadual n.º 18/1993, que atribuíramao Tribunal de Contas do Estado a responsabilidade pela apreciação, para fins de registro, dalegalidade dos atos de aposentadorias.Do exame realizado, conclui-se que o ato concessivo foi expedido por autoridadecompetente, em favor de servidor(a) legalmente habilitado(a) ao benefício, estando corretaa sua fundamentação, a comprovação do tempo de serviço e o cálculo dos proventos. Ante o exposto, proponho que a
2ª CÂMARA DELIBERATIVA 
do
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DA PARAÍBA 
considere legal o supracitado ato de aposentadoria, conceda-lhe ocompetente registro e determine o arquivamento dos autos.É a proposta.
João Pessoa, 25 de junho de 2013
 Auditor Oscar Mamede Santiago MeloRELATOR  

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->