Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Regulamento Eleitoral CE ISA

Regulamento Eleitoral CE ISA

Ratings: (0)|Views: 54|Likes:
Published by papinto
Regulamento Eleitoral para Eleição e Cooptação dos Membros do Conselho de Escola
Regulamento Eleitoral para Eleição e Cooptação dos Membros do Conselho de Escola

More info:

Published by: papinto on May 10, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/15/2009

pdf

text

original

 
INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA 
 
1
 
Regulamento
 
Eleitoral
 
para
 
Eleição
 
e
 
Cooptação
 
dos
 
Membros
 
do
 
Conselho
 
de
 
Escola
 
Os
 
estatutos
 
do
 
Instituto
 
Superior
 
de
 
Agronomia,
 
homologados
 
pelo
 
Reitor
 
da
 
Universidade
 
Técnica
 
de
 
Lisboa
 
em
 
8
 
de
 
Abril
 
de
 
2009,
 
estabelecem
 
no
 
n.º4
 
do
 
artigo
 
24.º
 
que
 
os
 
novos
 
órgãos
 
do
 
Instituto
 
Superior
 
de
 
Agronomia
 
deverão
 
ser
 
eleitos
 
a
 
partir
 
de
 
regulamento
 
a
 
elaborar
 
pela
 
Assembleia
 
Estatutária.
 
O
 
presente
 
Regulamento
 
rege
 
a
 
eleição
 
dos
 
representantes
 
dos
 
professores
 
e
 
investigadores,
 
dos
 
representantes
 
dos
 
estudantes
 
e
 
dos
 
representantes
 
dos
 
trabalhadores
 
não
docentes
 
e
 
não
investigadores
 
no
 
Conselho
 
de
 
Escola
 
do
 
Instituto
 
Superior
 
de
 
Agronomia,
 
segundo
 
o
 
disposto
 
nos
 
Estatutos
 
da
 
Universidade
 
Técnica
 
de
 
Lisboa
 
e
 
do
 
Instituto
 
Superior
 
de
 
Agronomia.
 
O
 
Regulamento
 
rege
 
também
 
o
 
processo
 
de
 
cooptação
 
das
 
personalidades
 
externas
 
de
 
reconhecido
 
mérito,
 
nos
 
termos
 
da
 
lei
 
e
 
dos
 
Estatutos
 
do
 
Instituto
 
Superior
 
de
 
Agronomia.
 
O
 
Regulamento
 
contempla
 
a
 
constituição
 
de
 
um
 
colégio
 
eleitoral
 
do
 
conjunto
 
dos
 
professores
 
e
 
investigadores,
 
de
 
um
 
colégio
 
eleitoral
 
dos
 
estudantes
 
inscritos
 
no
 
1.º,
 
2.º
 
e
 
3.º
 
ciclos
 
de
 
estudos
 
e
 
de
 
um
 
colégio
 
eleitoral
 
dos
 
trabalhadores
 
não
docentes
 
e
 
não
investigadores.
 
Assim,
 
a
 
Assembleia
 
Estatutária
 
do
 
ISA
 
aprova
 
o
 
presente
 
regulamento
 
para
 
eleição
 
e
 
cooptação
 
dos
 
membros
 
do
 
Conselho
 
de
 
Escola
 
do
 
Instituto
 
Superior
 
de
 
Agronomia.
 
SECÇÃO
 
I
 
(Comissão
 
Eleitoral)
 
Artigo
 
1.º
 
Constituição
 
e
 
Competência
 
1.
 
O
 
Presidente
 
do
 
Conselho
 
Directivo
 
do
 
ISA
 
designará,
 
por
 
Despacho,
 
uma
 
Comissão
 
Eleitoral
 
até
 
13
 
de
 
Maio
 
2.
 
O
 
despacho
 
do
 
Presidente
 
do
 
CD
 
indicará
 
igualmente
 
o
 
elemento
 
que
 
presidirá
 
à
 
Comissão,
 
obrigatoriamente
 
um
 
professor
 
ou
 
investigador,
 
bem
 
como
 
três
 
Vice
Presidentes,
 
sendo
 
obrigatoriamente
 
um
 
estudante
 
e
 
um
 
trabalhador
 
não
docente
 
e
 
não
investigador.
 
3.
 
A
 
esta
 
Comissão
 
Eleitoral
 
acrescentar
se
ão
 
representantes
 
das
 
listas
 
concorrentes
 
(mandatário
 
ou
 
proponentes
 
ou
 
candidatos),
 
um
 
por
 
cada
 
lista
 
de
 
docentes
 
e
 
investigadores,
 
um
 
por
 
cada
 
lista
 
de
 
estudantes
 
e
 
um
 
por
 
cada
 
lista
 
de
 
trabalhadores
 
não
docentes
 
e
 
não
investigadores.
 
 
INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA 
 
2
4.
 
Ao
 
Presidente
 
da
 
Comissão
 
Eleitoral
 
compete
 
informar
 
o
 
Presidente
 
do
 
CD
 
de
 
qualquer
 
facto
 
que
 
comprometa
 
o
 
adequado
 
andamento
 
do
 
processo
 
eleitoral
 
ou
 
a
 
igualdade
 
de
 
tratamento
 
entre
 
as
 
listas
 
concorrentes.
 
5.
 
O
 
Presidente
 
da
 
Comissão
 
Eleitoral
 
 
usará
 
o
 
seu
 
direito
 
de
 
voto
 
em
 
caso
 
de
 
empate.
 
6.
 
À
 
Comissão
 
Eleitoral
 
compete
 
superintender
 
em
 
tudo
 
o
 
que
 
respeite
 
à
 
preparação,
 
organização
 
e
 
funcionamento
 
do
 
acto
 
eleitoral
 
e
 
decidir
 
sobre
 
as
 
reclamações
 
e
 
protestos
 
apresentados.
 
7.
 
O
 
Presidente
 
do
 
CD
 
é
 
a
 
instância
 
de
 
recurso
 
para
 
as
 
decisões
 
da
 
Comissão
 
Eleitoral.
 
8.
 
A
 
Comissão
 
Eleitoral
 
terá
 
o
 
apoio
 
dos
 
Serviços
 
do
 
ISA
 
nos
 
aspectos
 
logísticos
 
das
 
eleições,
 
sendo
 
assessorada
 
pelo
 
 jurista
 
do
 
ISA.
 
SECÇÃO
 
II
 
(Membros
 
Eleitos
 
do
 
Conselho
 
de
 
Escola)
 
Artigo
 
2.º
 
Corpos
 
Eleitorais
 
1
.
 
O
 
corpo
 
eleitoral
 
para
 
os
 
representantes
 
dos
 
professores
 
e
 
investigadores
 
é
 
constituído
 
por
 
todos
 
os
 
professores
 
e
 
investigadores
 
que
 
integrem
 
o
 
Instituto
 
Superior
 
de
 
Agronomia
 
à
 
data
 
de
 
31
 
de
 
Março
 
de
 
2009.
 
2.
 
O
 
corpo
 
eleitoral
 
para
 
os
 
representantes
 
dos
 
estudantes
 
é
 
constituído
 
por
 
todos
 
os
 
estudantes,
 
de
 
qualquer
 
ciclo
 
de
 
estudos
 
conferente
 
de
 
grau,
 
que
 
estejam
 
inscritos
 
no
 
Instituto
 
Superior
 
de
 
Agronomia
 
para
 
o
 
ano
 
lectivo
 
2008/2009
 
à
 
data
 
de
 
31
 
de
 
Março
 
de
 
2009.
 
3.
 
O
 
corpo
 
eleitoral
 
para
 
o
 
representante
 
dos
 
trabalhadores
 
não
docentes
 
e
 
não
investigadores
 
é
 
constituído
 
por
 
todos
 
os
 
trabalhadores
 
não
docentes
 
e
 
não
investigadores
 
que
 
integrem
 
o
 
Instituto
 
Superior
 
de
 
Agronomia
 
à
 
data
 
de
 
31
 
de
 
Março
 
de
 
2009,
 
qualquer
 
que
 
seja
 
a
 
natureza
 
do
 
vínculo.
 
4.
 
Um
 
eleitor
 
não
 
pode
 
estar
 
inscrito
 
em
 
mais
 
de
 
um
 
caderno
 
eleitoral,
 
prevalecendo
 
o
 
estatuto
 
de
 
docente,
 
investigador
 
ou
 
trabalhador
 
não
docente
 
e
 
não
investigador
 
sobre
 
o
 
estatuto
 
de
 
estudante.
 
5.
 
Cabe
 
ao
 
Conselho
 
Directivo
 
do
 
ISA
 
a
 
elaboração
 
dos
 
cadernos
 
eleitorais
 
dos
 
professores,
 
investigadores,
 
estudantes
 
e
 
trabalhadores
 
não
docentes
 
e
 
não
investigadores,
 
que
 
deverão
 
ser
 
homologados
 
pelo
 
Presidente
 
do
 
Conselho
 
Directivo.
 
6.
 
Os
 
cadernos
 
eleitorais
 
serão
 
divulgados
 
no
 
dia
 
8
 
de
 
Maio
 
de
 
2009,
 
na
 
página
 
do
 
ISA
 
e
 
afixados
 
em
 
local
 
próprio
 
no
 
Edifício
 
Principal,
 
podendo
 
ser
 
apresentadas
 
reclamações
 
quanto
 
à
 
sua
 
constituição
 
à
 
Comissão
 
Eleitoral,
 
até
 
ao
 
dia
 
15
 
de
 
Maio
 
de
 
2009,
 
que
 
delas
 
decidirá,
 
sendo
 
as
 
listas
 
definitivas
 
divulgadas
 
no
 
dia
 
26
 
de
 
Maio
 
de
 
2009.
 
 
INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA 
 
3
Artigo
 
3.º
 
Listas
 
Candidatas
 
1.
 
Em
 
cada
 
um
 
dos
 
corpos
 
consideram
se
 
como
 
elegíveis,
 
logo
 
podendo
 
fazer
 
parte
 
das
 
listas
 
de
 
candidatos,
 
os
 
membros
 
do
 
corpo
 
eleitoral
 
constantes
 
do
 
respectivo
 
caderno
 
eleitoral.
 
2.
 
O
 
processo
 
de
 
candidatura
 
é
 
constituído
 
por:
 
a)
 
Em
 
relação
 
aos
 
representantes
 
dos
 
professores
 
e
 
investigadores:
 
(i)
 
Lista
 
de
 
candidatos,
 
com
 
9
 
candidatos
 
efectivos
 
e
 
9
 
suplentes,
 
da
 
qual
 
deve
 
constar
 
o
 
nome
 
completo,
 
a
 
categoria
 
profissional
 
e
 
o
 
respectivo
 
número
 
mecanográfico,
 
subscrita
 
por
 
um
 
mínimo
 
de
 
20
 
membros
 
do
 
respectivo
 
corpo
 
eleitoral,
 
igualmente
 
identificados
 
nos
 
termos
 
acima
 
referidos;
 
(ii)
 
Declaração
 
de
 
aceitação
 
dos
 
candidatos
 
efectivos
 
e
 
suplentes;
 
(iii)
 
Indicação
 
do
 
mandatário
 
da
 
respectiva
 
lista,
 
com
 
plenos
 
poderes
 
para
 
decidir
 
para
 
efeitos
 
processuais
 
e
 
legais,
 
designadamente
 
 junto
 
da
 
Comissão
 
Eleitoral,
 
indicando
 
os
 
respectivos
 
números
 
de
 
telefone
 
e
 
endereço
 
de
 
correio
 
electrónico,
 
de
 
onde
 
e
 
para
 
onde
 
deverão
 
ser
 
remetidas
 
todas
 
as
 
notificações.
 
b)
 
Em
 
relação
 
aos
 
representantes
 
dos
 
estudantes:
 
(i)
 
Lista
 
de
 
candidatos,
 
com
 
2
 
candidatos
 
efectivos
 
e
 
4
 
suplentes,
 
da
 
qual
 
deve
 
constar
 
o
 
nome
 
completo
 
e
 
número
 
mecanográfico,
 
subscrita
 
por
 
um
 
mínimo
 
de
 
40
 
membros
 
do
 
respectivo
 
corpo
 
eleitoral,
 
igualmente
 
identificados
 
nos
 
termos
 
acima
 
referidos;
 
(ii)
 
Declaração
 
de
 
aceitação
 
dos
 
candidatos
 
efectivos
 
e
 
suplentes;
 
(iii)
 
Indicação
 
do
 
mandatário
 
da
 
respectiva
 
lista
 
com
 
plenos
 
poderes
 
para
 
decidir
 
para
 
efeitos
 
processuais
 
e
 
legais,
 
designadamente
 
 junto
 
da
 
Comissão
 
Eleitoral,
 
indicando
 
os
 
respectivos
 
números
 
de
 
telefone
 
e
 
endereço
 
de
 
correio
 
electrónico,
 
de
 
onde
 
e
 
para
 
onde
 
deverão
 
ser
 
remetidas
 
todas
 
as
 
notificações.
 
c)
 
Em
 
relação
 
aos
 
representantes
 
dos
 
trabalhadores
 
não
docentes
 
e
 
não
investigadores:
 
(i)
 
Lista
 
de
 
candidatos,
 
com
 
1
 
candidato
 
efectivo
 
e
 
2
 
suplentes,
 
da
 
qual
 
deve
 
constar
 
o
 
nome
 
completo,
 
a
 
categoria
 
profissional
 
e
 
o
 
respectivo
 
número
 
mecanográfico
 
subscrita
 
por
 
um
 
mínimo
 
de
 
10
 
membros
 
do
 
respectivo
 
corpo
 
eleitoral,
 
igualmente
 
identificados
 
nos
 
termos
 
acima
 
referidos;
 
(ii)
 
Declaração
 
de
 
aceitação
 
do
 
candidato
 
efectivo
 
e
 
dos
 
candidatos
 
suplentes;
 
(iii)
 
Indicação
 
do
 
mandatário
 
da
 
respectiva
 
lista
 
com
 
plenos
 
poderes
 
para
 
decidir
 
para
 
efeitos
 
processuais
 
e
 
legais,
 
designadamente
 
 junto
 
da
 
Comissão
 
Eleitoral,
 
indicando
 
os
 
respectivos
 
números
 
de
 
telefone
 
e
 
endereço
 
de
 
correio
 
electrónico,
 
de
 
onde
 
e
 
para
 
onde
 
deverão
 
ser
 
remetidas
 
todas
 
as
 
notificações.
 
3.
 
Os
 
candidatos
 
apenas
 
podem
 
pertencer
 
a
 
uma
 
lista
 
concorrente,
 
podendo
 
ser
 
subscritores
 
desta.
 
4.
 
Os
 
candidatos
 
de
 
cada
 
lista
 
consideram
se
 
ordenados
 
segundo
 
a
 
sequência
 
da
 
respectiva
 
declaração
 
de
 
candidatura.
 
5.
 
A
 
apresentação
 
das
 
listas
 
deverá
 
sempre
 
ser
 
acompanhada
 
de
 
um
 
documento
 
em
 
que
 
sejam
 
enunciadas
 
as
 
principais
 
linhas
 
programáticas
 
da
 
candidatura.
 

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->