Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Pedido de Tombamento do Cotonifício da Torre

Pedido de Tombamento do Cotonifício da Torre

Ratings: (0)|Views: 4,686 |Likes:
Published by Leonardo Cisneiros
Levantamento histórico sobre o Cotonifício da Torre (Fábrica da Torre) para instruir pedido de tombamento à FUNDARPE
Levantamento histórico sobre o Cotonifício da Torre (Fábrica da Torre) para instruir pedido de tombamento à FUNDARPE

More info:

Published by: Leonardo Cisneiros on Jul 11, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/15/2013

pdf

text

original

 
Recife, 08 de julho de 2013.
 
 À
 
SECULT - Secretaria de Cultura do Governo do Estado de Pernambuco
 
 Att. V. Ex.ª Fernando Duarte, Secretário de Cultura
 
 Assunto: Pedido de Tombamento
 
Nós, abaixo assinados e membros do grupo Direitos Urbanos, solicitamospor meio desta o tombamento dos remanescentes do conjunto fabril da
Fábricada Torre
, de propriedade da Massa Falida do BANORTE e de outrosproprietários, localizado no bairro de mesmo nome na cidade do Recife,compreendendo ao edifício da Fábrica de Tecidos, os remanescentes das VilasOperárias e as outras edificações relacionadas à dinâmica industrial, delimitadospelas poligonais de tombamento descritas e visualizadas no mapa do Anexo 01.
 
Justificativa
 
Integrando a 4ª Região Político-Administrativa do Recife, o bairro da Torretem sua origem remontando ao final do século XVI, com a construção doEngenho de Marcos André, que acabou recebendo a denominação de
Engenhoda
 
Torre
graças a torre da sua antiga capela, de invocação a Nossa Senhora doRosário. Ocupado durante o século XVII por holandeses que buscavam atacar o Arraial Velho do Bom Jesus (localizado no atual Sítio da Trindade), ao longo doperíodo colonial, o engenho foi mudando de proprietário até ser, por fim, extintono século XVIII.
 
Embora o nome
Torre
remeta a uma torre de um passado que se perdeuao longo do tempo, na realidade é uma outra torre quem se tornou a responsávelpelo processo de ocupação e desenvolvimento daquela área a partir do séculoXIX, mais precisamente em 1884, quando foi instalada ali a
Fábrica da Torre
,fazendo com que esse arrabalde do Recife sofra um grande impulso deurbanização causado pela influência da indústria têxtil (Ver figura 01).
 
 
Figura 01
 
Cartão Postal:
Torre (arrabalde do Recife)
, Sem data (cerca de 1910).
 
Coleção José de Paiva Crespo, Acervo Fundação Joaquim Nabuco.
 
O Processo de Industrialização em Pernambuco teve início na segundametade do Século XIX, num período considerado por alguns historiadores comoaquele onde ocorreu o primeiro surto de industrialização no Brasil, que seestendeu até a década de 1920. Segundo o historiador Luís Manuel Domingues,esse processo em Pernambuco se deu a partir do setor de bens de consumonão duráveis, principalmente através das indústrias alimentícia e têxtil. Naregião, o Recife se tornou um polo de concentração do capital industrial, por diversos motivos enumerados por Gadiel Perruci:
 
as razões da concentração comercial e industrial emRecife parecem simples: um grande porto que atraiatodo o comércio exportador e importador, operaçõesfinanceiras concentradas na capital regional, ummercado de consumo em relativa expansão, uminterior desprovido de indústrias, uma rede detransporte em forma de leque e cujo centro éformado pela cidade, um imenso reservatório demão-de-obra, inchado pela abolição dos escravos e pelo êxodo rural.
(PERRUCI, 1978: 139)
 
 
Dominado até então pela monocultura açucareira, a partir de meados doséculo XIX, o cultivo do algodão passou a representar uma das atividadeseconômicas de destaque no estado, sendo que na virada do século a indústriatêxtil chegou, em alguns momentos, até mesmo a ultrapassar a de alimentos nacentralização de capitais. Isso fez com que essa indústria se desenvolvessebastante, principalmente, a partir do último quartel do século XIX.
 
É nesse momento que são fundadas as primeiras indústrias têxteis noestado. Segundo o levantamento realizado por Apolônio Perez e apresentado naConferência Algodoeira do Rio de Janeiro, realizada em julho de 1916, aprimeira indústria do tipo fundada em Pernambuco foi a Fábrica da Torre, em1874, seguida pela Fábrica de Camaragibe, fundada em 1892 e pelas Fábricasde Paulista e Goiana, fundadas em 1893.
 
 As atividades da fábrica tiveram início nos primeiros meses de 1875, coma razão social de
Pernambuco Barroca Ltda
(posteriormente alterada para
Companhia Fiação e Tecidos de Pernambuco
), no bairro da Madalena, noentanto, com o aumento na fabricação de tecidos e as melhoras na qualidade domaterial surgiu a demanda para uma ampliação das instalações fabris, foiquando ocorreu a mudança para o bairro da Torre, em 1884. Lá, a CompanhiaFiação e Tecidos de pernambuco chegou a realizar, na primeira metade doséculo XX, uma das maiores produções têxteis do estado:
Com seus mil e setecentos teares, rodopiando asbobinas, entrecruzando os fios, o martelar incessante dos carretéis, as fiadeiras e ascarpideiras, as máquinas complicadas a estrugir  pelos salões enormes, dispostas em coluna comosoldados em marcha, executando tarefas numesfregar d’olhos, automáticas e de velocidadeincrível, vão dia a dia aumentando a produção detricolines, xadreses, paupelines, cambraias, brins evariados tipos de tecidos, os quais sãotransportados para todos os recantos do país (...).(COTONIFÍCIO, 1945: 164).

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
Kelvin Rodrigues added this note
Existem fotos que ilustram esse artigo que não são do Cotonifício da Torre. A figura 04 e a 05. Justificativa: a figura 04 apresenta uma torre de volume quadrado, e a da fábrica da torre é circular; a figura 05 apresenta uma torre menor que a da Fabrica da Torre que é mais delgada.
1 hundred reads

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->